• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.74.2018.tde-20062018-142234
Documento
Autor
Nome completo
Italo Escribano Borges
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2018
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Paulo Henrique Mazza (Presidente)
Abdalla, Adibe Luiz
Nuñez, Amoracyr José Costa
Oliveira, Patrícia Perondi Anchão
Título em português
Uso combinado de monensina e nitrato como manipuladores da cinética e da fermentação ruminal para mitigação da produção de metano em bovinos
Palavras-chave em português
Aditivos
Fistulados
Gado de corte
Mitigação do metano
Nitrato
Resumo em português
Com o presente estudo objetivou-se avaliar o efeito da interação entre a adição de monensina e diferentes níveis de nitrato de cálcio à dieta de bovinos como manipuladores do metabolismo ruminal. Foram utilizadas oito fêmeas bovinas da raça Nelore, com peso vivo médio de 519 ± 56 kg, alimentadas com diferentes níveis de nitrato de cálcio na dieta (0%, 1,5%, 3% e 4,5%) e adição ou não de monensina (30 ppm), sendo utilizado delineamento quadrado latino 4 x 4 replicado, em um arranjo fatorial 2 x 4. Foram avaliados o consumo de matéria seca e de água, comportamento ingestivo, digestibilidade aparente total, excreção dos nutrientes, degradabilidade ruminal, taxa de passagem, parâmetros urinários, pH ruminal e os parâmetros e produtos da fermentação ruminal. A coleta de conteúdo ruminal foi realizada no dia 25 antes (0), 3, 6, 9, e 12 horas após a alimentação matinal para quantificação dos produtos da fermentação ruminal, além da concentração de nitrogênio amoniacal (N-NH3) e a contagem total e diferencial de protozoários. A interação entre a monensina e os níveis de nitrato de cálcio não foi significativa para nenhum dos parâmetros estudados. O consumo de matéria seca apresentou redução de até 10% conforme o aumento dos níveis de nitrato de cálcio. Por outro lado, ao avaliar o comportamento ingestivo, observou-se que os animais passaram mais tempo comendo e menos tempo ruminando conforme o aumento dos níveis de nitrato de cálcio. Não houve efeito da monensina, nem dos níveis de nitrato de cálcio sobre a digestibilidade aparente, excreção dos nutrientes, degradabilidade ruminal, taxa de passagem. Entretanto, a monensina diminuiu a excreção de ureia na urina e a excreção dos derivados de purinas, consequentemente, diminuindo a síntese de nitrogênio microbiano (Nmic). Apesar disso, a eficiência de Nmic não foi alterada. Para os parâmetros de fermentação ruminal, a inclusão dos níveis de nitrato de cálcio reduziu a produção de metano em até 32,4% sem afetar a produção dos AGCC, com exceção do ácido butírico, que apresentou redução de até 25,7%. Adicionalmente não observou-se efeito de ambos os aditivos sobre a concentração de N-NH3, contagem total de protozoários e pH ruminal. O nitrato de cálcio se mostrou eficiente em diminuir a produção de metano ruminal sem influenciar negativamente nos parâmetros de cinética e fermentação ruminal, demonstrando assim ser uma alternativa confiável ao uso na nutrição de ruminantes com vista a mitigação de metano, além de ser uma boa fonte de nitrogênio não proteico para a síntese de Nmic.
Título em inglês
Combined use of monensin and nitrate as kinetic and ruminal fermentation manipulators to mitigate methane production in cattle
Palavras-chave em inglês
Additives
Beef cattle
Cannulated
Methane mitigation
Nitrate
Resumo em inglês
The study aimed to evaluate the effect of the interaction between monensin and different levels of calcium nitrate in the diet of cattle as manipulators of ruminal metabolism. Eight Nellore cattle, with initial average weight of 519 ± 56 kg, were fed with different levels of dietary calcium nitrate (0%, 1.5%, 3% and 4.5%) at four periods with 29 days each. The experimental design was composed by a replicate 4x4 Latin square design in a 2x4 factorial arrangement. The dry matter and water intake, ingestive behavior, total apparent digestibility, nutrient excretion, ruminal degradability, passage rate, urinary parameters, ruminal pH and the parameters and products of ruminal fermentation were evaluated. The ruminal content was collected on day 25 before (0), 3, 6, 9 and 12 hours after the morning feeding to quantify ruminal fermentation products, as well as the ammonia nitrogen concentration (N-NH3) and the total protozoa count. The interaction between monensin and calcium nitrate levels was not significant for any of the parameters studied. The dry matter consumption presented reduction of up to 10% as the levels of calcium nitrate increased. On the other hand, when evaluating the ingestive behavior, it was observed that the animals spent more time eating and less time ruminating as the levels of calcium nitrate increased. There was no effect of monensin, nor of calcium nitrate levels on apparent digestibility, nutrient excretion, rumen degradability, passage rate. However, monensin decreased the urine excretion of urea and excretion of the purine derivatives, consequently reducing the synthesis of microbial nitrogen (Nmic). Despite this, the efficiency of Nmic was not altered. For the ruminal fermentation parameters, the inclusion of calcium nitrate levels reduced the production of methane by up to 32.4% without affecting the production of VFAs, with the exception of butyric acid, which presented reduction of up to 25.7%. In addition, both additives had no effect on N-NH3 concentration, total protozoa count and ruminal pH was observed. The calcium nitrate was efficient in reducing the ruminal methane production without negatively influencing the parameters of kinetic and ruminal fermentation, proving to be a good alternative to use in ruminant diets in order to mitigate methane, besides being a good source of non-protein nitrogen for the synthesis of Nmic.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ME6877184COR.pdf (1.98 Mbytes)
Data de Publicação
2018-07-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.