• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Fabio Rosa Sussel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2012
Orientador
Banca examinadora
Viegas, Elisabete Maria Macedo (Presidente)
Dias, Luciana Thie Seki
Gameiro, Augusto Hauber
Gonçalves, Giovani Sampaio
Ribeiro, Ricardo Pereira
Título em português
Fontes e níveis de proteína na alimentação do lambari-do-rabo-amarelo: desempenho prdutivo e análise econômica
Palavras-chave em português
Aquicultura
Isca-viva
Nutrição
Resumo em português
Este trabalho teve como por objetivo desenvolver dietas nutricionalmente adequadas e financeiramente viáveis para o lambari, além de analisar economicamente a viabilidade de produção desta espécie no sistema de tanques-rede como alternativa de renda ao pescador artesanal. Previamente, foram realizados dois ensaios, os quais tiveram por finalidade determinar a densidade de estocagem adequada para lambaris em tanques-rede, bem como ajustar o manejo experimental (sistema de contagem e povoamento, tempo de exposição a anestésicos, dinâmica das biometrias, etc.). Os experimentos foram realizados no verão, entre os meses de janeiro e abril , na UPD de Pirassununga - APTA Polo Centro Leste, em 20 tanques-rede de 1 m3 alocados em tanque escavado de 1,5 m de profundidade, área de 180 m2, renovação de água de 10% ao dia e densidade de povoamento de 450 peixes/m3. No primeiro experimento, que teve início em 16/02/2011 e duração de 63 dias, avaliou-se a substituição da proteína de origem animal por proteína de origem vegetal nas dietas sobre o desempenho produtivo dos lambaris. Embora a substituição de 100% das fontes proteicas de origem animal por vegetal tenha afetado negativamente o ganho em biomassa [Biomassa (g) = 2945g - 2,2 POV], em termos práticos, este resultado é considerado de pouca relevância, já que 220g em 2945g não representam mais que 7% de ganho em peso. O aumento do custo de fórmula em dietas com base proteica de origem animal não justifica a diferença observada. Quanto à composição corporal dos peixes observou-se que houve influência dos tratamentos, sendo que dietas contendo inclusões de 50, 75 e 100% de ingredientes proteicos de origem vegetal proporcionaram maior deposição de extrato etéreo nos peixes. No segundo experimento, com início em 12/01/2012 e término em 12/03/2012, avaliou-se a relação entre níveis de proteína bruta (26 e 36%) e qualidade de ingredientes (basal ou premium) na alimentação e desempenho produtivo do lambari. Não foram observadas diferenças de desempenho produtivo entre os níveis proteicos utilizados, sugerindo que níveis de 26% de proteína bruta podem ser usados para o lambari; no entanto, a escolha de matérias-primas de qualidade é recomendada, já que estas influenciaram no desempenho. Os tratamentos deste experimento não influenciaram na composição corporal dos peixes. As análises bromatológicas de ambas as rações experimentais apresentaram valores condizentes com os propostos na formulação e, portanto, não interferindo no propósito da pesquisa. Complementando os estudos e utilizando os resultados de desempenho produtivo obtidos, realizou-se análise econômica a partir das dietas utilizadas no segundo experimento através do sistema de Partial Budget Analysis in Aquaculture, bem como a projeção de cultivo do lambari em módulos de um a quatro tanques-rede, seguida de análise da viabilidade econômica sob dois cenários de comercialização: R$ 0,30 e 0,20 por unidade. Observou-se que o melhor custo/benefício foi proporcionado pelos peixes alimentados com ração contendo 26% de PB e ingredientes premium, enquanto que a produção de lambaris no sistema de tanques-rede mostrou-se viável, quando comparado com as receitas obtidas por pescadores artesanais, a partir do cultivo em duas unidades de produção (TR), desde que sejam comercializados ao valor de R$ 0,30 por peixe.
Título em inglês
Sources and protein levels in the diet of lambari-do-rabo-amarelo: productive performance and economic analysis
Palavras-chave em inglês
Aquaculture
Live-bait
Nutrition
Resumo em inglês
This study aimed to develop nutritionally appropriate and financially viable diets for lambari, besides analyze economically the practicability of producing this species in cage system as an alternative f or subsistence fishermen. Previously, two experiments were done, which had the purpose of determin ing the appropriated stocking density for lambaris in cages, as well as adjusting the experimental management (counting and settlement systems, time of exposure to anesthetics, dynamics of biometrics, etc.). The experiments were done on summer, from January to April, in Pirassununga UPD - APTA Polo Centro Leste, in 20 cages of 1m3 allocated in a pond of 180m2, water renovation of 10% a day, and stocking density of 450 fish/m3. The first experiment, which started at 02/16/2011 and lasted 63 days, was about the replacement of animal origin protein by vegetal origin protein in order to evaluate productive performance of lambaris. Although the 100% substitution of protein source from animal by vegetal origin protein had negatively affected the gain in biomass [Biomass (g) = 2945g - 2,2 POV], in practical terms, this result is considered of low relevance, since 220g in 2945g doesn't represent more than 7% of weight gain. The increase of cost in diets with animal protein source doesn't justify the difference observed. Substitution of more than 50% of POA by POV on diet increased fat deposition on the fish carcass. On the second experiment, which began at 01/12/2011 and was finished at 03/12/2012, it was evaluated the relation between levels of crude protein (26 and 36%) and quality of ingredients (basal or premium) on feeding and productive performance of lambari. Differences of productive performance weren't noticed, suggesting that levels of 26% crude protein can be used for lambari, however, the choice of quality raw materials is recommended since it influenced the performance. The treatments in this experiment did not influence body composition of fish. Bromatological analysis of both experimental diets had values consistent with those proposed in the formulation and, therefore, didn't interfere on the purpose of this research. Finally, complementing the studies and using the results of productive performance obtained, it was performed an economic analysis was performed from the diets used on the second experiment using the model Partial Budget Analysis in Aquaculture, as well as the projection of lambari cultivation in modules from 1 to 4 cages, followed by an analysis of economic viability in two scenes of commercialization: R$ 0,30 and 0,20 per unit. It was observed that the best cost/benefit was provided by fish fed with diet of 26% crude protein and premium ingredients, whereas the production of lambaris in cage system was viable when compared to incomings obtained by subsistence fishermen, since they are cultivated, at least, in 2 modules of production, and the fish are commercialized for R$ 0,30/unit.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DO6723800COR.pdf (3.06 Mbytes)
Data de Publicação
2013-03-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.