• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Brenda Barcelos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2017
Orientador
Banca examinadora
Saran Netto, Arlindo (Presidente)
Correa, Lísia Bertonha
Birgel Júnior, Eduardo Harry
Gallo, Sarita Bonagurio
Ribeiro, Flavio Rodrigues Borges
Título em português
Avaliação da inclusão de selênio e vitamina E na dieta de cabras leiteiras em período de transição e seus efeitos nos cabritos
Palavras-chave em português
Antioxidantes
Nutrição
Parto
Saanen
Resumo em português
Os caprinos são de grande importância econômica por produzirem carne, leite e pele. Em função da escassa literatura, objetivou-se avaliar o efeito da inclusão Selênio e Vitamina E na dieta de cabras em período de transição, avaliando os parâmetros séricos de cabras leiteiras em pré-parto e parto, bem como as correlações pós-parto em cabritos neonatos. No experimento 1, foram utilizadas 15 cabras prenhes a partir do quarto mês de gestação. Os animais foram alimentados com dieta total contendo 50% de volumoso e 50% de concentrado. As cabras foram divididas aleatoriamente em três grupos de cinco animais. Os tratamentos foram: controle (dieta base); Se (adição de 3,2mg Se/kg de MS na dieta base) e SEV (adição de 3,2mg Se/kg de MS e 1145 UI/dia de Vitamina E/kg MS na dieta base). O período experimental teve duração de 12 semanas. Foram realizadas colheitas de sangue no período pré-parto, parto e pós-parto para selênio, vitamina E, enzima glutationa peroxidase (GSH-Px), capacidade antioxidante total (TAS), hemograma completo, colesterol total, high density lipoproteins (HDL), low density lipoproteins (LDL), triglicerídeos, glicose, lactato, beta hidroxibutirato (BHB), ácidos graxos não esterificados (NEFA), ureia, creatinina, aspartato amino transferase (AST), proteína sérica, albumina, gama glutamil transferase (GGT), e creatina fosfoquinase (CK). No experimento 2, foram utilizados 21 cabritos, sendo que o aleitamento destes foi respeitando os tratamentos do experimento 1. Foi fornecido alimento sólido ad libitum a partir do terceiro dia de vida. Foi realizada colheita de sangue de cada animal no nascimento antes do fornecimento do colostro. Após a colostragem, foram realizadas colheitas de sangue nos períodos de 48 horas, 7, 14, 21 e 28 dias, para as análises citadas no experimento 1. Foi analisado também o desempenho dos cabritos. As pesagens foram realizadas de acordo com as datas de colheita de sangue. Os resultados foram significativamente superiores para concentração de selênio nos grupos tratados em comparação ao grupo controle no soro e no leite de cabras, consequentemente no soro de cabritos. Os valores de hemácias e GSH-Px em cabras, não foram estatisticamente diferentes entre si, mas acompanharam os valores de Se para os grupos tratados. Não houve diferença estatística para TAS e vitamina E tanto para cabras quanto para cabritos. No hemograma completo de cabras e cabritos, a diferença estatística entre os tratamentos ocorreu para CHCM (concentração hemoglobínica corpuscular média) e contagem de basófilos em cabritos e para os constituintes bioquímicos, houve redução significativa do HDL para o tratamento SEV e diferença na proteína sérica em cabritos. Estes parâmetros são similares aos encontrados nas cabras e embora não significativos, apresentam também valores inferiores para colesterol e LDL. O peso aos 28 dias dos cabritos não foi significativo, porém o tratamento SEV apresentou melhor ganho de peso diário. Conclui-se que a suplementação com selênio e vitamina E auxilia as fêmeas em período de transição e contribui para melhor desenvolvimento de cabrito pós-parto.
Título em inglês
Evaluation of the inclusion of selenium and vitamin E in the diet of dairy goats in the transition period and the effects on young goat
Palavras-chave em inglês
Antioxidants
Birth
Nutrition
Saanen
Resumo em inglês
Goats have great economic importance because they produce meat, milk and skin. Due to the scarce literature, the objective of this study was to evaluate the effect of Selenium and Vitamin E inclusion in the diet of goats during the transition period, evaluating the serum parameters of dairy goats in pre-calving and calving, as well as postpartum correlations in neonatal goats . In experiment 1, 15 pregnant goats were used from the fourth month of gestation. The animals were fed a total diet containing 50% forage and 50% concentrate. Goats were randomly divided into three groups of five animals. The treatments were: Control (diet based); Se (addition of 3.2mg Se / kg of DM in the diet base) and SEV (addition of 3.2mg Se / kg of DM and 1145 IU / day of Vitamin E / kg DM in the base diet). The experimental period lasted 12 weeks. Blood samples were collected in the prepartum, calving and postpartum period for selenium, vitamin E, glutathione peroxidase (GSH-Px), total antioxidant capacity (TAS), complete blood count, total cholesterol, high density lipoproteins (HDL), low density lipoproteins (LDL), triglycerides, glucose, lactate, beta hydroxybutyrate (BHB), non-esterified fatty acids (NEFA), urea, creatinine, aspartate amino transferase (AST), serum protein, albumin, gamma glutamyl transferase (GGT) and creatine phosphokinase (CK). In experiment 2, 21 newborn goats were used, however suckling was respected as the treatments of experiment 1. Solid food ad libitum was supplied from the third day of life. Blood was collected from each animal at birth prior to colostrum delivery. After colostration, blood samples were collected at 48 hours, 7, 14, 21 and 28 days for the analyzes mentioned in experiment 1. The performance of young goats was also analyzed. Weighing was performed according to blood collection dates. The results were significantly higher for selenium concentration in the treated groups compared to the control group in serum and goats' milk, consequently in the serum of young goats. The values of red blood cells and GSH-Px in goats were not statistically different, but followed the values of Se for the treated groups. There was no statistical difference for TAS and vitamin E for both goats and young goats. In the complete blood count of goats and young goats, the statistical difference between the treatments was for CHCM (mean corpuscular hemoglobin concentration) and basophil count in young goats and for the biochemical constituents, there was a significant reduction of HDL for SEV treatment and difference in serum protein in young goats. These parameters are similar to those found in goats and, although not significant, also present lower values for cholesterol and LDL. The weight at 28 days of the young goats was not significant, however the SEV treatment presented better daily weight gain. It is concluded that selenium and vitamin E supplementation assists females in the transition period and contributes to a better postpartum development.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DO7477565ORI.pdf (335.74 Kbytes)
Data de Publicação
2018-05-03
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • SARAN NETTO, A., et al. Parcial replacement of soy bean meal by urea on Girolanda lactation cows ration. Journal of Health Science, 2011, vol. 29, p. 139-142.
  • SARAN NETTO, A., et al. Substituição parcial de farelo de soja por uréia na alimentação de vacas girolanda em lactação. Revista do Centro de Ciências Rurais, 2008, vol. ns, p. ns-ns.
  • Greghi, G.F., et al. Desempenho de novilhos Nelore terminados em confinamento frente a fontes orgânicas e inorgânicas de enxofre. In Mostra Científica, Uberaba, 2011. 1ª Mostra Científica Expoinel., 2011. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.