• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Soraia Marques Putrino
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2002
Orientador
Banca examinadora
Leme, Paulo Roberto (Presidente)
Lanna, Dante Pazzanese Duarte
Nogueira Filho, Jose Carlos Machado
Título em português
Exigências de proteína e energia líquidas para o ganho de peso de tourinhos das raças Nelore e Brangus alimentados com dietas com diferentes proporções de concentrado.
Palavras-chave em português
bovinos
composição corporal
gado Brangus
gado Nelore
nutrição animal
Resumo em português
O conhecimento das exigências de proteína e energia para o ganho de peso e para a mantença dos bovinos de corte é importante para se obter produtividade máxima com custo mínimo. A raça Nelore compõe grande parte do rebanho brasileiro, e a raça Brangus vem sendo muito utilizada como produto de cruzamento entre uma raça zebuína e taurina (Nelore e Angus). Porém, para a alimentação destes animais são utilizados dados de exigências nutricionais gerados na Europa e Estados Unidos, obtidos com animais e ambientes diferentes dos encontrados no Brasil. Os objetivos deste trabalho foram estimar as exigências de proteína e energia para o ganho de peso de animais das raças Brangus e Nelore através da técnica de abates comparativos. Para isso estimou-se o ganho e a composição corporal através do corte da 9-10-11ª costelas de animais destas raças, alimentados com diferentes proporções de concentrado. A ingestão e a digestibilidade das dietas também foram avaliadas. Utilizou-se 56 bovinos machos inteiros, 28 de cada raça, com idade média de 8 meses e peso médio de 212 kg no início experimento. Quatro animais de cada raça foram abatidos no início do período experimental para a estimativa da composição corporal inicial. Os outros animais foram confinados em baias coletivas (doze animais por baia, com alimentação individual através de portões eletrônicos Calan) e alimentados com rações experimentais com 20, 40, 60 e 80% de concentrado na matéria seca. As pesagens foram realizadas em intervalos de 28 dias após jejum completo de 18 horas, e o período de confinamento foi de 145 dias. O peso médio final foi de 400 kg para a raça Brangus e 361 kg para a raça Nelore. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em arranjo fatorial 2X4. O ensaio de digestibilidade foi realizado com quatro animais de cada raça, alojados em gaiolas de metabolismo, com coleta total de fezes. O delineamento foi em quadrado latino. Os ganhos diários de peso vivo em jejum, de peso vazio e de peso de carcaça quente foram diferentes entre as raças com os maiores ganhos para a raça Brangus e níveis de concentrado na dieta. As maiores médias para as raças Brangus e Nelore foram obtidas com 40% e 60% de concentrado na dieta, respectivamente. Os coeficientes de digestibilidade da proteína bruta e da matéria mineral foram diferentes entre raças (P<0,01), com as maiores médias para a raça Brangus. O teor de nutrientes digestíveis totais foi diferente entre raças ((P<0,09), com as maiores médias para a raça Nelore) e entre níveis de concentrado na dieta. Os coeficientes de digestibilidade da fibra bruta e da fibra em detergente neutro, os teores de energia digestível e metabolizável foram diferentes entre as proporções de concentrado na dieta (P<0,01). Os tratamentos com 20% e 40% de concentrado apresentaram maiores médias para a digestibilidade da fibra em detergente neutro e fibra bruta, respectivamente. O tratamento com 80% de concentrado apresentou maiores médias para os teores de nutrientes digestíveis totais, energia digestível e metabolizável. As composições do corpo vazio e do ganho de peso vazio foram diferentes entre raças. A raça Brangus apresentou as maiores médias de extrato etéreo e energia e a Nelore as maiores médias de água, proteína e cinzas. As exigências líquidas de proteína e de energia para o ganho de peso vazio foram diferentes entre raças, com valores médios para o Brangus e o Nelore de, respectivamente, 0,160 e 0,188 kg de proteína e 3,02 e 2,66 Mcal por kg de ganho de peso vazio. De acordo com estes resultados foi possível observar que a raça Brangus apresentou maior deposição de gordura do que o Nelore. Não foram observadas diferenças entre os níveis de concentrado na dieta, provavelmente devido à idade jovem dos animais que não alcançaram a fase de maior deposição de gordura da curva de crescimento.
Título em inglês
Protein and energy requirements for weight gain of Nellore and Brangus bulls fed with different concentrate levels.
Palavras-chave em inglês
animal nutrition
bovines
Brangus cattle
corporal composition
Nelore cattle
Resumo em inglês
The determination of energy and protein requirements for maintenance and growth of beef cattle is very important for an efficient animal production. Nellore and crossed breeds like Brangus are very used in Brazil, but the main source of information about nutritional requirements is the NRC, whose data was obtained with different breeds and environments. The objective of this experiment was to determine the energy and protein requirements of Brangus and Nellore bulls through the comparative slaughter technique, with body and gain composition estimated from the 9-10-11ª rib cut of these breeds fed diets with different concentrate proportions. The fed intake and digestibility of these diets were also determined. Fifty-six young bulls were utilized, 28 of each breed, with 212 kg of shrunk body weight and 8 months of age. Four Brangus and four Nellore bulls were slaughtered in the beginning of the experiment to estimate the initial body composition. The other animals were fed diets with increasing levels of concentrate (20, 40, 60 and 80% of the dry matter). The animals were weighted at 28 days intervals and the daily feed intake individually controlled through Calan Gate equipment. After 145 days of feeding the animals were slaughtered. A completely randomized design with factorial arrangement (2X4) was utilized. Four animals of each breed were utilized in a digestibility trial with total feces collection. The experimental design was the Latin square. The shrunk body gain, empty body gain and hot carcass gain were different for breeds (P<0,01), and for concentrate levels (P<0,01). The Brangus animals were heavier than the Nellore. The Brangus and Nellore breeds showed the best performance with 40% and 60% concentrate diets, respectively. The digestibility of the crude protein and mineral matter was different for breeds (P<0,02), and the Brangus bulls were heavier than the Nellore. The total digestible nutrients also was different for breeds ((P<0,09) the Nellore bulls showed the greatest means), and for concentrate levels (P<0,01). The digestibility of crude fiber and neutral detergent fiber, digestible and metabolizable energy of the diets was different for concentrate levels (P<0,01). The 20% and 40% concentrate diets showed the best crude fiber and neutral detergent fiber digestibility, respectively. The 80% concentrate diet showed the best total digestible nutrients, digestible and metabolizable energy. Fat and energy values in the empty body weight gain were greatest (P<0,01) for Brangus bulls and water, protein and ashes were greatest (P<0,01) for Nellore bulls. Protein and energy requirements for growth were different (P<0,01) for breeds, with values of 0.160 and 0.188 kg of protein and 3.02 and 2.66 Mcal of energy per kg of empty body gain, respectively for Brangus and Nelore bulls. These results showed that Brangus had greater net energy requirement for gain than Nellore. Probably the effect of concentrate levels was not expressive because the animals were young and had not reached the phase of higher fat deposition of the growth curve.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
1805653.pdf (790.18 Kbytes)
Data de Publicação
2002-10-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.