• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.71.2017.tde-30112017-091734
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Sanches Ranzani da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Vasconcellos, Camilo de Mello (Presidente)
Ferreira, Lucio Menezes
Ribeiro, Loredana Marise Ricardo
Silva, Fabiola Andrea
Sombrio, Mariana Moraes de Oliveira
Título em português
Descobrindo a Chácara e a Charqueada, pela arqueologia pública
Palavras-chave em português
Arqueologia Contemporânea
Arqueologia Histórica
Arqueologia Pública
Etnologia Arqueológica
História da Mulher
Patrimônio Arqueológico
Teoria e Método em Arqueologia
Resumo em português
O objetivo desta tese é analisar a relação entre saberes locais e arqueológicos na construção do conhecimento sobre o passado, usando da metodologia etnográfica, e com base nos conceitos de arqueologia pública e patrimônio arqueológico. Como estudo de caso, escolhi o sítio arqueológico "Charqueada Santa Bárbara", fragmento de uma antiga estancia de produção de charque (carne seca) de mesmo nome, em Pelotas/RS. Com isso, minha pesquisa esteve associada ao projeto O Pampa Negro: Arqueologia da escravidão na região meridional do Rio Grande do Sul (1780-1888), coordenado por Lucio Menezes Ferreira. Como ferramentas de análise, tomei como guia cinco conceitos específicos: representação social, memória, paisagem, narrativa e agência. Como resultado, defendo três pontos essenciais. Primeiro, que a arqueologia pública não se deixe fagocitar pelas estratégias de mercado, e permaneça como um veio da disciplina preocupado com produção de conhecimento crítico sobre o passado, e com uma postura engajada no presente. Segundo, que patrimônio é uma categoria Estatal de gestão do espaço e memória social. Como tal, ela não é análoga à relações de afeto desenvolvidas entre pessoas e coisas. Mas concede à arqueologia um poder, mesmo que pequeno, sobre as condições sociais e histórias que serão representadas no patrimônio arqueológico, e devemos usar esse poder pelo viés da arqueologia pública como defendo. Por fim, em consonância com os demais resultados, busquei produzir uma narrativa de história recente sobre os moradores que ainda vivem sobre o sítio arqueológico. Para isso, analisei suas materialidades cotidianas, que se mostraram mais representativas de suas histórias, e também de histórias mais críticas sobre o passado de Pelotas. Entre tantos temas identificados pela etnografia, escolhi falar sobre história das mulheres na Chácara.
Título em inglês
Uncovering the Chácara and the Charqueada, through public archaeology
Palavras-chave em inglês
Archaeological Ethnography
Archaeological Heritage
Contemporary Archaeology
Historical Archaeology
Public Archaeology
Theory and Method in Archaeology
Woman's History
Resumo em inglês
The aim of this thesis is to analyze the relationship between local and archaeological expertise in the construction of knowledge about the past, using an ethnographic method, and based on the concepts of public archeology and archaeological heritage. As a case study, I chose the archaeological site of "Charqueada Santa Bárbara", a fragment of an old plantation of charque production (jerked beaf) of the same name, in Pelotas/RS/Brazil. My research was associated to the project The Pampa Negro: Archeology of slavery in the southern region of Rio Grande do Sul (1780-1888), coordinated by Lucio Menezes Ferreira. Among so many themes identified by ethnography, I chose to talk about the history of women in Chácara Santa Bárbara. As tools of analysis, I followed the path of five particular concepts: social representation, memory, landscape, narrative, and agency. As a result, I advocate three essential points. First, public archeology must remain a branch of discipline concerned with producing critical knowledge about the past and an engaged political stance in the present while disallowing itself to be absorbed by marketing strategies. Second, heritage is a State category for space and social memory management. As such, it is not analogous to the affective relations developed between persons and things. Nonetheless, it gives archeology the power to help define social conditions and stories that will be represented in the archaeological heritage, and we must use that power to show critical and socially responsible versions of the past. Finally, according to these premises, I tried to produce a recent historical narrative about the residents who still live at Charqueada Santa Bárbara. For that, I analyzed their daily material culture, which were more representative of their life stories, and of more critical pictures of Pelotas' past.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-12-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.