• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.71.2015.tde-12082015-164534
Documento
Autor
Nome completo
Debora Leonel Soares
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Suñer, Marcia Maria Arcuri (Presidente)
Cavalcanti-schiel, Ricardo Antonio
Silva, Fabiola Andrea
Título em português
Xamanismo e cosmovisão andina: um estudo sobre práticas de curanderismo Mochica expressas na cerâmica ritual
Palavras-chave em português
Andes
Arqueologia
Iconografia
Mochica
Xamanismo
Resumo em português
Este trabalho propôs analisar a cerâmica ritual produzida pelos Mochica, sociedade que ocupou a costa norte peruana entre os séculos I e VIII d.C., com base em três eixos principais: o papel mediador de personagens geralmente entendidos como xamãs, ou sacerdotes; os rituais de sacrifício humano e os processos de verticalização do poder político; e as dinâmicas de transformação e suas implicações nas relações entre entes humanos e não humanos. Estes temas, observados na iconografia e morfologia dos artefatos estudados, orientaram o processo de identificação dos conjuntos cerâmicos selecionados para esta pesquisa. A análise pautou-se na identificação de atributos de personagens classificados como xamãs, curandeiros e sacerdotes, com o objetivo de problematizar a utilização de tais categorias no estudo da cultura material relacionada às práticas rituais Mochica. O debate sobre xamanismo foi inspirado pela teoria antropológica contemporânea que discute o "multinaturalismo ameríndio". A reflexão centrou-se nos conceitos de transição, movimento e transformação, temas estruturantes das práticas xamânicas e organização sociocosmológica andina.
Título em inglês
Shamanism and Andean Cosmovision: a study of Moche curanderismo practices depicted on the ritual ceramics
Palavras-chave em inglês
Andes
Archaeology
Iconography
Moche
Shamanism
Resumo em inglês
This dissertation proposes the analysis of ritual ceramic produced by the Mochica, society that occupied the Peruvian north coast between I and VIII centuries, based in three main axis: the mediator role of characters commonly interpreted as shamans or priests; the human sacrifices rituals and the increase of political power processes; and the transformation dynamics and their implications in the relations between humans and non-humans. This themes, observed in the iconography e morphology of the artifacts served as guide for the identification process of the selected ceramic conjuncts which were used in this study. The analysis was guided in the identification of characters classified as shamans, healers and priests, with the objective of problematize such categories in the studies of material culture related to Mochica mortuary practices. The debate about shamanism was inspired by contemporary anthropological theory that concerns to "multinaturalismo amerindio". Transitions concepts, movement and transformation, shamanic practices and cosmological of Andean organization are the topic of thoughts in the research.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-10-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.