• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.71.2015.tde-07072015-154149
Documento
Autor
Nome completo
Mirian Carbonera
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Alves, Marcia Angelina (Presidente)
Bitencourt, Ana Luisa Vietti
Loponte, Daniel Marcelo
Morais, Daisy de
Rogge, Jairo Henrique
Título em português
A ocupação pré-colonial do alto Rio Uruguai, SC: contatos culturais na Volta do Uvá
Palavras-chave em português
Alto rio Uruguai
Cerâmica
Contatos culturais
Guarani
Itararé-Taquara
Resumo em português
No alto rio Uruguai, pesquisas arqueológicas são realizadas desde 1950 e apontam a importância desse rio para os povoamentos pré-históricos. A variabilidade artefatual arqueológica encontrada nessa região, como ocorreu para outras áreas brasileiras, foi inicialmente organizada em fases e tradições, no âmbito da Ecologia Cultural. Nas últimas décadas, as pesquisas têm levantado novas informações sobre os caçadores-coletores relacionados à tradição Umbu e seus sistemas técnicos, que ocuparam a região na passagem Pleistoceno-Holoceno e sobre as sociedades ceramistas, Guarani e Itararé-Taquara, que colonizaram o alto Uruguai no último milênio. Com esta pesquisa, procuro trazer novos elementos sobre os contatos culturais estabelecidos entre as sociedades de agricultores ceramistas Guarani e Itararé-Taquara, que ocuparam a Volta do Uvá (alto rio Uruguai), durante o Holoceno tardio. O contato cultural é entendido aqui não somente como mecanismo de intercâmbio de bens já manufaturados, mas também de métodos e técnicas para elaborar a cerâmica. As análises tecnológicas e estilísticas realizadas nos conjuntos cerâmicos Guarani e Itararé-Taquara, evidenciam duas tradições culturais bem diferenciadas que, mesmo ocupando a região num mesmo bloco espaço-temporal, parecem ter tido um baixo grau de interação cultural, ao menos no que se refere aos conjuntos cerâmicos.
Título em inglês
Pre-colonial occupation of the upper Uruguay River, SC: cultural contacts at Volta do Uvá
Palavras-chave em inglês
Alto Uruguai River
Ceramic
Cultural contacts
Guarani
Itararé-Taquara
Resumo em inglês
In the region Alto Uruguai River, archeological research have been deveolped since 1950 and reinforce the importance of that river for the pre-historical people. The archeological artifactual variability found in that region, as it had occurred to other Brazilian areas, was initially organized in phases and traditions, according to Cultural Ecology field. Over the last decades, research has been raising new information about the collector-hunters related to Umbu tradition and their technical systems, which had occupied the region in the passage Pleistocene-Holocene and about the ceramist societies, Guarani and Itararé-Taquara, which colonized the region Alto Uruguai in the last millennium. By doing this research, it is aimed to suggest new elements on the cultural contacts established beteween the agricultural ceramist societies Guarani and Itararé-Taquara, that occupied the Volta do Uvá (Alto Uruguai River), during Late Holocene. The cultural contact is understood hereby, not only as mecanism for interchange of manufactured goods, but also methods and techniques to elaborate the ceramic. The technological and stylistic analysis performed in the ceramic sets Guarani and Itararé-Taquara, left evident two of the cultural traditions differenciated, which even occupying the region in the same space-time block, they seem to have had a low degree of cultural interaction, at least related to ceramic sets.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-10-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.