• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.71.2015.tde-06082015-144204
Documento
Autor
Nome completo
Diana Lorena Rodriguez Gallo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Scatamacchia, Maria Cristina Mineiro (Presidente)
Demartini, Célia Maria Cristina
Furlan, Sueli Angelo
Morais, Jose Luiz de
Pessenda, Luiz Carlos Ruiz
Título em português
Água e paisagem agrícola entre os grupos pré-hispânicos da Sabana de Bogotá - Colômbia
Palavras-chave em português
Agricultura pré-hispânica
Camellones
Muiscas
Sabana de Bogotá
Sistemas hidráulicos
Resumo em português
O Sistema Hidráulico de Campos Elevados de Cultivo, Camellones, construído ao longo de 2500 anos pelos grupos pré-hispânicos da Sabana de Bogotá, Colômbia, é o tema central da presente tese. O nosso trabalho focou na relação estabelecida entre estes grupos e a água, para determinar de que maneira a interação entre ambos levou a uma forma particular de exploração dos recursos e de ocupação do território. O objetivo geral da pesquisa foi entender como foi organizada a espacialidade e as atividades cotidianas, especificamente durante o período Muisca Tardio (1000 - 1550 DC), em torno do sistema hidráulico, isto é, como se construiu uma paisagem agrícola em um ecossistema de águas abertas, e como mudou essa paisagem com a colonização espanhola durante a segunda metade do século XVI. Apoiados nos conceitos e elementos teóricos da Arqueologia da Paisagem e da Ecologia Histórica, e nos dados arqueológicos, paleo-ambientais, documentais e na fotointerpretação, desenvolvemos uma análise que permitiu estabelecer que o sistema de camellones foi o resultado da inter-relação homem-meio em que os homens criaram uma forma de viver em um meio alagadiço e com grandes áreas de pântano permanente, construindo longos canais para controlar a água, criando áreas de mitigação das enchentes, obstruindo a confluência de alguns rios e elevando os campos para cultivo. A água, longe de ser um problema, se transformou no eixo de um sistema que não só provia alimentos mas também recursos derivados da pesca e da caça. Esta paisagem mudou drasticamente com a colonização espanhola, já que ela transformou o sistema social e produtivo dos Muiscas, o qual sustentava o sistema hidráulico. A mudança na forma de posse da terra, no tipo de plantas cultivadas, na introdução de elementos completamente alheios como o gado, somado à queda populacional, ao rompimento dos laços comunitários tradicionais, enfim, o desabamento do mundo que até então tinham conhecido, dificultou a reprodução social das estruturas necessárias para que o sistema hidráulico sobrevivesse.
Título em inglês
Water and agricultural landscape among pre-Hispanic groups in Sabana de Bogotá, Colombia
Palavras-chave em inglês
Hydraulic systems
Muiscas
Pre-Hispanic agriculture
Raised fields
Sabana de Bogotá
Resumo em inglês
The Hydraulic System of Raised Fields Cultivation, Camellones, built throughout 2500 years by pre-Hispanic groups from the Sabana de Bogotá, Colombia, is the central theme of this thesis. Our work focused the relationship between these groups and the water, to determine how the interaction between them led to a particular form of exploitation of resources and occupation of the territory. The overall objective of the research was to understand how it was organized the spatiality and quotidian activities, specifically during the Late Muisca period (1000 - 1550 AD), around the hydraulic system, that is, how it was built an agricultural landscape in an ecosystem of open water, and how this landscape changed with the Spanish colonization during the second half of the sixteenth century. Building on the concepts and theoretical elements of Landscape Archaeology and Historical Ecology, as well as archaeological, paleo-environmental, documentary data and photointerpretation, we developed an analysis that determined that the system of camellones was the result of the inter-relationship man-environment in which men have created a way to live in a wetland environment and with large areas of permanent swamp, building long channels to control the water, creating areas of mitigation of floods, blocking the confluence of some rivers and raising the fields for cultivation. The water, far from being a problem, has become the axis of a system that not only provided food but also the proceeds of fishing and hunting. This landscape has changed dramatically with the Spanish colonization, as it transformed the social and productive system of Muiscas, which supported the hydraulic system. The change in the form of land tenure, the type of crops, the introduction of completely unrelated elements such as cattle, added to the population decline, the breakdown of traditional community ties, ultimately, the collapse of the world that they had hitherto known, difficult the social reproduction of the structures necessary for the hydraulic system to survive.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-10-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.