• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2018.tde-27042018-100540
Documento
Autor
Nome completo
Keila Kiyomi Seki
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Barbosa, Maria Clara Padoveze Fonseca (Presidente)
Felix, Adriana Maria da Silva
Figueiredo, Rosely Moralez de
Gryschek, Anna Luiza de Fatima Pinho Lins
Título em português
Conhecimentos e Comportamentos dos profissionais de saúde sobre precauções padrão e específicas: uma intervenção educativa na prática da atenção primária à saúde
Palavras-chave em português
Aprendizagem Baseado em Problemas
Atenção Primária à Saúde
Enfermagem
Infecção Hospitalar
Precauções Universais
Resumo em português
Introdução: Visando a prevenção da transmissão de microrganismos, o Centers for Disease Control and Prevention (CDC), recomenda a aplicação de conjuntos de medidas denominadas Precauções Padrão (PP) e Precauções Específicas (PE). Assim, um dos grandes desafios dos serviços de saúde em especial na Atenção Primária à Saúde (APS) é identificar as lacunas dos conhecimentos e comportamentos concernentes a PP e PE. Objetivo: Avaliar os conhecimentos e o comportamento autoreferidos dos profissionais de saúde da APS sobre PP e PE e propor uma intervenção educativa baseada em casos. Métodos: Trata-se de um estudo longitudinal, prospectivo e de intervenção, desenvolvido por meio de uma abordagem quantitativa, cujo percurso metodológico ocorreu em seis momentos. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de um questionário previamente validado de avaliação de conhecimento dos profissionais com relação à PP e PE e de avaliação de comportamento auto-referido sobre boas práticas de precauções. O questionário abordou as seguintes dimensões relativas ao conhecimento e comportamento sobre PP e PE: Identificação de risco, Higienização das mãos, Uso de luvas comum, Uso de máscaras e a etiqueta de tosse e Medicação segura e descarte de material perfurocortante. Realizou-se uma intervenção educativa, por meio do método de Aprendizagem Baseada em Casos (ABC) no qual foram entregues estudos de casos extraídos da vivência prática do pesquisador. O questionário foi aplicado pré e pós esta intervenção. A coleta de dados foi realizada em uma Unidade Básica de Saúde do município de São Paulo, tendo como população alvo profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF) e do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) que atuavam diretamente na assistência. Os dados foram analisados de acordo com cada momento, por meio de estatística descritiva e apresentada em forma de gráficos e tabelas. Resultado: A análise dos dados nos permitiu identificar que os profissionais de saúde da APS apresentaram fragilidade em relação ao conhecimento e ao comportamento auto referido sobre o uso da PP e PE. Os valores de acertos individuais variaram, respectivamente: de 36,3% a 100% no momento I e de 50% a 100% no momento IV. A intervenção educativa obteve resultados positivos, embora não tenha sido plenamente eficaz por não ter conseguido atingir mudanças relevantes em todas as dimensões avaliadas. O número de questões que obtiveram menos de 70% de profissionais que acertaram foi respectivamente 15 no momento I e 10 no momento IV. Contudo, este modelo de intervenção educativa pode ser considerada uma importante ferramenta para promover reflexão e oportunidade de aprendizagem a todos os trabalhadores da área de saúde, tornando-os críticos de suas próprias atitudes e fornecendo instrumento para combater situações de risco para aquisição de patógenos nas unidades de saúde. Conclusão: O presente estudo trouxe contribuições importantes para o conhecimento sobre o tema dentro da APS, destacando as deficiências de conhecimento e comportamento autoreferido dos profissionais na APS e propondo uma intervenção educativa que contribui potencialmente para mudança neste cenário.
Título em inglês
Behaviour and knowledge of health professionals on standard and specific precautions: a educational intervention in practice of primary health care
Palavras-chave em inglês
Hospital infections
Learning Based on cases
Nursing
Primary Health Care
Universal Precautions
Resumo em inglês
Introduction: In order to prevent the transmission of microorganisms, the Centers for Disease Control and Prevention (CDC) recommends the implementation of joint measures known Standard Precautions (PP) and Specific Precautions (PE). Thus one of the challenges of non-hospital health services, especially in primary health care (PHC) is to identify gaps in knowledge and behavior concerning PP and PE. Objective: To evaluate the knowledge and self-reported behavior of APS professionals on PP and PE and propose an educational intervention. Methods: This is a longitudinal study, prospective and intervention, developed through a quantitative approach, whose methodological approach occurred in six moments.Data collection was performed by applying a previously validated questionnaire assessment of professional knowledge with regard to PP and PE and assessment of self-reported behavior on good practices precautions. The questionnaire included the following dimensions for the knowledge and behavior of PP and PE: "Risk Identification", "Handwashing", "Use of common gloves," "Using masks and cough etiquette" and "Safe Medication and disposal of sharps. An educational intervention was carried out, using Case- Based Learning (ABC) method in which case studies were extracted from the practice of research experience. The questionnaire was applied before and after this intervention. Data collection was performed at a Basic Health Unit in the city of São Paulo, whose target population was the Health Strategy professionals Family (ESF) and the Support Center for Family Health (NASF) working directly in assistance. Data were analyzed according to each moment through descriptive statistics and presented in graphics and tables Results: The data analysis allowed us to identify that health professionals at APS showed weakness in relation to knowledge and the selfreported conduct on the use of PP and PE. The individual values ranged, respectively: 36.3% to 100% in the moment I and 50% to 100% at moment IV. The educational intervention model positive results, although it was not fully effective for failing to achieve significant changes in all dimensions evaluated. The number of questions that have obtained less than 70% of professionals who agreed was respectively 15 in the moment I and 10 at moment IV. The educational intervention can be considered an important appliance to promote reflection and learning opportunity to all workers in the health area, making them critical of their own attitudes and providing a tool to combat risk situations for the acquisition of pathogens in units health. Conclusion: This study has brought important contributions to the knowledge on the subject within the APS, highlighting the deficiencies of knowledge and self-reported behavior of professionals in APS and proposing an educational intervention that potentially contribute to change this scenario.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-05-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.