• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2014.tde-20012015-105035
Documento
Autor
Nome completo
Priscila Costa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Kimura, Amélia Fumiko (Presidente)
Belli, Maria Aparecida de Jesus
Brandon, Debra Huffman
Bueno, Mariana
Camargo, Patrícia Ponce de
Título em português
Elaboração de um escore de risco para remoção não eletiva do cateter central de inserção periférica em neonatos
Palavras-chave em português
Administração Intravenosa
Cateterismo Venoso Central
Dispositivos de Acesso Vascular
Enfermagem
Enfermagem Neonatal
Fatores de Risco
Recém-nascido
Terapia Intensiva Neonatal
Resumo em português
Introdução: O Cateter Central de Inserção Periférica (CCIP) é um dispositivo vascular central inserido através de veias periféricas que permite a infusão de soluções hiperosmolares e medicações por tempo prolongado. Complicações mecânicas e infecciosas podem ocorrer com seu uso, resultando em remoção não eletiva do cateter. Um escore de risco para remoção não eletiva do CCIP que considere conjuntamente o valor prognóstico ponderado de diversos fatores de risco representa uma ferramenta valiosa para o planejamento do cuidado de enfermagem com enfoque na prevenção ou atenuação dos fatores identificados, e consequente melhoria da qualidade da assistência. Objetivo: Elaborar um escore de risco para remoção não eletiva do cateter central de inserção periférica em neonatos. Método: Estudo de coorte com coleta prospectiva de dados realizado no período de 31 de agosto de 2010 a 30 de agosto de 2012 com 436 recém-nascidos internados em uma unidade de terapia intensiva neonatal de um hospital terciário em São Paulo submetidos à instalação de 524 CCIPs. As variáveis relacionadas às características clínicas do neonato, à técnica de inserção do cateter e à terapia intravenosa que indicou a instalação do CCIP foram analisadas quanto ao seu potencial preditivo para remoção não eletiva do CCIP através de análise bivariada, e posterior regressão logística. O escore de risco ponderado foi construído baseado na razão de chances das variáveis preditoras e sua acurácia foi avaliada através da área sob a curva ROC (Receiver Operating Characteristic). Resultados: O escore de risco foi composto pelos seguintes fatores de risco: diagnóstico de transtorno transitório do metabolismo (hipoglicemia, hiperglicemia, distúrbios do cálcio, magnésio, sódio e potássio), inserção prévia do CCIP, uso do CCIP 2.0 French de poliuretano com dupla via, infusão de múltiplas soluções endovenosas através do CCIP 1.9 French de silicone com única via, e posição não central da ponta do CCIP. Sua acurácia foi de 0,76 [IC 95%: 0,73-0,78]. Sua aplicação permitiu classificar os recém-nascidos em três categorias de risco: baixo (0 a 3 pontos), moderado (4 a 8 pontos) e alto ( 9 pontos) risco para remoção não eletiva. Conclusão: Recomenda-se a adoção de estratégias preventivas da remoção não eletiva do CCIP baseadas em evidência de acordo com a classificação e fatores de risco do recém-nascido. Além disso, sugere-se evitar a inserção de múltiplos cateteres, a posição não central da ponta do CCIP, e a instalação de cateteres de silicone de única via para a administração de cinco ou mais classes de soluções endovenosas.
Título em inglês
Development of a risk score for nonelective removal of peripherally inserted central catheters in neonates
Palavras-chave em inglês
Administration Intravenous
Central Venous Catheterization
Infant newborn
Intensive Care Neonatal
Neonatal Nursing
Nursing
Risk factors
Vascular Access Devices
Resumo em inglês
Background: Peripherally Inserted Central Catheter (PICC) is a central vascular access device inserted via cannulation of a peripheral vein that allows the infusion of hyperosmolar solutions and medications over a prolonged dwell time. Mechanical and infectious complications can result from its use leading to nonelective removal of the device. A risk score for nonelective removal of PICC-lines that considers jointly a weighted prognostic value of several risk factors can represent a valuable tool for planning the nursing care focused on preventing or modifying identified risk factors, and thereby improving the quality of care. Aim: To develop a risk score for nonelective removal of PICCs in infants. Methods: A cohort study with prospective data collection between August 31, 2010 and August 30, 2012 in 436 infants admitted to a tertiary-level neonatal intensive care unit in São Paulo and submitted to 524PICC insertions. Variables related to the clinical characteristics of the neonate, the technique of catheter insertion, and intravenous therapy that indicated PICC were analysed for their nonelective predictive potential through bivariate analysis, followed by a logistic regression. Predictors were weighted points proportional to their odds ratio in order to develop the risk score. The accuracy of the risk score model was examined by calculating the area under the receiver operating curve (AUC). Results: The risk score was composed of the following risk factors: diagnose of transitory metabolic disorders (hyperglycaemia, hypoglycaemia, disorders of calcium, magnesium, sodium or potassium), previous PICC line insertion, insertion of 2.0 French dual-lumen polyurethane PICC, noncentral tip position, and multiple intravenous solutions in a 1.9 French single-lumen silicone PICC. The accuracy of the risk score was of AUC=0.76 [IC 95%: 0.73-0.78]. Its application allowed classify newborns into three nonelective removal risk categories: a low-risk group (0-3 points), a moderate-risk group (4-8 points), and a high-risk group ( 9 points). Conclusion: It is recommended the adoption of evidence-based preventive measures according to the classification and risk factors of the newborn in order to avoid nonelective removal of PICC. The avoidance of repeated PICC insertions, noncentral tip position, and placement of single-lumen silicone PICCs for administration of five or more intravenous solutions is suggested.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-03-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.