• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2015.tde-14102015-105041
Documento
Autor
Nome completo
Leia Alves Kaneto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Damião, Elaine Buchhorn Cintra (Presidente)
Kimura, Amélia Fumiko
Nascimento, Lucila Castanheira
Título em português
Oficina educativa sobre monitorização glicêmica para crianças escolares com diabetes mellitus tipo 1
Palavras-chave em português
Automonitorização da Glicemia
Criança
Diabetes Mellitus Tipo 1
Educação em Saúde
Enfermagem Pediátrica
Resumo em português
Introdução: O processo educativo e de suporte deve ser permanente e compartilhado, tendo o indivíduo com diabetes como o centro de toda a ação. A automonitorização glicêmica é, em geral, a primeira prática de autocuidado ensinada à criança com diabetes mellitus tipo 1 (DM1) em seu processo de autonomia no manejo da doença. Objetivos: Geral: Avaliar a efetividade da oficina educativa no desempenho da técnica de monitorização glicêmica capilar em crianças escolares com diagnóstico de DM1; Específicos: Verificar os Índices de Conformidade do procedimento da técnica de monitorização glicêmica das crianças escolares com DM1 antes e após serem submetidas à oficina educativa e comparar os Índices de Conformidade, pré- e pós-oficina, da técnica de automonitorização glicêmica das crianças com DM1 que serão submetidas à oficina educativa. Método: Trata-se de um estudo quantitativo, quase-experimental, pré-teste e pós-teste. Participaram do estudo 33 crianças escolares, de 6 a 11 anos, com DM1 há mais de um ano, usuárias de dois ambulatórios infantis de endocrinologia de um complexo hospitalar do município de São Paulo. Após a concordância dos pais e o assentimento da criança, foram assinados, respectivamente, o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e o Termo de Assentimento. A coleta de dados foi realizada por meio do emprego dos seguintes instrumentos: 1) Dados sociodemográficos; 2) Perfil de monitorização glicêmica e 3) Passos da técnica de monitorização glicêmica, antes da oficina educativa. Os instrumentos 2 e 3 foram reaplicados um mês e meio após o término da oficina. Resultados: Verificou-se que houve resultados estatísticos significativos para três passos da técnica de automonitorização glicêmica: trocar a lanceta do lancetador (p=0,021), pressionar o local de punção (p=0,057) e desprezar o material utilizado em recipiente adequado para perfurocortantes (p=0,004). A oficina educativa também foi eficaz para provocar mudança de comportamento nas crianças, uma vez que elas conseguiram sair de uma média de conformidade de 5,3 passos corretos da técnica de monitorização, para 6,58 passos, ou seja, passaram a executar um passo a mais em conformidade em relação ao que vinham realizando. Conclusão: A oficina educativa, por meio de atividades lúdicas, foi uma ferramenta eficaz para melhorar o desempenho da execução da técnica de automonitorização glicêmica capilar realizada por crianças escolares com DM1.
Título em inglês
Educational workshop on glucose monitoring for school children with diabetes mellitus type 1
Palavras-chave em inglês
Child
Diabetes Mellitus Type 1
Health Education
Pediatric Nursing
Self-monitoring of blood glucose
Resumo em inglês
Introduction: In the case of diabetes, care must be patient-centered and the educational process and support must be permanent and shared. Blood glucose monitoring is generally the first practice of self-care taught to children with diabetes mellitus type 1 (DM1) to grant them autonomy to manage their disease. Objectives: General: To evaluate the effectiveness of the educational workshop on the performance of the capillary blood glucose monitoring technique in school children diagnosed with DM1; Specific: To check Compliance Indices of the blood glucose monitoring technique of school children with DM1 before and after being subjected to the educational workshop and to compare Compliance Indices, pre- and post-workshop, of the glucose monitoring technique of children with DM1 to be submitted to the educational workshop. Method: This is a quantitative quasi-experimental pretest and posttest study. The study included 33 school children, 6-11 years of age, with DM1 for more than a year, attended at two endocrinology pediatric clinics of a hospital complex in São Paulo. The Informed Consent Form and the Child Assent Form were signed by parents and children, respectively, upon agreeing with the protocol. Data collection was conducted through the use of the following instruments: 1) sociodemographic data; 2) glycemic profile monitoring and 3) steps for the glucose monitoring technique before the educational workshop. Steps 2 and 3 were reapplied six weeks after the end of the workshop. Results: We found that there were statistical significant results for three steps of the self-monitoring blood glucose technique: replacing the lancet of the lancing device (p = 0.021), press the puncture site (p = 0.057) and dispose of the material used in a suitable container for needles and other sharps (p = 0.004). The educational workshop was also effective to promote behavior changes in children, as they were able to move from an average of 5.3 correct steps in the compliance monitoring technique, to 6.58 steps. Therefore, they started to perform one more step correctly than they had previously done. Conclusion: The educational workshop using play activities was an effective tool to improve the performance of the capillary blood glucose monitoring technique performed by school children with DM1.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-11-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.