• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2009.tde-11012010-123657
Documento
Autor
Nome completo
Diego Vinicius Pacheco de Araújo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Zoboli, Elma Lourdes Campos Pavone (Presidente)
Massad, Eduardo
Oselka, Gabriel Wolf
Título em português
A caracterização do alfabetismo funcional em usuários do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo: recomendações para a redação do termo de consentimento livre e esclarecido
Palavras-chave em português
Bioética
Escolaridade
Ética em pesquisa
Termo de consentimento
Resumo em português
Os objetivos deste estudo são: descrever o nível de alfabetismo funcional dos usuários do ambulatório do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo; comparar o nível de alfabetismo funcional dos usuários ambulatoriais do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP) com os do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA); identificar recomendações para adequar a redação do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido utilizado nas pesquisas do HCFMUSP ao nível de alfabetismo de seus usuários. Trata-se de um estudo transversal quantitativo com 399 sujeitos, a amostra foi intencional, selecionada entre usuários dos ambulatórios do HCFMUSP. A coleta de dados utilizou um instrumento que continha um texto em prosa compatível para a avaliação das habilidades de leitura necessárias para a compreensão de um TCLE. Os dados apontam que mais de 46,6% dos entrevistados foram classificados como analfabetos funcionais, desses, 12,7% sequer foram capazes de entender a tarefa proposta no texto lido. Apesar disto, quase 50% dos entrevistados declararam ter ao menos iniciado o ensino médio. Os resultados e as orientações para a redação de texto centrada no leitor permitiu que elaborássemos recomendações para tornar os termos de consentimento mais fáceis de ler. Recomendamos que o pesquisador elabore o TCLE como um texto em estrutura narrativa, dirigido ao leitor, usando palavras e termos familiares aos sujeitos, ou seja, termos comuns à linguagem dos sujeitos e à linguagem médica. Além de contribuir para melhorar a relação entre o sujeito e o pesquisador, acredita-se que estas recomendações possam contribuir para a diminuição do tempo de tramitação de projetos de pesquisa, já que os problemas na redação do TCLE motivam boa parte das pendências que retardam este andamento
Título em inglês
The functional literacy characterization among users of the Hospital das Clinicas, Faculty of Medicine, University of São Paulo: recommendations for the wording of informed consent form
Palavras-chave em inglês
Bioethics
Consent Forms
Educational Status
Ethics Research
Resumo em inglês
This study aimed to describe the literacy of the patients at the Hospital das Clinicas, Faculty of Medicine, University of Sao Paulo; compare literacy between the patients at the Faculty of Medicine, University of Sao Paulo (HCFMUSP) and those at the Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA); and recommend how to suit the Consent Form in research protocols to HCFMUSP patients literacy .This is a quantitative cross-sectional study with 399 subjects. Sample was intentionally selected among users of ambulatory HCFMUSP. Data collection used a narrative text compatible for assessing the reading skills needed for understanding consent forms. Results point out that 46.6% of the respondents were funcionally illiterate, and 12.7% of them were not even able to understand the task presented in the questions. Despite this, almost 50% of the respondents declared that they had, at least, started the high school. Based on the results and guidelines for writing texts centered on subjects literacy we recommend how to make consent forms easier for reading. We recommend that researchers write consent forms as a narrative texts addressed to the research subject reader; use words and expressions suitable to subjects culture and literacy. In other words, researchers should use words common to both languages: the popular language spoken by the patients and the medical language. We believe that these recommendations might improve the relationship between researchers and subjects and, as well, reduce the time taken to obtain the ethical approval of research projects
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Diego_Araujo.pdf (1.14 Mbytes)
Data de Publicação
2010-01-28
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • ARAUJO, D. V. P., Zoboli ELCP, e MASSAD, E. Como tornar os termos de consentimento mais fáceis de ler? [doi:10.1590/S0104-42302010000200011]. Revista da Associação Médica Brasileira (1992. Impresso) [online], 2010, vol. 56, p. 151-156.
  • ARAUJO, D. V. P., and ZOBOLI, E. L. C. P. Bioethics and research ethics: the case of Brazil. In The 9th World Congress of Bioethics, Rijeka, 2008. Book of Abstracts., 2008. Abstract.
  • Zoboli ELCP, et al. Contrubuições da Bioética para uma nova atenção básica. In Chiesa AM, Fracolli LA, e Zoboli ELCP. Promoção da saúde da criança: a experiência do projeto Nossas Crianças: janelas de oportunidades. Organizador. São Paulo : MSPrado Editora e Gráfica Ltda, 2009{Volume}. cap. 1, p. 161-178.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-11012010-123657/
  • ZOBOLI, E. L. C. P., e ARAUJO, D. V. P. Questões éticas na atenção à saúde do adolescente. In Ana Luiza Vilela Borges, Elizabeth Fujimori. Enfermagem e a saúde do adolescente na atenção básica. Organizador. Barueri - SP : Manole, 2009{Volume}, p. 249-282.http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7141/tde-11012010-123657/
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.