• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2014.tde-06112014-105922
Documento
Autor
Nome completo
Maykon Diego Melo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Egry, Emiko Yoshikawa (Presidente)
Ciosak, Suely Itsuko
Rehem, Tania Cristina Morais Santa Barbara
Título em português
Internações por Condições Sensíveis à Atenção Primária em Guarulhos: um olhar da enfermagem em saúde coletiva
Palavras-chave em português
Atenção Primária à Saúde
Enfermagem
Hospitalização
Saúde Pública
Resumo em português
Introdução: As Internações por Condições Sensíveis à Atenção Primária (ICSAP) correspondem a um indicador empregado em diferentes países, inclusive no Brasil, com a finalidade de avaliação indireta da qualidade, resolubilidade e acesso oportuno dos cuidados de saúde primários. Poucos são os estudos nacionais que interpretam os resultados das ICSAPs na visão realista da Saúde Coletiva e da Determinação Social do processo saúde-doença. Objetivo: Conhecer o panorama das ICSAPs de residentes no município de Guarulhos (SP) e relacionar os aspectos sociais que determinam o perfil dessas internações. Método: Pesquisa ecológica realizada em 2014 que utilizou elementos secundários das hospitalizações dos anos 2008 a 2012 disponíveis nos bancos de dados do Sistema de Informações Hospitalares do Sistema Único de Saúde (SIH-SUS) (de acesso público eletronicamente), sustentado pela Teoria de Intervenção Práxica da Enfermagem em Saúde Coletiva. A compreensão do fenômeno das ICSAPs na realidade de Guarulhos foi alcançada por meio de duas categorias de análise: 1) Políticas e produção de saúde no município com destaque para a APS e 2) Perfis de saúde-doença com destaque nas ICSAPs. Os grupos de diagnósticos sensíveis foram obtidos com base na Lista Brasileira de ICSAP, com as informações tabuladas sob o auxílio do aplicativo Tabwin (Versão 3.5) e analisadas por meio de estatística descritiva simples em uma planilha eletrônica do Microsoft Excel®. Resultados: A taxa de ICSAP seguiu trajetória ascendente, com variação percentual positiva de 20%, sendo que o total de ICSAP, em relação às hospitalizações gerais (exceto partos), foi de 16,2% (47.703 internações). Verificou-se relação inversa entre a cobertura populacional por equipes de Saúde da Família e a ocorrência de ICSAP. O sexo masculino foi o mais acometido pelas internações sensíveis, porém com diferença de apenas 3% em relação ao sexo feminino. Constatou-se na análise das ICSAPs por faixa etária que o número de internações é diretamente proporcional aos extremos da idade, ou seja, crianças e idosos apresentaram maior percentual de hospitalizações evitáveis. As cinco principais causas de internações sensíveis foram: insuficiência cardíaca, doenças cerebrovasculares, angina, pneumonias bacterianas e infecções no rim e trato urinário; e os principais grupos de diagnósticos registrados com variação positiva foram: doenças preveníveis por imunização e condições sensíveis, infecções no ouvido, nariz e garganta e anemia. Relacionam-se tais resultados aos pífios indicadores sociais apresentados no município, somados às grandes áreas de vulnerabilidade social disposta no território guarulhense. Conclusão: O aumento na taxa de ICSAP revela a fragilidade dos sistemas ambulatoriais, com ênfase na atenção primária. A consolidação das Redes de Atenção à Saúde (RAS), voltadas para as doenças crônicas, deve ser alcançada com o entendimento da determinação social no processo de adoecimento da população, integralizando diferentes setores públicos no intuito de oportunizar a assistência com qualidade, principalmente aquela promovida pelos cuidados primários.
Título em inglês
Hospitalizations for Ambulatory Care Sensitive Conditions in Guarulhos, São Paulo: a view of nursing in public health
Palavras-chave em inglês
Hospitalization
Nursing
Primary Health Care
Public Health
Resumo em inglês
Introduction: Hospitalizations for Ambulatory Care Sensitive Conditions (ACSC) correspond to an indicator used in different countries, including Brazil, in order to indirectly assess the quality, resolution and timely access to primary care. There are few national studies that interpret the results of the ACSCs realistic view of Public Health and Social Determination of the health-disease process. Objective: To understand the landscape of ACSCs residents of the municipality of Guarulhos (São Paulo) and relate the social aspects that determine the profile of these hospitalizations. Method: Ecological research conducted in 2014 used a secondary elements of hospitalizations the years 2008-2012 available in the databases from the Hospital Information System of the Unified Health System (HIS-UHS) (electronically for public access), supported by the Praxical Theory of Intervention of Collective Health Nursing. Understanding the phenomenon of ACSCs actually Guarulhos was achieved through two categories of analysis: 1) Policies and health production in the municipality especially the APS and 2) Profiles of health and disease with emphasis on ACSCs. Groups of sensitive diagnoses were obtained from the Brazilian List ACSC with the information tabulated under the aid of Tabwin application (version 3.5) and analyzed using simple descriptive statistics on a spreadsheet in Microsoft Excel®. Results: The rate of ACSC followed an upward trend, with positive percentage change of 20%, and the total ACSC in relation to general admissions (excluding obstetrics), was 16.2% (47,703 admissions). There was an inverse relationship between population coverage by family health teams and the occurrence of ACSC. Males were more affected by sensitive admissions, but with a difference of only 3% compared to females. It was found in the analysis of ACSCs by age group the number of admissions is directly proportional to the extremes of age, i.e. children and elderly had the highest percentage of avoidable hospitalizations. The five main causes of sensitive admissions were: heart failure, cerebrovascular disease, angina, pneumonia and bacterial infections in the kidney and urinary tract; and major diagnostic groups registered a positive variation were preventable by immunization and sensitive conditions, infections in the ear, nose and throat and anemia. Relate these results to the meager social indicators in the city, added to the large areas of social vulnerability in willing Guarulhoss territory. Conclusion: The increased rate of ACSC reveals the fragility of outpatient systems, with emphasis on primary care. Consolidation of Health Care Networks (SAN), facing chronic diseases, should be achieved by understanding the social determinants of illness in the process of population, paying in different public sectors in order to nurture the quality care, especially that promoted by primary care.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.