• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2014.tde-05112014-115040
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Martins de Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Verissimo, Maria De La Ó Ramallo (Presidente)
Cruz, Dina de Almeida Lopes Monteiro da
Mello, Débora Falleiros de
Sigaud, Cecília Helena de Siqueira
Zapparoli, Eliana Campos Leite
Título em português
Desenvolvimento infantil: análise de conceito e revisão dos diagnósticos da NANDA-I
Palavras-chave em português
Classificações
Desenvolvimento infantil
Diagnóstico de enfermagem
Enfermagem pediátrica
Formação de conceito
Resumo em português
O desenvolvimento infantil (DI) é o fenômeno relativo ao período mais vulnerável do desenvolvimento humano e mais responsivo aos estímulos e às terapias, quando necessário. A enfermagem atua na promoção do DI orientando as famílias no atendimento às necessidades essenciais das crianças. No entanto, os diagnósticos de enfermagem da NANDA-I relativos ao desenvolvimento são inconsistentes, dificultando elaborar um plano de cuidados de qualidade. Para que o processo de enfermagem aborde este fenômeno em toda sua complexidade, fez-se necessário revisar o conceito e os diagnósticos de enfermagem relativos ao DI. Objetivos: Realizar análise de conceito do termo DI; validar a definição de DI proposta; revisar os diagnósticos sobre desenvolvimento da NANDA-I; submeter os diagnósticos revisados à análise do conteúdo. Método: Análise de conceito segundo o Modelo Híbrido, em três fases: fase teórica com revisão bibliográfica em 12 bases de dados e livros; fase de campo, com pesquisa qualitativa com profissionais que atendem crianças; fase analítica, de articulação dos dados das fases anteriores e análise segundo a Teoria Bioecológica do Desenvolvimento. A definição de DI obtida pela análise de conceito foi validada por peritos em um grupo focal. Os dados da análise de conceito subsidiaram a revisão dos diagnósticos da NANDA-I, os quais foram submetidos à análise de conteúdo por enfermeiros juízes. Projeto aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa e com apoio da FAPESP (Processo 2011/51012-3). Resultados: Na análise de conceito, foram encontrados os atributos, antecedentes, consequências e definições do termo desenvolvimento infantil, mediante revisão de 256 artigos em 12 bases de dados e livros de referência, e entrevistas com 10 profissionais. São antecedentes: aspectos relacionados à gestação; fatores intrínsecos da criança; fatores relacionados ao contexto, destacando as relações e o cuidado à criança; aspectos sociais. São consequências do DI: melhor qualidade de vida, oriunda de melhor desempenho individual, numa perspectiva mais imediata, bem como possibilitar conquistas futuras, impactando na sociedade. Os atributos são os comportamentos e as habilidades da criança. As definições correspondem a perspectivas maturacionais, contextuais, ou a ambas. A definição elaborada a partir da análise dos dados, e validada por nove peritos no tema, expressa a magnitude do fenômeno e apresenta fatores não explorados em outras definições, como a criança ativa em seu processo de desenvolvimento e o cuidado como central neste processo. Os diagnósticos Atraso no crescimento e desenvolvimento e Risco de atraso no desenvolvimento da NANDA-I foram revisados, sendo propostos em substituição Atraso no desenvolvimento infantil e Risco de atraso no desenvolvimento infantil. Estes obtiveram acima de 80% de concordância na análise de conteúdo por 18 enfermeiros. O novo diagnóstico Disposição para desenvolvimento infantil melhorado, obteve 61% de concordância do enunciado, com questionamentos sobre os termos, mas não foi modificado, pois segue a nomenclatura proposta pela taxonomia; a maioria das características definidoras teve concordância acima de 80%. Conclusão: A análise de conceito proporcionou uma definição de DI que subsidiou novos diagnósticos para melhorar a atuação do enfermeiro. O alto índice de concordância dos enfermeiros na análise de conteúdo dos diagnósticos reforçou a necessidade desta revisão.
Título em inglês
Child development: concept analysis and NANDA-Is diagnoses review
Palavras-chave em inglês
Child development
Classification
Concept formation
Nursing diagnosis
Pediatric nursing
Resumo em inglês
Child development (CD) is a phenomena related to the most vulnerable period of human development and the most responsive to stimulus and to therapies when they are necessary. Nurses act on the promotion of CD through the guidance of families for attendance of childrens essential needs. However, the NANDA-Is nursing diagnoses related to CD are inconsistent, making harder a qualified care planning. Aiming to approach the CD comprehensively in the nursing process, the review of concept and of the nursing diagnoses related to CD was necessary. Objectives: Performing the analysis of concept of the term Child Development; validating the proposed definition for CD; reviewing the NANDA-Is diagnosis about development; submitting the revised NANDA-Is diagnoses to content analysis. Method: Concept analysis according to Hybrid Model was performed in three phases: theoretical phase, including a bibliographic review in scientific databases and books; field phase, which was a qualitative research with professionals who care for children; analytical phase, which included the articulation of data from previous phases and then the analysis according to the Development Bioecological Theory. The definition of CD which was obtained from the concept analysis was validated by experts in a focus group. The data from concept analysis were used for review the NANDA-Is diagnoses. The reviewed diagnoses were undergone to content analysis by judge nurses. Project approved by Ethical Research Committee and supported by FAPESP (Process 2011/51012-3). Results: Through the concept analysis using 256 articles from 12 databases, books, and interviews with 10 professionals, were found the attributes, antecedents, consequences and definitions of the term child development. The antecedents were: aspects related to pregnancy; child intrinsic factors; context-related factors, with highlight on relationships and childrens care; social aspects. The CDs consequences were: better quality of life arising from better individual performance, in a most immediate perspective, as well as improve future conquests with possible impact on society. The attributes are childs behaviors and abilities. The definitions corresponded to maturational perspectives, to contextual perspectives or both. The definition elaborated from data analysis and validated for nine themes experts, expresses the magnitude of the phenomena and presents factors which were not explored by the current definitions, such as the active participation of children during their process of development and care as central in this process. The diagnoses Delayed growth and development and Risk for delayed development, described in NANDA-I, were revised and replaced for Delayed child development and Risk for delayed child development. These diagnoses presented over 80% of concordance in the content analysis by 18 nurses. The new diagnose Readiness for improved child development presented 61% of wording concordance, with some disagreements about the terms, but it was not changed because it follows the nomenclature proposed for the taxonomy; most of defining features had concordance over 80%. Conclusion: The concept analysis provided a new definition of CD which supported new diagnoses for the improvement of nursing practice. The high index of nurses concordance during the content analysis of diagnosis strengthened the need of this review.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-11-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.