• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2015.tde-25062015-163002
Documento
Autor
Nome completo
Melissa Messias
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Mira, Vera Lucia (Presidente)
Baptista, Patricia Campos Pavan
Bucchi, Sarah Marilia
Freitas, Maria Aparecida de Oliveira
Nogueira, Lilia de Souza
Título em português
Construção coletiva de programas educativos: potencialidade para consecução da educação permanente em saúde
Palavras-chave em português
Educação
Enfermagem
Serviço Hospitalar de Emergência
Resumo em português
Introdução: Visando uma construção coletiva de ações educativas que privilegiem as necessidades dos trabalhadores e as condições de trabalho, com sustentação nas diretrizes da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde e nos princípios dos Núcleos de Educação em Urgências, este estudo teve como Objetivos: Caracterizar o ambiente dos prontos socorros quanto aos insumos; conhecer o processo de educação oferecido pelas instituições à equipe de enfermagem; identificar e avaliar as necessidades de treinamento dos profissionais de Enfermagem dos prontos socorros; construir um programa de educação para estes profissionais, baseado no diagnóstico de necessidades de treinamento, considerando o ambiente de trabalho como suporte à aprendizagem contínua. Metodologia: Pesquisa quantitativa e qualitativa, com desenhos exploratório e descritivo, desenvolvida em três prontos socorros de duas instituições, uma pública e uma privada do município de São Paulo. A população constituiu-se de 31 enfermeiros, 84 técnicos ou auxiliares de enfermagem, três gestores de Enfermagem e cinco enfermeiros de Serviço de Educação. A caracterização do ambiente foi realizada por meio de entrevistas com os três gestores de enfermagem; para avaliação das necessidades de treinamento, foi aplicado um questionário a toda a equipe de enfermagem; a construção do programa de educação foi operacionalizada por meio de três encontros de grupo focal em cada pronto socorro, do qual participaram, no total, 14 profissionais; entrevistas com dois enfermeiros dos serviços de educação viabilizaram dados para caracterização do processo de educação da equipe de enfermagem. Resultados: Dentre os principais resultados, destacam-se que os treinamentos técnicos foram os mais prevalentes no levantamento de necessidades (75,6%); a maioria das sugestões de mudanças nos treinamentos foi relacionada às estratégias instrucionais (32%) e ao horário (19,7%); os treinamentos foram apontados como úteis na prática (72,7%), por possibilitarem aperfeiçoamento profissional (62,5%); participariam do planejamento dos treinamentos 77,7% dos enfermeiros e 46,3% dos profissionais de nível técnico; as unidades oferecem condições para aplicação dos conhecimentos aprendidos nos treinamentos, na opinião de 70,3%, principalmente, no que se refere ao ambiente e insumo. Os programas de educação construídos pelos grupos apresentam temas técnicos; modalidade de entrega presencial; domínios e objetivos, predominantemente, cognitivos, nos níveis do conhecimento, compreensão, aplicação e análise; estratégias participativas e práticas. Os processos de educação desenvolvidos nas instituições apresentam fragilidades nas fases de avaliação de necessidades e avaliação de resultados de treinamentos. A participação no grupo focal foi avaliada positivamente pelos participantes. Considerações Finais: Construir programas educativos baseados nas diretrizes da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde e nos princípios dos Núcleos de Educação em Urgências é uma ação possível e promissora, pois problematiza a prática do trabalho e a transforma em necessidade de educação. É essencial, todavia, que os programas sejam executados e avaliados para os ajustes necessários para contemplar o paradigma educacional que fundamenta essa Política, pois aspectos culturais e políticos são indissociáveis da educação. Assim, este estudo tem potencialidade para ser replicado nas demais estruturas que compõem a Rede de Atenção às Urgências e a Rede de Assistência à Saúde, envolvendo a equipe de Enfermagem e as equipes multiprofissionais.
Título em inglês
Colletive Construction of Educational Programs: Potential for Achievement in Permanent Health Education
Palavras-chave em inglês
Education
Emergency Service
Hospital
Nursing
Resumo em inglês
Introduction: This study aims at a collective construction of educational actions that take into account workers needs and working conditions, based on the guidelines of the National Permanent Health Education Policy and the principles of the Emergency Education Centres. Objectives: to characterize the emergency room environment according to the inputs; to know the education process provided by the institutions for nursing staff; to identify and to assess training needs of nursing professionals in emergency rooms; and to develop an education program for these professionals, based on the diagnosis of training needs, considering the work environment to support continuous learning. Methodology: Quantitative and qualitative research, with exploratory and descriptive designs, developed in three emergency rooms of two institutions, one public and one private, in São Paulo city. The population consists of 31 nurses, 84 nursing technicians or assistants, three nursing managers, and five nurses of education services. To characterize the environment, three nursing managers were interviewed; to assess the training needs, a questionnaire was applied to all nursing staff; to develop the education program, there were three focus group meetings in the three emergency rooms, attended by a total of 14 professionals; to the description of the nursing staffs education process, two nurses of education services were interviewed. Results: Among the main results, it was observed that technical training was the most prevalent in the needs assessment (75,6%); most of the suggestions of changes in training concerned instructional strategies (32%) and schedule (19,7%); training was identified as useful in practice (72,7%) because it enable professional improvement (62,5%); 77,7% of the nurses and 46,3% of the nursing technicians or assistants would take part in the planning of the trainings; the units provide conditions to apply knowledge learned in trainings (70,3%), mainly in relation to environment and input. The education programs developed by the groups contain technical topics; face-to-face delivery method; predominantly cognitive domains and objectives, at the knowledge, comprehension, application, and analysis levels; and participation strategies and practices. The education processes carried out by the institutions show signs of weaknesses in training needs and results assessment. Participants assessed positively the focus group meetings. Final Thoughts: To construct educational programs based on the guidelines of the National Permanent Health Education Policy and the principles of the Emergency Education Centres is a possible and promising action, discussing the work practice and turning it into a training need. However, it is essential that programs are implemented and assessed, considering necessary adjustments to take into account the National Policys educational paradigm, since cultural and political aspects are inseparable from education. Finally, this study has the potential to be replicated in other settings of the Emergency Care Network, involving the nursing staff and the multidisciplinary teams.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-07-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.