• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2015.tde-16092015-141933
Documento
Autor
Nome completo
Marcos Antônio da Eira Frias
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Peres, Heloisa Helena Ciqueto (Presidente)
Kobayashi, Rika Miyahara
Leite, Maria Madalena Januario
Paranhos, Wana Yeda
Prado, Claudia
Título em português
Vivência de graduandos em enfermagem no uso do ambiente virtual de aprendizagem
Palavras-chave em português
Bacharelado em enfermagem
Estudantes de enfermagem
Informática em enfermagem
Tecnologia da informação
Tecnologia Educacional
Resumo em português
O ambiente virtual de aprendizagem (AVA) como recurso educativo é uma realidade cada vez mais presente no meio acadêmico, tendo como perspectiva a construção de conhecimento competências e habilidades necessárias para a futura vida laboral no mundo tecnológico e globalizado. Objetivo: Compreender como os graduandos de enfermagem vivenciam o uso do ambiente virtual de aprendizagem na sua formação como enfermeiro. Método: Pesquisa qualitativa que teve como referencial filosófico de análise a fenomenologia social de Alfred Schütz. A região de inquérito foi constituída por estudantes de enfermagem de uma Universidade privada do município de São Paulo. O Projeto de pesquisa foi avaliado e aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, número CAAE 07725812.5.3001.0064, conforme determina a Resolução 466/12. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semiestruturada, gravada após assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Fizeram parte do estudo 19 discursos de graduandos que responderem as seguintes questões norteadoras. Como tem sido sua vivência no uso do AVA na sua formação de enfermagem? Como tem sido sua participação na realização das atividades no AVA? e O que você espera com o uso do AVA para a sua formação em enfermagem? Resultados: Do discurso dos sujeitos emergiu as categorias concretas do vivido: vivência no ambiente virtual de aprendizagem, que agrupa vivências passadas, caracterizadas como motivos porque, e a categoria expectativa dos estudantes em relação ao ambiente virtual de aprendizagem para a formação em enfermagem apresenta as expectativas futuras caracterizadas como motivos para. Essas categorias desvelaram como características típicas dos estudantes, a ocorrência de mediação pedagógica entre professor e graduandos de maneira assíncrona, bem como a interação aluno-aluno visando apoio e estímulo para o alcance dos os objetivos educacionais. A vivência no AVA possibilitou aos graduandos a inclusão digital e o desenvolvimento de habilidades tecnológicas, com ganho pessoal e para o futuro profissional. Os graduandos se depararam com limitações tecnológicas fora de seu controle, como a dificuldade de conexão e ausência de tempo livre na grade curricular para realizar as atividades. Evidenciou-se, ainda, limitações pessoais relacionadas à necessidade do gerenciamento pessoal para aprendizagem e construção do conhecimento por meio da web. Essas vivências estão voltadas para a expectativa de aprender e fazer a diferença no futuro profissional uma vez que os estudantes estão desenvolvendo experiências no uso das ferramentas digitais no mundo da enfermagem, ampliando os conhecimentos construídos previamente e aperfeiçoando o conhecimento em enfermagem. Conclusão: Ao desvelar os fenômenos que compõem o tipo vivido de graduandos em enfermagem no uso do ambiente virtual de aprendizagem, vislumbra-se a necessidade de ter interesse, envolvimento e utilizar as ferramentas digitais bem como de construir o conhecimento e as habilidades no uso da informática considerando a importância da inserção desses recursos tecnológicos na formação do enfermeiro.
Título em inglês
Experience of nursing students in the use of virtual learning environment
Palavras-chave em inglês
Baccalaureate
Education
Educational technology
Information technology
Nursing
Nursing Informatics
Students
Resumo em inglês
The virtual learning environment (VLE) as an educational resource is a reality ever more present in academia, with the perspective to build knowledge skills and abilities necessary for future working life in the technological and globalized world. Objective: To understand how nursing students experience the use of the virtual learning environment in their training as a nurse. Method: Qualitative research that had the philosophical referential of analysis the social phenomenology of Alfred Schütz. The survey area consisted of nursing students from a private university in São Paulo. The research project was approved by the Ethics and Research of the Nursing School of the University of São Paulo Committee, CAAE 07725812.5.3001.0064 number, as required by Resolution 466/12. Data collection was conducted through semi-structured interview, recorded after signing the Informed Consent and Informed. Participants were 19 speeches to answer the following guiding questions. How has your experience in the use of VLE in their general nursing? How has your participation in carrying out activities in VLE? and What do you expect with the use of VLE for your nursing education? Results: From the speech of the subjects emerged the categories of concretely experienced: "experience in the virtual learning environment" which brings together past experiences, characterized as "reasons why" and the category "expectations of students in relation to the virtual learning environment for nursing training" presents future expectations characterized as "reasons for". These categories unveiled as typical characteristics of students, the occurrence of pedagogical mediation between teachers and graduate students asynchronously, as well as the student-teacher interaction aimed at support and encouragement to achieve the educational goals. The experience at the VLE enabled the graduates to digital inclusion and the development of technology skills, with personal gain and for the professional future. The graduates were faced with technological limitations beyond their control, such as the connection of difficulty and lack of free time in the curriculum to carry out the activities. It was evident also personal limitations related to the need of personnel management for learning and knowledge building through the web. These experiences are focused on the expectation to learn and make a difference in professional future once the students are developing experiences in the use of digital tools in the nursing world, expanding the knowledge built previously and improving the knowledge in nursing. Conclusion: When unveil the phenomena that make up the type experienced undergraduates in nursing in the use of the virtual learning environment, the need to have glimpsed-interest, involvement and use digital tools and to build the knowledge and skills in the use of information considering the importance of integrating these technological resources in nursing education.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-09-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.