• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Marcus Vinicius de Lima Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Freitas, Genival Fernandes de (Presidente)
Baptista, Patricia Campos Pavan
Barreto, Margarida Maria Silveira
Silva, Mauro Antonio Pires Dias da
Título em português
Assédio moral na enfermagem: uma abordagem quantitativa
Palavras-chave em português
Assédio moral
Denúncia
Enfermagem
Ética da enfermagem
Legislação de enfermagem
Violência
Resumo em português
Introdução: O assédio moral é um problema mundial, que afeta a qualidade de vida dos trabalhadores, alterando a saúde, e atingindo o ambiente no âmbito laboral e social, deteriorando o processo de trabalho e a produtividade. Objetivos: Identificar as características das denúncias sobre assédio moral encaminhadas ao Conselho Regional de Enfermagem do Estado de São Paulo, o perfil dos profissionais de enfermagem envolvidos, e os encaminhamentos das denúncias no período de 2011 a 2016. Método: Pesquisa de abordagem quantitativa, retrospectiva, exploratória e descritiva, a partir da análise documental nas denúncias sobre assédio moral. Os dados foram analisados, organizados e apresentados através de estatística descritiva, e na análise de variáveis foram observados os valores mínimos e máximos, o cálculo de desvio padrão, médias e medianas, e nas variáveis qualitativas foi calculada a frequência relativa e absoluta. Resultados: A idade média, sexo, e tempo de registro profissional dos denunciantes e denunciados foi de 42,34±10,69(42) e 42,08 ± 9,63 (43.50), 68,35%(feminino) e 75,27%(feminino), 13,5 ± 8,0 [13,5] e 18 ± 15,7 [18,5] respectivamente. As categorias profissionais predominantes nos denunciantes e denunciados foram Auxiliares de Enfermagem 46,83% e Enfermeiros 94,64% respectivamente. Dos Enfermeiros denunciados, 44,08% possuem ou possuíram inscrição como Técnicos e Auxiliares de Enfermagem. Dos profissionais de enfermagem denunciantes, 10,25% alegaram problemas de saúde, decorrentes do assédio moral. Em relação a qualidade das denúncias, 55% foram manuscritas e 48,72% vieram desprovidas de qualquer documento de comprovação. Conclusão: O estudo identificou características sócio demográficas de denunciantes e denunciados, e das denúncias por assédio moral, e seus encaminhamentos na Autarquia, tendo relevância nos âmbitos laboral, social e político da enfermagem, visando a proteção dos profissionais, e a diminuição da ocorrência do assédio moral.
Título em inglês
Bullying in nursing: a quantitative approach
Palavras-chave em inglês
Complaint
Harassment
Nursing
Nursing ethics
Nursing legislation
Violence
Resumo em inglês
Introduction: Bullying is a worldwide problem, which affects the quality of life of workers, changing health, and reaching the workplace and social environment, deteriorating the work process and productivity. Objective: Identify the characteristics of the reports about workplace harassment sent to Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo, the profile of the nursing professionals involved, and the referrals of the denunciations in the Autarchy, from 2011 to 2016. Method: Quantitative, retrospective, exploratory and descriptive research, based on the documentary analysis of the allegations of workplace harassment. Data were analyzed, organized and presented through descriptive statistics, and in the analysis of variables the minimum and maximum values, the calculation of standard deviation, averages and medians, and the qualitative variables were calculated the relative and absolute frequency. Results: The mean age, sex, and professional registration time of whistleblowers and complainants was 42.34 ± 10.69 (42) and 42.08 ± 9.63 (43.50), 68.35% (female) and 75.27 % (female), 13.5 ± 8.0 [13.5] and 18 ± 15.7 [18.5] respectively. The predominant professional categories in the complainants and denounced were Nursing Assistants 46.83% and Nurses 94.64%, respectively. Of the denounced Nurses, 44.08% have or have registered as Technicians and Nursing Assistants. Of the denouncing nursing professionals, 10.25% claimed health problems due to bullying. Regarding the quality of the complaints, 55% were handwritten and 48.72% were deprived of any document of proof. Final Considerations: The study identified socio-demographic characteristics of whistleblowers and denounces, and denunciations of workplace harassment, and its referrals in the Autarchy, having relevance in the labor, social and political fields of nursing, aiming at the protection of professionals, and reducing the occurrence of bullying.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
MARCUS_VINICIUS.pdf (1.55 Mbytes)
Data de Publicação
2019-05-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.