• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2010.tde-01072010-151506
Documento
Autor
Nome completo
Tânia Denise Kuntze
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Oguisso, Taka (Presidente)
Campos, Paulo Fernando de Souza
Freitas, Genival Fernandes de
Moreira, Almerinda
Stencel, Renato
Título em português
Faculdade Adventista de Enfermagem: memória histórica 1968-1998
Palavras-chave em português
História da enfermagem. Escolas de enfermagem. Adventistas do Sétimo Dia
Resumo em português
O estudo aborda a criação e a trajetória histórica da Faculdade Adventista de Enfermagem FAE entre os anos de 1968 e 1998. Esse período de trinta anos compreende desde sua instalação até a incorporação ao atual Centro Universitário Adventista de São Paulo. A pesquisa destaca sua trajetória movida inicialmente pelo ideário dos fundadores e a contribuição proporcionada pela FAE no desenvolvimento do ensino superior adventista no Brasil e suas influências no cenário brasileiro de enfermagem. Suas transformações, tão necessárias no decorrer das mudanças educacionais, políticas, econômicas, sociais, mercadológicas e, especialmente, da própria enfermagem, se mostraram um desafio para a sustentação das bases filosóficas e conceituais, originadas da cosmovisão adventista de educação. O estudo procura identificar os motivos primordiais para a criação de uma escola de enfermagem, analisar o longo espaçamento entre a ideia original dessa criação e sua efetiva implantação, e destacar os aspectos característicos que a diferenciaram na trajetória dos seus primeiros trinta anos. Iniciativas pontuais foram tomadas para dar início a uma escola de enfermagem, e enfermeiros norte-americanos adventistas, em visita ao país, ensejaram a criação de uma escola confessional; todavia, descaminhos administrativos levaram a um extenso espaço de tempo entre a criação da primeira instituição hospitalar adventista no país, em 1942 - com uma já sentida necessidade de enfermeiros adventistas e a institucionalização de uma escola para formação de enfermeiros. Embora tentativas tenham sido feitas no sentido de criar uma escola própria, tal feito só foi possível com o início do funcionamento da FAE em 1969.
Título em inglês
Adventist College of Nursing: historical memory 1968-1998
Palavras-chave em inglês
História da enfermagem. Escolas de enfermagem. Adventistas do Sétimo Dia
Resumo em inglês
O estudo aborda a criação e a trajetória histórica da Faculdade Adventista de Enfermagem FAE entre os anos de 1968 e 1998. Esse período de trinta anos compreende desde sua instalação até a incorporação ao atual Centro Universitário Adventista de São Paulo. A pesquisa destaca sua trajetória movida inicialmente pelo ideário dos fundadores e a contribuição proporcionada pela FAE no desenvolvimento do ensino superior adventista no Brasil e suas influências no cenário brasileiro de enfermagem. Suas transformações, tão necessárias no decorrer das mudanças educacionais, políticas, econômicas, sociais, mercadológicas e, especialmente, da própria enfermagem, se mostraram um desafio para a sustentação das bases filosóficas e conceituais, originadas da cosmovisão adventista de educação. O estudo procura identificar os motivos primordiais para a criação de uma escola de enfermagem, analisar o longo espaçamento entre a ideia original dessa criação e sua efetiva implantação, e destacar os aspectos característicos que a diferenciaram na trajetória dos seus primeiros trinta anos. Iniciativas pontuais foram tomadas para dar início a uma escola de enfermagem, e enfermeiros norte-americanos adventistas, em visita ao país, ensejaram a criação de uma escola confessional; todavia, descaminhos administrativos levaram a um extenso espaço de tempo entre a criação da primeira instituição hospitalar adventista no país, em 1942 - com uma já sentida necessidade de enfermeiros adventistas e a institucionalização de uma escola para formação de enfermeiros. Embora tentativas tenham sido feitas no sentido de criar uma escola própria, tal feito só foi possível com o início do funcionamento da FAE em 1969.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DO_TaniaDeniseKuntze.pdf (1,015.01 Kbytes)
Data de Publicação
2010-07-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.