• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2018.tde-31102018-180147
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Vannucci
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Turrini, Ruth Natalia Teresa (Presidente)
Marta, Ilda Estefani Ribeiro
Otton, Rosemari
Vattimo, Maria de Fatima Fernandes
Título em português
Efeitos do Reiki sobre a viabilidade celular e a atividade da mieloperoxidase de neutrófilos humanos in vitro: estudo experimental
Palavras-chave em português
Células Cultivadas
Enfermagem
Neutrófilos
Terapias Complementares
Resumo em português
Introdução: O Reiki está entre as terapias baseadas em energia mais frequentes. Estudar terapias com bases em mecanismos holísticos complexos e dinâmicos, influenciados por diferentes fatores individuais e ambientais exige uma série de avaliações em diferentes modelos experimentais. Neste contexto, o estudo in vitro permite o controle dos fatores externos às células, evita a alta variabilidade individual, propiciando resultados em menor tempo. Dentre os leucócitos, os neutrófilos são aqueles que estão presentes em maior quantidade no sangue periférico, atuando de maneira importante nas fases iniciais das reações inflamatórias, como mecanismo de defesa, estando no rol das primeiras células do sistema imune que se deslocam dos vasos para os tecidos. Objetivo: Avaliar o efeito do Reiki sobre a viabilidade celular e a atividade da enzima mieloperoxidase de neutrófilos humanos in vitro. Método: É um estudo laboratorial, experimental, duplo cego, com abordagem quantitativa. Foi realizado no Laboratório de Fisiologia Celular e Biologia Molecular da Universidade Cruzeiro do Sul - Campus Anália Franco São Paulo SP. A amostra de sangue humano foi obtida de cinco voluntários saudáveis. O ensaio necessitou de 20mL de sangue obtido por punção venosa periférica. Critério de inclusão: adulto, do sexo masculino, saudável na faixa dos 20 aos 40 anos. Critérios de exclusão: problema de saúde referido, uso de medicamentos, uso de terapia complementar (como terapias energéticas, fitoterapia, meditação e outras). O grupo experimental recebeu aplicação de Reiki, em temperatura ambiente, por meio da imposição de mãos, a 15 cm de distância por 15 minutos. A aplicação de Reiki foi realizada uma vez ao dia, durante três dias consecutivos, em sessões a cada 24 horas. O grupo controle permaneceu pelo mesmo tempo e nas mesmas condições ambientais do grupo de intervenção, sem a aplicação da técnica de biocampo. As células foram avaliadas pela técnica de exclusão do corante azul de Tripan, que permite diferenciar células vivas e mortas, pela exclusão do corante pelas células viáveis, e contadas em câmara de Neubauer. A atividade da enzima mieloperoxidase (MPO) foi avaliada por meio do ensaio de quimiluminescência. A análise da viabilidade celular foi feita em triplicata utilizando-se como resultado a média. Análise de dados. Medidas de variabilidade e tendência central, modelo de equações de estimação generalizadas para distribuição binomial nos dados de viabilidade para comparar os grupos longitudinalmente e um modelo de ANOVA para medidas repetidas não paramétrico para o MPO, ao nível de significância de 5%. Resultados: As médias da viabilidade celular foram superiores no grupo experimental, quando observadas a média dos cinco ensaios para cada momento de aferição segundo o grupo estudado, com diferença estatisticamente significante (p = 0,0040). A atividade da MPO, expressa em Unidades Relativas de Luminescência foi superior no grupo experimental (p = 0,0020). Conclusão: Houve aumento tanto da viabilidade celular, quanto da atividade da enzima mieloperoxidase dos neutrófilos in vitro pertencentes ao grupo experimental quando comparados ao grupo controle.
Título em inglês
Effects of Reiki on cell viability and myeloperoxidase activity of human neutrophils in vitro: experimental study.
Palavras-chave em inglês
Cells-Cultured
Complementary Therapies
Neutrophils
Nursing
Resumo em inglês
Introduction: Reiki is within as more frequent energy-based therapies. Studying therapies based on complex and dynamic holistic mechanisms, influenced by different individuals and environmental factors, requires a series of assessments in different experimental models. In this context, in vitro studies allow the control of cells external factors, avoiding the high individual variability, providing results in a shorter time. Among leukocytes, neutrophils are those present in greater amounts in the peripheral blood, acting in the main role in the early stages of inflammatory reactions, as a defense mechanism, being in the rank of the first cells of the immune system that move from the vessels to the tissues. Objective: Evaluate the effect of Reiki on cell viability and myeloperoxidase activity of human neutrophils in vitro. Method: It is an experimental, double-blind, laboratory study with a quantitative approach. It was done at Laboratory of Cellular Physiology and Molecular Biology of Cruzeiro do Sul University - Anália Franco Campus - São Paulo - SP. The human blood samples were obtained from five healthy volunteers. The test required 20mL of blood obtained by peripheral venous puncture. Inclusion criteria: adult, male, between the ages of 20 and 40 years. Exclusion criteria: volunteers reporting health problems, use of medications and use of complementary therapy (as energy therapies, phytotherapy, meditation and others). The experimental group received the Reiki application, at room temperature, by means of the laying on of hands to 15 cm of distance by 15 minutes. A Reiki application was performed once a day, for three consecutive days, in sessions every 24 hours. The control group remained at the same period and at the same environmental conditions as the intervention group, but without any application of the biofield technique. The cells were evaluated through the technique of the Trypan blue exclusion test, that allows to differentiate alive and dead cells, through dye exclusion by viable cells, and counted in Neubauers chamber. The activity of the myeloperoxidase (MPO) enzyme was evaluated by chemiluminescence assay. The analysis of cell viability was done in triplicate using as the result the measures average. Data analysis. Measurements of variability and central tendency, generalized estimation equation model equations for binomial distribution of cell viability data for a longitudinal comparison of groups and ANOVA model for non-parametric repeated measures for MPO, at a significance level of 5%. Results: The cellular viability means were higher in the experimental group when evaluated the mean of the five experimental assays in each measurement moment according to the group studied, with a statistically significant difference (p = 0.0040). MPO activity, expressed in Relative Luminescence Units, was higher in the experimental group, except in the fifth assay, and with an exacerbation of enzyme activity in the third assay, with a statistically significant difference (p = 0.0020). Conclusion: There was an increase in both cell viability and myeloperoxidase enzyme in vitro neutrophils from experimental group when compared to the control group, both with statistically significant differences.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.