• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2007.tde-27092007-140738
Documento
Autor
Nome completo
Juliane Cristina Burgatti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Lacerda, Rubia Aparecida (Presidente)
Galvao, Cristina Maria
Graziano, Kazuko Uchikawa
Título em português
Revisão sistemática sobre o uso de aventais cirúrgicos, conforme o material de confecção, no controle da contaminação/infecção do sítio cirúrgico
Palavras-chave em português
Aventais cirúrgicos
Contaminação da ferida operatória
Infecção de ferida operatória
Infecção do sítio cirúrgico
Resumo em português
O avental cirúrgico, um dos principais componentes de barreira antimicrobiana, é confeccionado com materiais de tecido e não-tecido. A Sociedade Norte-Americana de Enfermeiros do Centro Cirúrgico - AORN e a Norma Européia - EN 13795-3 recomendam que os aventais cirúrgicos devam prover uma barreira apropriada contra microrganismos, sangue e outros fluidos corpóreos (seco ou molhado). Tais recomendações, no entanto, não definem o que consideram como "barreira apropriada". O que ainda não foi comprovado, porém, é se o uso de materiais de não-tecido realmente interfere, isoladamente, tanto na contaminação da ferida operatória, quanto na ocorrência de ISC. O presente estudo teve como objetivo verificar se há evidências científicas, pela revisão sistemática de literatura, que fundamentem a prática do uso de aventais em cirurgias, conforme seu material de confecção. Foram considerados para a revisão sistemática apenas estudos básicos de intervenção, que investigaram a contaminação e ou a infecção do sítio cirúrgico com uso de aventais cirúrgicos reutilizáveis e ou de uso-único, utilizando como população pessoas submetidas a cirurgias, em situações reais ou simuladas, em qualquer período, sem limitação de idioma. Para localizar os estudos, utilizou-se a estratégia: P (pacientes) = pacientes cirúrgicos - surgical patients, I (intervenção) = roupa hospitalar ou roupa de proteção – clothing / protective clothing, C (comparação) = uso-único ou reutilizável - single-use or reusable, O (desfecho) = contaminação ou infecção da ferida operatória – surgical wound infection/contamination. A busca dos estudos orientou-se pelas bases de dados eletrônicas: LILACS, CINAHL, EMBASE, COCHRANE, PubMed/MEDLINE, pesquisa manual na revista da Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico (SOBECC) e referências dos estudos incluídos. Os dados analisados foram apresentados em três fases: Fase 1: Caracterização do processo de seleção dos estudos; Fase 2: Caracterização dos estudos incluídos; Fase 3: Avaliação da evidência dos estudos incluídos, a partir de duas escalas de qualidade, sendo uma delas a de Jadad e outra a de Controle de Infecção Cirúrgica (EQCIC), adaptada de Nobre e Bernardo. A amostra desta revisão sistemática constituiu-se de 12 estudos, sendo que apenas um deles investigou o avental isoladamente. Os demais investigaram principalmente os campos cirúrgicos juntamente com os aventais. Constata-se, com isso, dificuldade de isolar o objeto de intervenção de outros inúmeros fatores que podem interferir nos desfechos, em estudos desta natureza. Dois estudos (E1, E2) obtiveram forte evidência de recomendação, concluindo pela não diferença de contaminação e infecção do sítio cirúrgico entre aventais e campos de tecido e não-tecido. Devido à ausência de estudos semelhantes não houve a possibilidade de realizar a metanálise. A verificação isolada de aventais cirúrgicos depende de mais pesquisas bem controladas e delineadas. A contribuição desta investigação para a implementação de prática baseada em evidências mostrou-se relevante não somente para responder especificamente à questão da pesquisa, mas também para identificar qualidade, lacunas, falhas e recomendar aspectos a serem considerados nas próximas pesquisas desta natureza
Título em inglês
Systematic revision about the use of surgical gowns, according to the confection material, in the control contamination/surgical site infection
Palavras-chave em inglês
Surgical gowns
Surgical site infection
Surgical wound contamination
Surgical wound infection
Resumo em inglês
The surgical gown, one of the main components of the antimicrobial barrier, is confectioned with woven and non-woven materials. The American Operating Room Nursing - AORN and The European Norm - EN 13795-3 recommend that the surgical gowns should provide an appropriate barrier against microorganisms, blood and other organic fluids (dry or wet). These recommendations, however, do not define, yet, what to consider an "appropriate barrier".. What has not been proved yet is if the use of non-woven materials influence, in an isolated way, both the contamination of an operation wound, and the occurrence of ISC. It was the objective of this present study to investigate if there is scientific evidence, by means of systematic revision, that founded the practice of use of gowns in surgery, according to its material of confections. Only basic studies of intervention that investigated the contamination and or surgical site infection with the use of surgical gowns reusable or single-use were considered in the systematic revision, which used as population people who underwent surgery, in real or simulated situations, in any period, without idiom limitation. To locate the studies, we used the PICO strategy: P (patients): surgical patients, I (intervention) = clothing/protective clothing, C (comparison) = single-use or reusable, O (outcome) = contamination or surgical wound infection. The search of studies was guided by the following electronic data bases: LILACS, PubMed/MEDLINE, EMBASE, COCHRANE, CINAHL, manual research in the magazine of Brazilian Society Operating Room Nursing (SOBECC) and references of included studies. The data analyses were shown in three phases: Phase 1: characterization of process of select studies; Phase 2: characterization of included studies; Phase 3: evaluation of the evidence found in the included studies, using two quality scales, being one this The Jadad and other Surgical Infection Control (EQCIC), adapted from Nobre and Bernardo. The sample of this systematic revision comprises 12 studies, being only one of them analyzed only gowns. The remainder investigated mainly the surgical fields together with the gowns. We can see thereby the difficulty in isolating the object of intervention from other countless factors that can influence outcomes, in studies of this nature. Two studies (E1, E2) found strong evidence of recommendation, concluding that there is no difference in terms of contamination and surgical wound infection between woven and non-woven gowns and drapes. Due to the absence of similar studies it is not possible to do some metanalysis. The isolated verification of surgical gowns needs more well controlled and delineated research. The contribution of this investigation to the implementation of practices based on evidences in showed relevant not only to answer specifically the question of research, but also to identify quality, gaps and flaws and recommend aspects to be considered in future research of this nature
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Juliane_Burgatti.pdf (436.24 Kbytes)
Data de Publicação
2007-10-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.