• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.7.2010.tde-23122010-102143
Documento
Autor
Nombre completo
Camila Quartim de Moraes Bruna
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2010
Director
Tribunal
Graziano, Kazuko Uchikawa (Presidente)
Barbosa, Maria Clara Padoveze Fonseca
Martino, Marines Dalla Valle
Título en portugués
Influência da temperatura e da umidade relativa ambientais na manutenção da esterilidade de materiais autoclavados e armazenados em diferentes embalagens
Palabras clave en portugués
armazenamento de materiais e provisões
embalagem de produto
enfermagem
esterilização
temperatura ambiente
umidade
Resumen en portugués
Uma das variáveis que interfere na manutenção da esterilidade dos materiais diz respeito ao armazenamento. Muitas são as recomendações, oficiais ou não oficiais, feitas para a temperatura e a umidade relativa do ar (UR) desta área física, embora sem embasamento teórico ou experimental. Nem todos os hospitais possuem sistema que possibilite o controle da temperatura e da UR, e a área onde ficam dispostas as autoclaves, geralmente é contígua a área de guarda dos materiais esterilizados, liberando calor e vapor constantemente. Assim, o objetivo deste estudo foi avaliar e analisar os efeitos da alta umidade e da alta temperatura ambientais na contaminação do conteúdo de caixas cirúrgicas. Considerando que uma das funções das embalagens é manter a esterilidade do conteúdo, ainda que sob condições adversas, a recomendação para controle ambiental da área de armazenamento, a priori, teria uma importância secundária. Suscitou-se, então, a dúvida quanto à real importância da temperatura e da UR na contaminação dos artigos armazenados, após a esterilização em autoclave. Portanto, foi realizado um estudo experimental, em que caixas contendo instrumentais cirúrgicos e carreadores de porcelana foram embaladas em campo de algodão tecido, papel crepado, SMS e papel grau cirúrgico, autoclavadas, contaminadas externa e intencionalmente com Serratia marcescens 106 e armazenadas em ambiente com temperatura em torno de 35°C e UR em torno de 75%. Foram comparados com um grupo controle negativo armazenado em temperatura em torno de 20°C e UR em torno de 60%, parâmetros estes recomendados por várias literaturas. Após o período de 30 dias de armazenamento, os carreadores retirados do interior das caixas foram incubados e não foi observado crescimento bacteriano em nenhuma das amostras. Os resultados do experimento permitiram concluir que alta temperatura ambiental e alta UR não interferiram na capacidade de biobarreira das embalagens.
Título en inglés
The influence of enviromental temperature and air humidity in the maintenance of the sterility of materials sterilized in diferent wraps
Palabras clave en inglés
humidity
materials and supplies stockpiling
nursing
product packaging
sterilization
temperature
Resumen en inglés
One of the variables which interfere in the maintenance of sterility in the materials is the storage. There are many official and not-official recommendations for temperature and air humidity control in the storage area, however without any theoretical or experimental basis. Some hospitals do not have a system that makes the control of temperature and humidity possible, and, in most cases, the sterilizing chambers are next to the storage area, constantly releasing heat and water vapour. Considering that one of the functions of the wraps is to maintain the sterility of the content, even under adverse conditions, the recommendations to have an environmental control in the storage area, a priori, would have a secondary importance. For these reason the doubt about the real importance of the temperature and humidity in the contamination of the materials stored after the autoclave sterilization arise. Therefore, an experiment was developed in which boxes with surgical instruments and cylinders carriers were packed in cotton sheets, crepe paper, SMS and surgical-grade paper, sterilized, and intentionally contaminated externally with Serratia marcescens 106 and stored in an environment with temperature around 35ºC and air humidity around 75%. This group was compared with another group, the negative control, stored in temperature around 20 ºC and air humidity around 60%. After a period of 30 days of storage, the carriers were removed from the boxes and incubated. No bacterial growth was detected in any of the samples. The experiment results allowed concluding that the high temperature and high air humidity do not interfere in the barrier efficiency of the packs.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2011-02-22
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2019. Todos los derechos reservados.