• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2007.tde-23012008-110937
Documento
Autor
Nome completo
Vania Regina Goveia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Graziano, Kazuko Uchikawa (Presidente)
Bianchi, Estela Regina Ferraz
Hernandez, Arnaldo Jose
Lima, Ana Lucia Lei Munhoz
Penna, Thereza Christina Vessoni
Título em português
Avaliação da eficácia da esterização de furadeiras elétricas domésticas utilizadas em cirurgias ortopédicas
Palavras-chave em português
Cirurgia ortopédica
Esterilização
Infecção da ferida operatória
Infecções relacionadas a prótese
Óxido de etileno
Resumo em português
Estima-se que há mais de 50 anos, as furadeiras elétricas (FE) têm sido empregadas em cirurgias ortopédicas nos hospitais brasileiros para a perfuração óssea. Trata-se de equipamento elétrico, termossensível, não indicado para uso cirúrgico, não avaliado anteriormente quanto à eficácia da esterilização, suspeitando-se de risco potencial para infecções do sítio cirúrgico ou relacionadas a próteses ortopédicas. Os objetivos desse estudo foram: avaliar a carga microbiana de FE do uso cirúrgico e avaliar a eficácia da esterilização por óxido de etileno (ETO) de FE novas intencionalmente contaminadas. Trata-se de pesquisa experimental, laboratorial, randomizada e aplicada desenvolvida no laboratório de pesquisas experimentais da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo. O trabalho foi realizado em duas fases. As condições assépticas foram rigorosamente seguidas para o controle das variáveis. Quinze FE analisadas na fase I, tiveram distribuição aleatória e cega, capturadas em um centro cirúrgico de um hospital escola. Foram cultivados: o ar gerado pelo motor e alíquotas de 10 µL do lavado das superfícies interna e externa das FE. Ainda nessa fase foi realizado um controle positivo onde uma FE foi contaminada com Serratia marcescens e um teste do método de filtração por membrana de porosidade de 0,45 µm com uma FE limpa, onde as membranas que filtraram diferentes quantidades do lavado foram cultivadas. Na fase II foram analisadas 22 FE e três perfuradores de osso (PO). Dezesseis FE constituíram o grupo experimental (GE), seis o controle positivo (GCP) e três PO constituíram o controle negativo (GCN). Todos os equipamentos previamente limpos e esterilizados foram submetidos à contaminação com esporos de Bacillus atrophaeus. As FE do GCP foram analisadas após a exposição ao contaminante, furadeiras do GE e perfuradores do GCN foram submetidos à limpeza e esterilização por ETO antes de serem analisados. Foram cultivados: ar gerado pelo motor e membrana filtrante após a filtração do lavado das superfícies interna e externa dos equipamentos. Foram realizadas coloração e microscopia: Gram para culturas positivas; Wirtz-Conklin para culturas positivas com bacilos Gram positivos. Os resultados mostraram que a carga microbiana de FE do uso cirúrgico é baixa e foi detectada em duas ocasiões no cultivo do ar, 1 ufc/FE e em uma ocasião no cultivo de alíquotas do lavado, 9 ufc/FE. O controle positivo realizado com Serratia marcescens comprovou a sensibilidade do método para amostras contendo alta concentração de contaminantes. O método filtração por membrana mostrou-se sensível para detectar baixa contaminação das FE, sendo o eleito para o teste de esterilidade. Os controles positivos apresentaram crescimento do microrganismo contaminante, comprovando a aderência ao material. Os controles negativos não apresentaram crescimento. Das 16 FE do GE, duas apresentaram crescimento sendo cada uma delas de 1ufc do contaminante inicial respectivamente no cultivo do ar e no cultivo da membrana. Foi comprovada a eficiência de 99,99999881% do processo de esterilização por ETO, com a probabilidade de sobrevivência de 1,19 x 10-8. Nas condições do desenvolvimento do experimento, a eficácia da esterilização das FE por ETO foi comprovada
Título em inglês
Evaluation of the efficacy of the sterilization of ordinary electric drills for orthopedic surgeries
Palavras-chave em inglês
Ethylene oxide
Orthopedics
Prosthesis-related infection
Sterilization
Surgical wound infection
Resumo em inglês
Electric drills have been used to perform orthopedic surgeries in Brazilian hospitals for almost more than 50 years. This electric equipment is heat-sensitive and it is not appropriate to use in surgical procedures. Until now the efficacy of sterilization of this item had been not evaluated as a potential risk for the occurrence of surgical site infection or infection related to orthopedic prosthesis. The objectives of this study were to evaluate the bioburden of the used electric drills and to evaluate the sterility of the new electric drills contaminated artificially. It is an experimental and randomized study performed in the research laboratory of the Nursing School of the São Paulo University. The study was performed in two phases following rigorous aseptic techniques to control the variables. In the first phase fifteen electric drills were taken in the operating room of the university hospital and included in the study using aleatory and blind methods. Cultures were performed from the air produced by the drill engine and the aliquots of 10µL of the rinsed water from the internal and external surface of the electric drill. One electric drill was included as a positive control and was contaminated with Serratia marcescens. A membrane filter with porous of 0,45 µm were cultured after had been exposed to the rinsed water from the internal and external surface of the clean electric drill. In the second phase were analyzed twenty two electric drills and three orthopedic drilling machines. Sixteen electric drills were included in the experimental group, six were the positive control group and three orthopedic drilling machines in the negative control group. All the equipments previously cleaned and sterilized were submitted to the contamination with Bacillus atrophaeus. The electric drills included in the positive control group were analyzed after exposed to the contaminant and the electric drills of the experimental group and orthopedic drills included in the negative control group were submitted to clean and ethylene oxide sterilization before to start the analysis. The air produced by the drill engine and the membrane filter after exposed to the rinsed water of the internal and external surface of the electric drill were cultured. It was performed Gram microscopy and Wirtz-Conklin to Gram positive bacilli. The results showed low bioburden in the electric drills in two episodes. So, 1 cfu/electric drill was found in one episode of the air culture and 9 cfu/electric drill in one episode of culture of the aliquot. The positive control with Serratia marcescens demonstrated the sensibility of the method in samples with high concentration of contaminants. The method of membrane filtration showed sensible to detect low bioburden of the electric drills. So it is elected for the sterility test. The positive controls showed the growth of the contaminant microrganism demonstrating the adherence to the material surface. The negative controls did not show growth. Two of the sixteen electric drills included in the experimental group showed each one growth of 1cfu of the initial contaminant of the air and the membrane cultures respectively. So the efficiency of the sterilization process was 99,99999881% and the probability of find survivor was 1,19 x 10-8. In these conditions the study demonstrates that the efficacy of the ethylene oxide sterilization was proved
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Vania_Goveia.pdf (4.06 Mbytes)
Data de Publicação
2008-01-24
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • GOVEIA, Vania Regina, et al. Evaluation of the sterilization efficacy of domestic electric drills used in orthopaedic surgeries [doi:10.1590/S1517-83822009000300016]. Brazilian Journal of Microbiology [online], 2009, vol. 40, n. 3, p. 541-546.
  • GOVEIA, Vania Regina, PINTO, Flávia Morais Gomes, and GRAZIANO, Kazuko Uchikawa. A ventilação de furadeiras elétricas constitui fonte de contaminação para a cirurgia? [doi:10.1590/S1413-78522009000300006]. Acta Ortopédica Brasileira [online], 2009, vol. 17, n. 3.
  • GOVEIA, Vania Regina, RIBEIRO, Silma Maria Cunha Pinheiro, and GRAZIANO, Kazuko Uchikawa. Uso de furadeiras elétricas domésticas em cirurgias ortopédicas [doi:10.1590/S1413-78522007000300009]. Acta Ortopédica Brasileira [online], 2007, vol. 15, n. 3.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.