• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2007.tde-20122007-094050
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Trench Ciampone de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Lacerda, Rubia Aparecida (Presidente)
Brito, Glacus de Souza
Santos, Vera Lucia Conceicao de Gouveia
Título em português
Revisão sistemática de literatura sobre o uso terapêutico do ozônio em feridas
Palavras-chave em português
Feridas
Ozônio
Revisão sistemática de literatura
Resumo em português
Dentre os tratamentos possíveis para feridas, um deles, ainda pouco discutido e divulgado, é o uso terapêutico do ozônio. A finalidade desta revisão foi verificar se há benefícios neste uso em feridas. Os objetivos foram: buscar evidências científicas sobre estes benefícios por meio da revisão sistemática da literatura científica; realizar levantamento bibliográfico de estudos primários sobre a temática; analisar a qualidade metodológica destes estudos e discutir sobre as evidências de seus resultados. A metodologia utilizada foi a revisão sistemática da literatura científica, de acordo com o preconizado pelo Centro Cochrane do Brasil. Foram selecionadas oito bases de dados eletrônicas que disponibilizam publicações de pesquisas na área da saúde (CINAHAL, COCHRANE, EMBASE, LILACS, MEDLINE, OVID, PubMed, USP/Sibi/DEDALUS). Além destas bases, um estudo foi encontrado em um livro alemão específico sobre a temática. A busca foi feita de acordo com os Descritores em Ciências da Saúde baseado no MESH (Medical Subject Headings of U.S. National Library of Medicine). Foram encontrados 1637 estudos, sendo 55 pré-selecionados, e apenas 23 incluídos para a revisão. Dentre os principais resultados destacam-se: 52,2% dos estudos incluídos foram ensaios clínicos não controlados, 21,7% ensaios clínicos randomizados controlados abertos, 17,4% ensaios clínicos não randomizados controlados e 8,7% relatos de casos. A maioria dos estudos considerou como desfecho a cicatrização total da ferida ou a estimulação do processo de cicatrização, seguidos da melhora do aspecto da ferida, diminuição da dor/sintomas, melhora dos exames laboratoriais e, um deles relatou diminuição de odor da ferida. Foi analisado o quanto cada estudo controlou ou não variáveis intrínsecas e extrínsecas e quem foram os sujeitos de pesquisa em cada um deles. Analisou-se, ainda, se houve estratificação de variáveis entre os grupos controle e experimental nos estudos controlados e aplicou-se a Escala adaptada de Jadad para verificar a validade interna dos estudos randomizados, cujas pontuações obtidas foram inferiores ao mínimo estabelecido para um estudo de alta qualidade. Como conclusão, ao considerar apenas como estudos de qualidade aqueles randomizados, é possível reconhecer evidência forte do benefício do uso do ozônio, o que confirma a hipótese desta revisão. Mas, a partir da análise de sua validade interna, controle de variáveis interferentes e quantidade e tipo de população, os estudos apresentam problemas de condução e não é possível esse mesmo reconhecimento. Não é desprezível, porém, o fato de que todos os estudos obtiveram resultados favoráveis com o uso de ozônio, o que enseja a recomendação de viabilidade de realização de mais estudos, do tipo ensaios clínicos controlados e bem conduzidos, com estratificação de variáveis intrínsecas e extrínsecas e, principalmente, que utilizem como única intervenção o próprio ozônio, sem associar qualquer tipo de método que interfira no processo de cicatrização. Finalmente, considerando todos os aspectos discutidos e a realidade brasileira, o ozônio, poderia ser uma importante opção de tratamento para feridas e trazer diversos benefícios aos seus portadores, caso isso fosse provado por estudos bem delineados e de qualidade
Título em inglês
Systematic Literature Review about the therapeutic use of the ozone in wounds
Palavras-chave em inglês
Ozone
Systematic literature review
Wounds
Resumo em inglês
Among the possible treatments for wounds there is one that is still very little discussed and divulged: the therapeutic use of the ozone. The purpose of this review is to verify if there are benefits of that use. These were the following goals: to search for scientific evidence of those benefits through systematic scientific literature review; to the bibliographic research of basic studies related to this theme; to analyze the methodological quality of those studies and to discuss the evidence of their results. The methodology used was the systematic scientific literature review, according to what is stated by the Cochrane Center of Brazil. Eight electronic data bases that contain publications of researches in the health area were selected (CINAHAL, COCHRANE, EMBASE, LILACS, MEDLINE, OVID, PubMed, USP/Sibi/DEDALUS). Apart from those data bases, one study was found in a Germany book specific on that theme. The research was done according to the Health Science Key-words based on the MESH (Medical Subject Headings of U.S. National Library of Medicine). 1637 studies were found, 55 were pre-selected and only 23 were included in the review. The main results were the following: 52,2% of the included studies were non-controlled clinical trials, 21,7% were open-label randomized controlled clinical trials, 17,4% were non-randomized controlled clinical trials and 8,7% were case reports. Most part of the studies considered the complete wound healing or the healing process stimulation as outcomes, followed by improvement of the wound aspects, reduction in the pain/symptoms, improvement on the laboratory exams and one of them reported the wound smell reduction. This review analyzed how many intrinsic and extrinsic variables were controlled and who the subjects were in each study. Besides that, it was analyzed if there were variables stratification among the control and the experimental groups in the controlled trials and the adapted Jadad Scale was applied to verify the internal validity of the randomized trials, whose obtained scores were less than the minimum standardized for a high quality study. To sum up, when only randomized trials are considered as of quality, it is possible to recognize strong evidence of benefit in the use of the ozone, which confirms the hypothesis of this review. But, when analyzing the internal validity, the controlled variables and the number and the kind of subjects, the studies presented execution problems and it is not possible to recognize the same thing. It is needless to say that all studies have obtained favorable results in the use of the ozone, which triggers the need to carry out more related studies, as well as to conduct controlled clinical trials, with intrinsic and extrinsic variables stratification and, mainly, that the ozone without associating any method that can interfere in the wound healing is used as unique intervention. Finally, considering all discussed aspects and the Brazilian reality, the ozone could be an important option of wound treatment and it could bring many benefits to its carriers if this was proofed by well conducted quality studies
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Juliana_Trench.pdf (1,008.55 Kbytes)
Data de Publicação
2008-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.