• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2007.tde-20042007-132715
Documento
Autor
Nome completo
Alessandra Cristina Sartore
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Grossi, Sonia Aurora Alves (Presidente)
Cintra, Fernanda Aparecida
Pimenta, Cibele Andrucioli de Mattos
Título em português
Adaptação cultural e validação do herth hope index para a lingua portuguesa: estudo em pacientes com doença crônica
Palavras-chave em português
Doença crônica
Enfermagem
Esperança de vida
Psicometria
Resumo em português
O enfrentamento do processo do adoecer é mais adequado quando os pacientes possuem esperança. É a esperança na recuperação da saúde que leva o paciente a enfrentar todas as adversidades decorrentes do adoecimento e do tratamento. A avaliação da esperança proporciona a implementação de intervenções que estimulam esperança em pacientes em cuidados paliativos e seus familiares. Diante da inexistência de um instrumento validado no Brasil para medir esse construto, optou-se pela realização da adaptação e validação do Herth Hope Index. Era também nossa intenção comparar o sentimento de esperança entre pessoas sadias, doentes com câncer e de doentes com outra doença crônica com características diferentes, como o diabetes. O estudo teve como objetivos fazer a adaptação cultural e a validação do instrumento Herth Hope Index, comparar os escores de esperança entre pacientes oncológicos, diabéticos e acompanhantes, analisar as relações entre o nível de esperança da amostra com as variáveis sócio-demográficas e analisar as relações entre o nível de esperança nos dois grupos de pacientes com variáveis clínicas de interesse. A adaptação cultural e validação do Hert Hope Index foram realizadas conforme o método preconizado pela literatura. A amostra foi composta por 131 indivíduos, divididos em 3 grupos. Os resultados obtidos demonstram que em relação às propriedades psicométricas, o instrumento apresentou um valor de alpha de Cronbach de 0.834 para a escala total. O teste-reteste conferiu a reprodutibilidade do instrumento. A validade de construto foi confirmada por meio da validade convergente que demonstrou correlação estatisticamente significativa entre a Escala de Esperança de Herth (denominação da versão brasileira) e a Escala de Auto-Estima de Rosenberg, e da validade divergente que também evidenciou correlação significante entre a Escala de Esperança de Herth e o Inventário de Depressão de Beck. A análise fatorial pelo método dos componentes principais não confirmou os três fatores da escala original confirmou apenas que existem três fatores, mas com composição diferente dos itens em relação à escala original. O nível de esperança nos três grupos foi elevado e não houve diferença estatística entre eles. A comparação entre o nível de esperança e as variáveis sócio-demográficas na amostra estudada não apresentou diferença estatisticamente significativa. O nível de esperança não foi relacionado com a dor e tipo de tumor nos pacientes oncológicos e nem com o tratamento ou coexistência de hipertensão arterial nos diabéticos. As propriedades psicométricas do instrumento foram demonstradas e, portanto ele pode ser utilizado para mensurar a esperança na população brasileira. Considera-se importante que a Escala de Esperança de Herth continue a ser testada quanto à sua confiabilidade e validade em diferentes contextos sócio-culturais da realidade brasileira
Título em inglês
Cultural adaptation and validation of the herth hope index for portuguese language: study in patients with chronic illness
Palavras-chave em inglês
Chronic disease
Life expectancy
Nursing
Psychometrics
Resumo em inglês
Facing the process of being sick is more properly done when patients have hope.It's the hope of recovering that makes the patient able to face all the difficulties caused by the disease and its treatment. The evaluation of hope makes possible to implement actions which stimulate hope in patients under palliative care and the people who take care of them, specially their relatives. Once in Brazil there is no validated instrument for measure this, the option was to adapt and validate the Herth Hope Index. Our intention was also to compare the feeling of hope of healthy persons, cancer patients and patients with other kinds of chronic disease, with different features, such as diabetes.This study aimed the cultural adaptation and validation of the Herth Hope Index, to compare the hope scores of oncology and diabetic patients and their family, to analyze the relation between their level of hope and social-demographic factors, and to analyze the relation between the level of hope of these two groups of patients and the relevant clinical variables.Cultural adaptation and validation of the Herth Hope Index were done according to the methods already described in literature. There were 131 patients, divided into 3 groups. The result shows that, concerning to psychometric properties, this instrument has presented alpha coefficient of 0.834 for total scale. The test-retest awarded the reliability of the instrument. The construct validity was confirmed by means of the convergent validity that significant correlation between Herth Hope Index (Brazilian version) demonstrated significant correlation with Rosenberg’s Self Steem Scale, and the divergent validity that also significant correlation between Herth Hope Index and the Beck Depression Inventory. The factorial analyses, by the main components method, has not confirmed the three factors of the original scale. It has confirmed only that there are three factors, but there is a different composition among the items of the original scale. The level of hope in these three groups was elevated and there was no statistical difference among them. Comparison between the level of hope and the social-demographical variables hasn't shown any statistically significant differences. The level of hope hasn't been related to pain and kind of tumor in oncology patients neither to treatment or coexistence of arterial hypertension in diabetic patients either. The psychometrics properties of this tool were demonstrated, it can be used in the evaluation of hope of the Brazilian people. It's important that the Herth Hope Index keeps been tested, specially regarding it's reliability and validity in different socio-cultural aspects of the Brazilian context
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Alessandra_Sartore.pdf (621.87 Kbytes)
Data de Publicação
2007-05-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.