• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2014.tde-20012015-110454
Documento
Autor
Nome completo
Ticiane Carolina Gonçalves Faustino Campanili
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Santos, Vera Lucia Conceicao de Gouveia (Presidente)
Blanes, Leila
Caliri, Maria Helena Larcher
Título em português
Incidência de úlcera por pressão e de lesão por fricção em pacientes de unidade de terapia intensiva cardiopneumológica
Palavras-chave em português
Pacientes internados
Úlcera por pressão
Unidades de terapia intensiva
Resumo em português
Introdução: As lesões de pele representam um grande desafio para os profissionais de saúde que prestam cuidados a pacientes críticos, especialmente os com alterações cardiopneumológicas, pois é frequente ocorrências de úlceras por pressão e de lesões por fricção nessa clientela com aumento de custos no tratamento e do tempo de internação além de desconforto e impacto negativo sobre a qualidade do serviço prestado e de vida dos pacientes. Objetivos: Este estudo objetivou identificar e analisar os coeficientes de incidência de úlceras por pressão e lesões por fricção e os fatores de risco para o seu desenvolvimento em pacientes de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Cardiopneumológica. Métodos: Trata-se de um estudo de coorte, prospectivo, cuja coleta de dados ocorreu durante os meses de novembro de 2013 a fevereiro de 2014, com censura de uma semana. O estudo foi realizado em uma UTI destinado a pacientes com doenças cardíacas e pulmonares de um hospital de grande porte na cidade de São Paulo, após aprovação dos Comitês de Ética em Pesquisa (CEP) da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo e da instituição, de acordo com protocolo número 20780713.4.0000.5392, com parecer consubstanciado publicado na Plataforma Brasil em 24/10/2013. Participaram da amostra 370 pacientes maiores de 18 anos, que não apresentavam úlceras por pressão e lesões por fricção na admissão, que aceitaram participar do estudo (assinando o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido) e que estavam na unidade há menos de 24 horas. Para análise dos dados foram utilizadas análises univariadas e a Classification And Regression Tree (CART). Resultados: Incidências globais de 10,80%, 7,02% e 2,16%, respectivamente para úlceras por pressão, lesões por fricção e ambas as lesões simultaneamente foram encontradas nos pacientes críticos. Diferentes fatores de risco foram encontrados, conforme o tipo de lesão, sendo o tempo de permanência na UTI igual ou superior a 9,5 dias e idade igual ou superior a 42,5 anos comuns para as úlceras por pressão e lesões simultâneas. Além desses, raça branca; uso de superfícies de suporte e número de artefatos invasivos na admissão; e uso de transfusão sanguínea foram fatores constatados respectivamente para as úlceras por pressão, lesões por fricção e lesões simultâneas Conclusão: Os coeficientes de incidência e os fatores de risco constatados assemelham-se a alguns estudos da literatura, somente para as úlceras por pressão. Para as lesões por fricção e lesões simultâneas, não foram encontrados estudos desenvolvidos junto a pacientes críticos, sendo, no entanto, corroborados alguns dos fatores de risco descritos em grupos e cenários distintos como idosos residentes em instituições de longa permanência e pacientes crônicos hospitalizados. O estudo contribui, portanto, para os conhecimentos relacionados à epidemiologia dessas lesões, recomendando-se a replicação de seus métodos, principalmente para as lesões por fricção em pacientes hospitalizados, isoladamente ou em associação com as úlceras por pressão. Por outro lado, ao favorecerem a maior compreensão do panorama dessas lesões em pacientes cardiopneumológicos críticos, os resultados obtidos poderão favorecer o planejamento de cuidados preventivos específicos para essa clientela
Título em inglês
Incidence of pressure ulcers and skin tears in patients of intensive care unit cardiopneumologic
Palavras-chave em inglês
Inpatients
Intensive Care Unit
Pressure ulcers
Resumo em inglês
Introduction: Skin lesions represent a major challenge for health professionals who care for critical patients cardiopneumologics. In clinical practice, have been frequent occurrences of pressure ulcers and skin tears, by rubbing with increased costs in treatment, prolonged hospitalization, in addition to discomfort and negative impact on the quality of service and the quality of life of patients.Goal: This study aimed to identify and analyze the rate of incidence of pressure ulcers and skin tears and the risk factors for its development in patients in the Intensive Care Unit(ICU) Cardiopneumologic. Methods: This study is a prospective cohort which data collection occurred during the months of November 2013 to February 2014, with censorship of a week. The study was conducted in a Surgical Intensive Care Unit Cardiopneumologic of a large hospital in the city of São Paulo, after approval of the Ethics Committee (EC) of the School of Nursing, University of São Paulo and the institution in accordance with protocol number 20780713.4.0000.5392 with sound embodied the EC Platform published in Brazil on 10/24/2013. A sample of 370 patients older than 18 years who did not have any injuries mentioned (pressure ulcers and skin tears) on admission, and who agreed to participate (by signing the Instrument of Consent) and who were in the unit for less than 24 hours. For data analysis were used univariate analyzes and the Classification And Regression Tree (CART). Results: overall incidences of 10.80%, 7,02% and 2.16% respectively for pressure ulcers, skin tears and both lesions simultaneously were found in critically ill patients. Different risk factors were found, depending on the type of injury, and length of stay in ICU less than 9,5 days old and less than 42,5 years common for pressure ulcers and concurrent injuries. Besides these, the white race; Use of support surfaces and the number of invasive devices in entry; and use of blood transfusion were observed factors respectively for pressure ulcers, skin tears and simultaneous injuries Conclusion: The incidence and risk factors observed are similar to some studies in the literature, only for pressure ulcers. For skin tears and simultaneous lesions, no studies have not found together developed the critical patients, however, corroborated some of the risk factors described in groups and different scenarios as seniors residents in long-term hospitalized chronic patients and institutions. The study therefore contributes to the knowledge regarding the epidemiology of these types of injuries, recommending that replication of their methods, especially for lesions friction in acute inpatients and critics, alone or in combination with pressure ulcers. On the other hand, by favoring a greater understanding of these lesions panorama critical cardiopneumologics patients, the results will may facilitate the planning of specific preventive care for these clients
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-03-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.