• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2018.tde-18092018-111124
Documento
Autor
Nome completo
Rizioléia Marina Pinheiro Pina
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Püschel, Vilanice Alves de Araujo (Presidente)
Amoroso, Marta Rosa
Oliveira, Lavinia Santos de Souza
Rocha, Esron Soares Carvalho
Toledo, Noeli das Neves
Título em português
O cuidado à saúde da população indígena Mura de Autazes-Amazonas: a perspectiva das enfermeiras dos serviços
Palavras-chave em português
Cuidado
Cultura
Enfermagem
Saúde Indígena
Resumo em português
Introdução: A pesquisa analisa em uma perspectiva etnográfica o cotidiano de cuidado de enfermeiras à população indígena Mura do município de Autazes-Amazonas. Objetivo: Analisar a perspectiva das enfermeiras sobre o cuidado à saúde da população indígena Mura do município de Autazes-Amazonas. Metodologia: Trata-se de um estudo etnográfico, realizado com dez enfermeiras que atuavam no cuidado à população indígena Mura no Município de Autazes, nos cenários do Hospital de Autazes e dos Polos- Base das aldeias de Pantaleão e Murutinga. O trabalho de campo foi realizado no período de agosto de 2015 a janeiro de 2016, sendo coletados os dados por meio da observação participante, com anotação sistemática em diário de campo, e de entrevistas semi- estruturadas, seguindo um roteiro com aspectos relacionados ao perfil das participantes e perguntas voltadas ao conhecimento sobre saúde indígena, experiência do cuidar do indígena e formação do enfermeiro para atuação em contexto indígena. A coleta e a análise de dados foram realizadas concomitantemente durante toda a realização do trabalho de campo, que foram agregados em temas, elaborados com base nas observações de campo e nos dados das entrevistas, sendo discutidos segundo o referencial da antropologia da saúde, das Políticas de Saúde Indígena, dos conceitos de cuidar/cuidado em um sentido mais amplo no campo da Enfermagem e, em particular, na perspectiva do cuidado transcultural. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Escola de Enfermagem de São Paulo. Resultados: Foram elencados seis temas que discorrem sobre os cuidados de enfermagem à saúde indígena, envolvendo os desafios e as dificuldades vivenciadas pelas participantes do estudo. Os temas que emergiram foram: Práticas de cuidado de enfermeiras à população indígena Mura de Autazes; O contexto hospitalar e o cuidar do indígena Mura; Cuidados diferenciados e atenção diferenciada: entre modos de olhar e de cuidar da população indígena Mura; Aspectos culturais que envolvem o cuidado ao indígena Mura: dificuldades e desafios para enfermeiras; Fragilidades estruturais dos serviços: dificuldades e desafios para as ações de saúde junto à população indígena e Fragilidades na formação do enfermeiro para atuação em contexto intercultural. Conclusão: Os resultados revelam a necessidade premente de mudanças estruturais no processo de trabalho e melhores condições para realização das ações de cuidados da enfermeira à população indígena; de formação continuada que contemple as especificidades culturais da população indígena; de ação interdisciplinar que promova o diálogo entre saúde, antropologia e cuidado transcultural para minimizar atitudes etnocêntricas dos profissionais de saúde à população assistida no contexto investigado. Recomenda-se fortemente que as Instituições de Ensino Superior em regiões geográficas com população indígena reorientem seus currículos para a formação do enfermeiro para atuar em contexto intercultural e com competências para prestar atenção diferenciada à população indígena. Novas pesquisas precisam ser desenvolvidas para preencher lacunas nessa área de conhecimento.
Título em inglês
Health Care of Indigenous Population Mura de Autazes-Amazonas: The Nurses' Perspective of Services
Palavras-chave em inglês
Care
Culture
Indigenous Health
Nursing
Resumo em inglês
Introduction: The research analyzes, from an ethnographic perspective, the daily care of nurses to the indigenous Mura population of the municipality of Autazes-Amazonas. Objective: To analyze the nurses' perspective on the health care of the indigenous Mura population of the municipality of Autazes-Amazonas. Method: This is an ethnographic study carried out with ten nurses who worked in the care of the indigenous Mura population in the municipality of Autazes, in the settings of the Hospital of Autazes and the Base Poles of the villages of Pantaleão and Murutinga. Field work was carried out from August 2015 to January 2016, and data were collected through participant observation, with systematic annotation in field diaries, and semi-structured interviews, following a script with aspects related to the profile of the participants and questions related to knowledge about indigenous health, indigenous care experience, and nurse training to work in an indigenous context. Data collection and analysis were performed concomitantly throughout the field work. Data were aggregated into themes, elaborated based on field observations and interview data, discussed according to the anthropology of health, the Indigenous Health Policies, the concepts of care/caring in a broader sense in the field of Nursing and, in particular, from the perspective of cross-cultural care. The research was approved by the Research Ethics Committee of the School of Nursing of São Paulo. Results: Six themes were named that discuss nursing care for indigenous health, involving the challenges and difficulties experienced by the study participants. Themes that emerged were: Practices of care of nurses to the indigenous population Mura de Autazes; The hospital context and the care of the indigenous Mura; Differentiated care and differentiated attention: between ways of looking and caring for the indigenous Mura population; Cultural aspects that involve care for the indigenous Mura: difficulties and challenges for nurses; Structural weaknesses of services: difficulties and challenges for health actions with the indigenous population and Fragilities in the training of nurses to work in an intercultural context. Conclusion: The results reveal the urgent need for structural changes in the work process and better conditions for carrying out nursing care actions to the indigenous population; Continuing education that contemplates the cultural specificities of the indigenous population; Interdisciplinary action that promotes the dialogue between health, anthropology and transcultural care to minimize ethnocentric attitudes of health professionals to the population assisted in the investigated context. It is strongly recommended that Higher Education Institutions in geographic regions with indigenous populations reorient their curricula to the training of nurses to act in an intercultural context and with competencies to give differentiated attention to the indigenous population. New researches need to be developed to fill gaps in this area of knowledge.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Tese_Rizioleia.pdf (4.44 Mbytes)
Data de Publicação
2018-09-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.