• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2008.tde-15052008-152246
Documento
Autor
Nome completo
Fabiana Gonçalves Seki Gava
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Grossi, Sonia Aurora Alves (Presidente)
Cruz, Dina de Almeida Lopes Monteiro da
Lotufo, Paulo Andrade
Título em português
Risco cardiovascular em indivíduos segurados por planos de saúde privados
Palavras-chave em português
Doenças cardiovasculares
Doenças crônicas
Fatores de risco
Prevenção de doenças
Resumo em português
As doenças cardiovasculares são uma realidade no país, apresentando um impacto significativo na morbi-mortalidade dos indivíduos e no gasto público relacionado aos tratamentos e aposentadorias precoces. Os altos índices de morte por doença cardiovascular podem ser explicados pela grande incidência de fatores de risco associados a baixos níveis de intervenção sobre esses fatores. O presente trabalho tem como objetivos: caracterizar os indivíduos segurados por planos de saúde privados com relação às variáveis sociodemográficas, antropométrica, comportamental e clínicas; identificar o risco cardiovascular obtido por meio do Escore de Risco de Framingham (ERF) e comparar o ERF entre os indivíduos com relação às referidas variáveis.Trata-se de um estudo transversal comparativo/correlacional, de abordagem quantitativa. A pesquisa foi realizada em uma empresa privada prestadora de serviços de gerenciamento de doentes crônicos para operadoras de planos privados de saúde, em diversos estados do Brasil. Os critérios de inclusão na amostra foram ter pessoas de ambos os sexos; com idade entre 30 e 74 anos e com prontuários eletrônicos completos para a realização do estudo. Foram estudados 2967 associados, sendo 1339 homens e 1628 mulheres. A amostra foi composta em sua maioria por mulheres (54,9%), por pessoas com 60 anos ou mais (57,4%), com sobrepeso ou obesas (79,5%), com colesterol total e HDL-c dentro da normalidade (61,5% e 59%, respectivamente), normotensos (PAS < 130 = 55,2%; PAD < 85 = 83,1%), não diabéticos (57,9%), não tabagistas (91,4%) e aposentados e donas do lar (60,1%). A escolaridade mostrou predomínio de indivíduos analfabetos ou com nível de escolaridade até o ensino fundamental (39,1%). As patologias mostraram predomínio de indivíduos portadores da HAS (35,8%) e de HAS acompanhada por DM (20,9%). Com relação à estratificação do risco cardiovascular, a maior parte da amostra estava classificada na faixa de médio e alto, ou seja, risco superior a 10% de desenvolver doença arterial coronariana em 10 anos - (55,6%). A análise de regressão logística mostrou que possuem maior risco de apresentar ERF médio/alto os indivíduos do sexo masculino, mais velhos, obesos, com baixa escolaridade, fumantes, com CT >= 200 mg/dl, com baixos níveis de HDL-c, com PAS >= 130 mmHg, com PAD > 90 mmHg e diabéticos (p< 0,05). A análise de regressão multinomial mostrou que possuem maior risco de apresentar ERF médio e alto os indivíduos do sexo masculino, acima do peso, com baixa escolaridade, fumantes, CT >= 200 mg/dl, HDL < 60 mg/dl, PAS >= 130 mmHg, PAD >= 85 mmHg e diabéticos (p< 0,05). O uso da curva ROC mostrou que o ERF pode identificar indivíduos de baixo risco, médio/alto risco, médio risco e alto risco com acurácia considerada ótima (com valores da área sob a curva variando de 0,82 a 0,94). Esses resultados fornecem subsídios na determinação de prioridades de intervenção na pratica clinica com relação aos fatores de risco
Título em inglês
Cardiovascular risk in individuals insured by private health plans
Palavras-chave em inglês
Cardiovascular diseases
Chronic disease
Disease prevention
Risk factors
Resumo em inglês
The cardiovascular diseases are reality in Brazil, presenting a significant impact in morbi-mortality of the population and in the public expenses related to treatments and precocious retirements. The high averages of death for cardiovascular illness can be explained by the great incidence of risk factors associated to low levels of intervention on these factors. The present research has as objective: to characterize people insured for private health plans related to sociodemographics, anthropometrics, behavioral and clinical variables; to identify the cardiovascular risk by the Framingham Heart Score (FHS) and to compare the FHS among the participants and based on the related variables. This is a transversal, comparative/correlational, quantitative study. The research was realized in a private company that manages people who has chronic diseases for private health plans operators, in diverse states of Brazil. The criteria of inclusion in the sample was: to include people of both the gender; aged between 30 and 74 years and having complete electronic medical register for the accomplishment of the study. 2967 associates had been studied, 1339 men and 1628 women. The sample was composed in its majority by women (54,9%), 60 years old or more (57,4%), overweight or obeses (79,5%), normal results of serum cholesterol and HDL-c (61.5% and 59%, respectively), normal blood presure (systolic blood pressure - SBP < 130 = 55,2%; diastolic blood pressure - DBP < 85 = 83.1%), non diabetic (57,9%), non smoking (91,4%) and pensioners and housewives (60,1%). The scholarity level showed predominance of illiterate individuals or with low scholarity level (39,1%). The patologies showed predominance of associates who have hypertension (35,8%) and hypertension and diabetes (20,9%). About the stratification of the cardiovascular risk, most of the sample was classified in the band of medium/high risk, and/or risk higher than 10% to develop coronary arterial disease in 10 years (55,6%). The analysis of logistic regression showed that have greater risk to present FHS medium/high: male sex associates, older, obeses, with low scholarity levels, smokers, serum cholesterol >= 200 mg/dl, low levels of HDL-c, SBP >= 130 mmHg, DBP > 90 mmHg and diabetic (p < 0,05). The analysis of multinomial regression showed that have greater risk to present average and high FHS: male sex associates, overweight, low scholarity levels, smokers, serum cholesterol >= 200 mg/dl, HDL-c < 60 mg/dl, SBP >= 130 mmHg, DBP >= 85 mmHg and diabetic (p < 0,05). The ROC curve showed FHS can identify individuals of low risk, medium/high risk, medium risk and high risk with accuracy considered excellent (values of the area under the curve varying from 0,82 to 0,94). These results supply subsidies to determine priorities of intervention on risk factors in clinical practice
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Fabiana_Gava.pdf (465.32 Kbytes)
Data de Publicação
2008-05-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.