• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Saskia Sampaio Cipriano de Menezes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Cruz, Dina de Almeida Lopes Monteiro da (Presidente)
Diaz, Leidy Johanna Rueda
Ferretti-Rebustini, Renata Eloah de Lucena
Lopes, Maria Helena Baena de Moraes
Silva, Rita de Cassia Gengo e
Título em português
Avaliação do Raciocínio Clínico: Adaptação e Validação do Test de Concordance de Scripts Human Caring
Palavras-chave em português
Avaliação
Enfermagem
Raciocínio clínico
Resumo em português
Introdução: O Test de Concordance de Scripts (TCS) é uma ferramenta de avaliação projetada para medir o raciocínio clínico em situações de incerteza. O Test de Concordance de Scripts Human Caring (TCSHC) foi desenvolvido no Canadá com base na teoria de scripts e orientado pelo modelo do Cuidado Humano de Jean Watson. Dispor de um instrumento de avaliação do raciocínio clínico como o Test de Concordance de Scripts Human Caring - versão brasileira será contribuição relevante para o desenvolvimento de pesquisas sobre o raciocínio clínico na enfermagem. Objetivos: Adaptar culturalmente e validar o Test de Concordance de Scripts Human Caring (TCSHC) para o Brasil; estimar as propriedades psicométricas da versão brasileira do TCSHC; avaliar o raciocínio clínico de enfermeiros e estudantes de enfermagem; testar associações entre raciocínio clínico e variáveis demográficas, de formação e relacionadas à experiência clínica. Métodos: A adaptação para o português do Brasil foi realizada por tradução e back-translation conforme diretrizes reconhecidas, e a grade de pontuação foi criada com as respostas de 20 especialistas. Respostas de 644 participantes (idade média= 36,9 anos; DP=9,0, 348/54,03% estudantes de enfermagem e 296/45,96% enfermeiros) ao TCSHC versão brasileira foram submetidas a análises de associação, de consistência interna, e fatorial confirmatória e exploratória. Resultados: Os 92 itens e as instruções do TCSHC foram adaptados para o Brasil. Dos 92 itens, foram excluídos 39 por correlação item-total <0,2. O TCSHC versão brasileira ficou constituído por 53 itens, com alfa de Cronbach de 0,87. Análises fatoriais confirmatória e exploratória não identificaram estrutura teórica ou estrutura interpretável para os 53 itens. Os escores médios no TCSHC dos especialistas, enfermeiros e estudantes foram diferentes (F=12,135; p=0,000); especialistas obtiveram melhores escores que os enfermeiros (p=0,021) e que os estudantes (p=0,021) e os enfermeiros melhores escores que os estudantes (p=0,001) evidenciando a validade discriminante do TCSHC versão brasileira. Houve associação entre raciocínio clínico e sexo (mulheres com escores mais altos que os homens; t=-3,33; p=0,001); alunos expostos ao processo de enfermagem apresentaram melhores escores que os não expostos (t=-2,72; p=0,007); entre os enfermeiros houve associação entre o maior grau de formação e raciocínio clínico (F=4,772; p=0,003; doutorado > especialização (p=0,002) e > graduação (p=0,033). Não houve correlação do raciocínio clínico com o tempo de experiência profissional entre os enfermeiros (r=0,158; p=0,006) e nem com a fase da graduação atual dos estudantes (r=0,144; p=0,007). Conclusão: O TCSHC versão brasileira apresentou evidências de confiabilidade satisfatória, com boa medida de validade discriminante. Quanto a validade de construto não foi possível confirmar a estrutura teórica proposta para o instrumento original, tampouco identificar estrutura interpretável.
Título em inglês
Evaluation of clinical reasoning: adaptation and validation of Test de Concordance de Scripts Human Caring.
Palavras-chave em inglês
Clinical reasoning
Evaluation
Nursing
Resumo em inglês
Introduction: The Script Concordance Test (SCT) is an assessment tool designed to measure clinical reasoning in situations of uncertainty. The Concordance test of Human Caring Scripts (TCSHC) was developed in Canada based on scripts theory and guided by Jean Watson's Human Care model. Having such an instrument to evaluate clinical reasoning such as the Concordance Test of Human Caring Scripts - in a Brazilian version will be a relevant contribution for the development of research on clinical reasoning in nursing. Objectives: To culturally adapt and validate the Concordance Test of Human Caring Scripts (TCSHC) for Brazil; to estimate the psychometric properties of the Brazilian version of the TCSHC; to evaluate the clinical reasoning of nurses and nursing students; to test associations between clinical reasoning and demographic, training, and clinical experience variables. Methods: The adaptation to Brazilian Portuguese was performed by translation and back-translation according to recognized guidelines and the score grid was created with the answers of 20 experts. Responses of 644 participants (average age = 36.9 years, SD = 9.0, 348 / 54.03% nursing students and 296 / 45.96% nurses) to TCSHC Brazilian version were analyzed in terms of association between variables, internal consistency index, and confirmatory and exploratory factorial analyses. Results: The 92 items and instructions of the TCSHC were adapted for Brazil. Of the 92 items, 39 were excluded by item-total correlation <0.2. The TCSHC Brazilian version consisted of 53 items, with Cronbach's alpha of 0.87. Confirmatory and exploratory factor analyzes did not identify theoretical structure or interpretable structure for the 53 items. The mean TCSHC scores of the specialists, nurses and students were different (F = 12.135; p = 0.000); (p = 0.021) and that the students (p = 0.021) and the nurses had better scores (p = 0.001), evidencing the discriminant validity of the TCSHC Brazilian version. There was an association between clinical reasoning and sex (women with higher scores than men; t = -3.33, p = 0.001); Students exposed to the nursing process had better scores than those not exposed (t = -2.72; p = 0.007); Among the nurses, there was significant association between the highest degree of training and clinical reasoning (F = 4,772, p = 0.003, doctorate> specialization (p = 0.002) and> graduation (p = 0.033). Neither there was correlation between clinical reasoning and time of experience among the nurses (r = 0.158, p = 0.006), nor with the students' current graduation phase among the students (r = 0.144, p = 0.007) Conclusion: The TCSHC Brazilian version presented evidence of satisfactory reliability with a good measure of discriminant validity. As for the construct validity it was not possible to confirm the proposed structure for the original instrument, nor to identify an interpretable structure.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SASKIA_Corrigida.pdf (8.44 Mbytes)
Data de Publicação
2017-11-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.