• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2008.tde-12092008-104526
Documento
Autor
Nome completo
Ana Paula Vilcinski Oliva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Cruz, Dina de Almeida Lopes Monteiro da (Presidente)
Andrade, Dalton Francisco de
Bachion, Maria Marcia
Kimura, Miako
Padilha, Katia Grillo
Título em português
Banco de itens pra avaliação de raciocínio diagnóstico (Biard)
Palavras-chave em português
Avaliação em enfermagem
Diagnóstico de enfermagem
Enfermagem (classificação)
Julgamento
Psicometria
Resumo em português
Este estudo teve como objetivos criar um banco de itens para composição de testes para avaliação do raciocínio diagnóstico, a partir dos itens propostos por Gordon e Plunkett no Diagnostic Reasoning Test e descrever a proficiência no raciocínio diagnóstico de enfermeiras e estudantes de enfermagem. O referencial teórico assumido neste estudo foi a teoria de geração de hipóteses e a Psicometria foi o referencial metodológico utilizado para a seleção dos itens que compuseram o banco. Este estudo foi uma análise secundária das respostas a 35 itens de raciocínio diagnóstico, obtidas de 362 participantes de um estudo primário sendo 142 enfermeiras (39,2%), 212 (58,6%) estudantes de graduação em enfermagem e 8 (2,2%) sem informação; 93,4% mulheres; idade média de 29,5±9,4 anos. As enfermeiras tinham em média 13,9±8,1 anos de formadas e 84,8% dos estudantes cursavam do quinto semestre em diante. Os gabaritos das respostas aos 35 itens foram revisados e codificados, de acordo com o que as respostas do estudo primário foram pontuadas como variáveis dicotômicas. A análise pela TRI, modelo com dois parâmetros, usando o programa BILOG® indicou a exclusão de 4 dos 35 itens e forneceu os parâmetros de dificuldade e de poder de discriminação dos 31 itens restantes. Com esses parâmetros foi criada uma escala de proficiência em raciocínio diagnóstico e foram identificados os itens típicos de cada nível da escala. A análise qualitativa e comparativa dos itens típicos de cada nível permitiu descrever as habilidades diagnósticas requeridas em cada nível segundo a combinação dos seguintes fatores relacionados aos dados apresentados aos respondentes: especificidade das pistas para o diagnóstico mais provável; convergência de pistas em torno do diagnóstico mais provável; tradição do papel de enfermagem evocado pelos dados apresentados, especialização do contexto clínico e quantidade de dados disponíveis em cada item. A escala foi criada em torno de um valor médio igual a 200(±20). Os 31 itens selecionados posicionaram-se entre os níveis 200 e 340, com exceção dos níveis 220 e 340, que permaneceram sem qualquer item. A proficiência média dos enfermeiros da amostra do estudo primário foi 199,7(±13,6), a dos estudantes foi 200,3(±13,3) e não houve diferença estatística entre as duas categorias (t-student; p = 0,72). Não houve correlação significativa entre proficiência em raciocínio diagnóstico e anos de profissão para as enfermeiras (p = 0,97) e anos de graduação para as estudantes (p=0,204). O banco criado disponibiliza itens para avaliação de proficiência em raciocínio diagnóstico que podem ser aplicados a enfermeiras e estudantes de graduação em enfermagem em diversas situações de avaliação no ensino, pesquisa e assistência. Com a escala criada outros itens poderão ser desenvolvidos, especialmente para avaliar níveis de proficiência abaixo da média. A escala criada merece destaque pela discriminação das habilidades diagnósticas requeridas para o acerto dos itens de cada nível
Título em inglês
Diagnostic Reasoning Assessment Item Bank - DRAIB
Palavras-chave em inglês
Assessment in nursing
Judgement
Nursing (classification)
Nursing diagnosis
Psychometry
Resumo em inglês
The purpose of this study were to create an item bank for tests composition to assess diagnostic reasoning from the items proposed by Gordon and Plunkett in Diagnostic Reasoning Test and to describe the proficiency of nurses and nursing students' diagnostic reasoning. The theory of hypothesis generation was the theoretical referential assumed in this study and Psychometry was the methodological referential used to select the items composing the bank. This study was the secondary analysis of the answers to 35 items of diagnostic reasoning, obtained from 362 participants in a primary study. The sample characteristics were: 149 (39.2%) nurses, 212 (58.6%) nursing students and 8 (2.2%) participants without information; 93.4% women; average age of 29.5±9.4 years old. The nurses had been graduated for 13.9±8.1 years on average and the students were at least at their fifth semester. The answers to the 35 items were checked and coded, according to what the answers from the primary study had been marked as dichotomous variables. The analysis by IRT, model with two parameters, using the program BILOG® indicated the exclusion of 4 out of the 35 items and provided the parameters of difficulty and discrimination power of the remaining 31 items. With these parameters, a scale of proficiency in diagnostic reasoning was created and the typical items of each level of the scale were identified. The qualitative and comparative analysis of the typical items of each level permitted describing the diagnostic skills requested in each level according to the combination of the following factors related to the data presented to the interviewees: the specificity of the clue for the most likely diagnosis; the convergence of the clue around the most likely diagnosis; tradition of the role of the nurse evoked by the presented data; specialization of the clinical context and the quantity of the data available in each item. The scale was created around an average value equal to 200(±20). The 31 selected items were between the levels 200 and 340, except for levels 220 and 340 which remained without any item. The average proficiency of the nurses assessed in the primary study's sample was 199.7(±13.6), while it was 200.3(±13.3) for the students, and there was no statistical difference between the two categories (t-student; p = 0.72). There was no significant correlation between the proficiency in diagnostic reasoning and years of work for the nurses (p=0.97) and years of graduation for the students (p=0.20). The created bank provides items to assess the proficiency in diagnostic reasoning which can be applied to nurses and nursing students in different situations of assessment in teaching, research and assistance. With the created scale, other items can be developed, especially to assess levels of proficiency below the average. The created scale is worth of note for its discrimination of the diagnostic skills required to mark the items of each level right
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Ana_Paula_Vilcinski.pdf (320.33 Kbytes)
Data de Publicação
2008-10-02
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • OLIVA, Ana Paula Vilcinski, and CRUZ, Diná de Almeida Lopes Monteiro da. Decreased cardiac output: validation with postoperative heart surgery patients. International Journal Of Nursing Terminologies And Classifications, 2003, vol. 14, nº 4, p. 6-6. Abstract.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.