• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2007.tde-13072007-092505
Documento
Autor
Nome completo
Fernanda Amendola
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Maria Amelia de Campos (Presidente)
Kimura, Miako
Watanabe, Helena Akemi Wada
Título em português
Qualidade de vida de cuidadores de pacientes com perdas funcionais e dependência atendidos em domicílio pelo programa de saúde da família do município de São Paulo
Palavras-chave em português
Atenção básica
Cuidadores familiares
Cuidados domiciliários
MIF
Qualidade de vida
WHOQOL-bref
ZBI
Resumo em português
Atualmente no Brasil, crescem em importância os estudos sobre cuidados domiciliários à saúde de pessoas com perdas funcionais e dependência e seus cuidadores, em razão das transições demográfica e epidemiológica do país. Na Atenção Básica, com a implementação do Programa Saúde da Família (PSF), o cadastramento das famílias feito pelos agentes comunitários de saúde tornou visíveis as necessidades de saúde desses pacientes, antes confinados a seus lares, e de seus cuidadores. Este estudo teve como objetivo avaliar a qualidade de vida de cuidadores familiares de pacientes com perdas funcionais e dependência, atendidos por equipes de saúde da família, relacionando-a a características sociodemográficas, condições de saúde, grau de sobrecarga percebida e o grau de independência funcional do paciente. Foram entrevistados 66 cuidadores familiares atendidos por equipes de PSF na região sul do município de São Paulo. Os instrumentos utilizados foram: 1) caracterização do cuidador familiar e do paciente; 2) WHOQOL-bref, para avaliação de qualidade de vida subjetiva; 3) Zarit Burden Interview (ZBI), para avaliação da sobrecarga do cuidador, e 4) Escala de Medida de Independência Funcional (MIF), para avaliação da capacidade funcional dos pacientes. Os cuidadores eram, em sua maioria, mulheres (83,3%), casadas (62,2%) com média de idade de 50,5 anos. Na condição de filhas ou filhos (37,9%) e esposas ou esposos (24,2%), cuidavam de pacientes com até 50% de dependência para atividades básicas da vida diária (MIF total = 57,82) e estavam moderadamente sobrecarregados (Zarit total = 32,12). Apresentaram melhor escore de qualidade de vida no domínio físico (66,72) e pior no domínio meio ambiente (52,51). A escala de sobrecarga, a presença de companheiro e a presença de doença no cuidador mostraram-se estatisticamente relacionadas à ´qualidade e vida geral´, no modelo de regressão múltipla final. Os resultados permitiram concluir que a qualidade de vida do cuidador correlacionou-se estatisticamente à sobrecarga percebida, indicando que quanto menores os escores em todos os domínios do WHOQOL-bref, maior a sobrecarga. Não houve associação estatística significativa entre o grau de independência funcional e a qualidade de vida do cuidador. Políticas públicas efetivas, destinadas a oferecer uma rede de serviços de suporte às famílias de pessoas com perdas funcionais e dependência, são primordiais para a diminuição da sobrecarga do cuidador e conseqüente melhora da sua qualidade de vida e de seus familiares
Título em inglês
Quality of life of family caregivers for disabled dependent patients receiving home care as part of the Municipal Family Health Program of São Paulo
Palavras-chave em inglês
Family caregivers
FIM
Home care
Primary care
Quality of life
WHOQOL-bref
ZBI
Resumo em inglês
In Brazil, the study of home health care of people with disabilities and dependency and their caregivers is growing in importance due to demographic and epidemiological changes in the country. With the introduction of the Family Health Program, the registration of families in Primary Care by community health agents brought to light the health needs of these patients, who were previously confined to their homes and to their caregivers. The objective of this study was to evaluate the quality of life of family caregivers of patients with disabilities and dependency, served by family healthcare teams, in terms of socio-demographic characteristics, health conditions, level of perceived burden and degree of functional independence of the patient. Family Health Care Program teams interviewed 66 family caregivers in the southern region of the city of São Paulo. The tools employed were: 1) characterization of the family caregiver and patient; 2) WHOQOL-bref, for the subjective evaluation of quality of life; 3) Zarit Burden Interview (ZBI), to evaluate caregiver burden, and 4) Functional Independence Measure Scale (FIM), to evaluate the functional capacity of patients. The caregivers were mostly women (83.3%), married (62.2%) with an average age of 50.5 years. Caregivers were daughters (37.9%) and spouses (24.2%), who cared for patients with up to 50% dependence for instrumental activities of daily living (MIF total = 57.82) and were moderately burdened (Zarit total = 32.12). The physical domain received the best quality of life score (66.72) and the worst score went to the environment domain (52.51). The amount of burden, presence of companion and presence of caregiver illness were statistically associated with general quality of life in the final multiple regression model. The results showed that caregiver quality of life is statistically correlated with perceived burden, indicating that the lower the score in all WHOQOL-bref domains, the higher the burden. No significant statistical association between degree of functional independence and caregiver quality of life was found. Effective public policies designed to offer a network of support services for families of people with dependence and functional loss are essential to reduce the burden placed on caregivers and consequently improve quality of life for them and their families
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Fernanda_Amendola.pdf (4.54 Mbytes)
Data de Publicação
2007-08-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.