• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2008.tde-11032008-114413
Documento
Autor
Nome completo
Denise Cheavegatti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Bertolozzi, Maria Rita (Presidente)
Chiesa, Anna Maria
Dalmaso, Ana Silvia Whitaker
Título em português
Trabalho e adoecimento na perspectiva de agentes comunitários de saúde da Coordenadoria de Saúde centro-oeste do município de São Paulo
Palavras-chave em português
Agentes comunitários de saúde
Cargas de trabalho
Processo saúde-doença
Saúde da família
Saúde do trabalhador
Resumo em português
Os agentes comunitários de saúde (ACS) integram o processo de produção de saúde e desenvolvem processos de trabalho peculiares, na medida em que são, ao mesmo tempo, moradores e trabalhadores no território de atuação. Dado que em estudos anteriores verificou-se a emergência de cargas de trabalho em seu cotidiano, que assumiam um relevo importante a ponto de causar impacto em seu corpo biopsíquico, este estudo teve como objetivos: identificar cargas de trabalho a que os ACS de uma determinada Coordenadoria de Saúde do Município de São Paulo estavam expostos; identificar processos de fortalecimento na vida e no trabalho; verificar se os ACS estabeleciam nexos entre o trabalho, a vida e seu processo saúde-doença e identificar propostas de enfrentamento em relação aos potenciais de desgaste e para o aprimoramento dos potenciais de fortalecimento. Parte-se da premissa de as que cargas de trabalho são mediações entre o processo de trabalho e o desgaste psicobiológico do trabalhador. A coleta de dados foi realizada através da estratégia de grupo focal, que ocorreu em 3 encontros com 10 ACS da Coordenadoria de Saúde Centro-Oeste do Município de são Paulo, entre julho e agosto de 2007. Os procedimentos éticos foram resguardados. Dentre os resultados mais relevantes, os ACS referiram-se expostos às cargas de trabalho psíquicas, fisiológicas, biológicas, químicas e mecânicas, sendo que as duas primeiras foram predominantes. Os ACS mencionaram nexos entre as cargas psíquicas, mecânicas e biológicas e seu processo saúde-doença, ao relatarem, principalmente, o desenvolvimento de sintomas psíquicos difusos, como frustração e angústia, bem como diagnósticos de depressão e problemas ósteo-articulares. Quanto aos potenciais de fortalecimento na vida e no trabalho, identificaram-se, preponderantemente, sentimentos positivos em relação à profissão, bom relacionamento com a equipe e comunidade e estabilidade financeira. As propostas para enfrentamento dos potenciais de desgaste e aprimoramento dos potenciais de fortalecimento partiram dos próprios ACS, ressaltando-se a necessidade de fortalecer a categoria profissional, assim como de melhor definir suas atribuições, divulgando-as perante a comunidade e membros da equipe de saúde. Ademais, mencionaram propostas que se referem ao âmbito do gerenciamento do Programa Saúde da Família (PSF) e das políticas de saúde, apontando com maior relevância, a necessidade.de que as bases constituintes do PSF, assentadas no Sistema Único de Saúde, não sejam desvirtuadas em função da produtividade, resguardando-se a qualidade no atendimento às necessidades de saúde da população Indica-se, portanto, a necessidade de integrar os ACS nos debates acerca da profissão, no que diz respeito a seus rumos, e às possibilidades de intervenção em seu processo de trabalho, de forma a minimizar os processos de desgaste e fortalecê-los para o enfrentamento de situações cotidianas
Título em inglês
The work and the illness by the communitarian health agents of a region of São Paulo city
Palavras-chave em inglês
Communitarian health agents
Family health
Health worker
Health/illness process
Work loads
Resumo em inglês
The Communitarian Health Agents (CHA) integrate the process of health production and develop peculiar work processes, as they are, at the same time, inhabitants and workers in their performance territory. Since previous studies have revealed the emergence of workloads in their quotidian that had a important impact in their biopsychic body, this study had the following aim: to Identify workloads that CHA of an determined Health Coordination of São Paulo City were exposed to; to identify processes of invigoration and wasting in their work and in their lifes; to verify if the CHA have established connections among their work, life and their process of health-illness; and to identify proposals of confrontation in relation to the wasting potentials and the improvement of the invigoration potentials. We assume the premise that workloads were mediations between the work process and the worker psychobiological wasting. The data collection was carried through the focal group strategy that occurred in 3 meetings with 10 CHA of the Health Coordination of São Paulo City, from July to August of 2007. The ethics procedures were safeguarded. Among the most relevant results, the CHA had mentioned that they have been exposed to psychic, physiological, biological, chemical and mechanical workloads, being the two first types predominant. The CHA have mentioned connections between the psychic, mechanical and biological and their health/illness processes, when describing the development of diffuse psychic symptoms, as frustration and anguish, as well as depression diagnostics and osteoarticular problems. In addition, invigoration elements in some life and work situations were related. The proposals for the confrontation of the wasting potential and for the improvement of the invigoration potential were made by the CHA themselves and the necessity of empowering the professional category as well as to define better the CHA attributions exposing them to the community and to the health team stood out. Moreover, the CHA mentioned proposals related to the management scope of the Healthy Family Program and Health Politics. It is clear, therefore, the necessity of the CHA integration in the discussion about their profession, in the issues related to its directions, in the terms of the Unique Health System of Brazil, and in the possibilities of intervention on their work processes, in a way to minimize wasting processes and in order to invigorate the agents for their quotidian situations confrontation
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-03-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.