• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2005.tde-23102005-191531
Documento
Autor
Nome completo
Roselane Gonçalves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Merighi, Miriam Aparecida Barbosa (Presidente)
Bergamasco, Roselena Bazilli
Fernandes, Maria de Fatima Prado
Jesús, Maria Cristina Pinto de
Mamede, Marli Villela
Título em português
"Vivenciando o climatério: o corpo em seu percurso existencial à luz da fenomenologia"
Palavras-chave em português
Assistência de enfermagem
Climatério
Fenomenologia
Meia idade
Menopausa
Saúde da mulher
Resumo em português
Buscando compreender a vivência do climatério realizei pesquisa qualitativa de abordagem fenomenológica. As entrevistas foram realizadas com sete mulheres, entre 48 e 55 anos de idade, que apresentaram menopausa espontânea. Para desvelar a essência do fenômeno ser mulher vivenciando o climatério elaborei a questão norteadora: Fale-me, como é para você estar vivenciando o climatério? Dos depoimentos emergiram as Unificações Ontológicas: percebendo mudanças no seu corpo, vivenciando sentimentos de ambigüidade, conscientizando-se do mundo por meio do corpo no tempo e no espaço, refletindo sobre a sexualidade e reconhecendo novas maneiras de co-existir no mundo, que foram analisadas e interpretadas à luz do referencial teórico filosófico de Maurice Merleau-Ponty. Os resultados do estudo culminaram na elaboração de pressupostos para a pesquisa, o ensino e a assistência à mulher climatérica, que vão além do biológico, contemplando a dimensão humana existencial. UNITERMOS:Assistência de enfermagem. Climatério. Menopausa. Meia-idade. Saúde da mulher. Fenomenologia.
Título em inglês
Experiencing the climacteric: the body in its existential course under the light of the phenomenology.
Palavras-chave em inglês
Climacteric
Menopause
Middle-age
Nursing attendance
Phenomenology
Woman’s Health
Resumo em inglês
Trying to understand the climacteric experience, I have accomplished qualitative survey of phenomenological approach. The interviews were accomplished with seven women, aged between 48 and 55, who have presented spontaneous menopause. In order to unveil the essence of the phenomenon "being woman experiencing the climacteric", I have prepared the guiding question: Tell me, how it sounds to you to be living the climacteric? Ontological Unifications arose from the testimonies: realizing changes in her body, experiencing feelings of ambiguity, becoming aware of the body in space and time, bethinking about the sexuality and recognizing new ways to co-exist in the world, which were analyzed and interpreted under the light of Maurice Merleau-Ponty's philosophical theoretical referential. The results of the study have culminated in the elaboration of presuppositions for the survey, the teaching and support to the climacteric woman, that go beyond the biological, contemplating the existential human dimension.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Roselane.pdf (699.00 Kbytes)
Data de Publicação
2005-11-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.