• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2007.tde-23012008-140537
Documento
Autor
Nome completo
Soraya El Hakim Reis
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Bonadio, Isabel Cristina (Presidente)
Carvalho, Geraldo Mota de
Jesús, Maria Cristina Pinto de
Merighi, Miriam Aparecida Barbosa
Tsunechiro, Maria Alice
Título em português
A vivência de mulheres grávidas moradoras em uma instituição social e de saúde
Palavras-chave em português
Assistência social
Condição social
Cuidado de enfermagem
Gestante
Pesquisa qualitativa
Resumo em português
Estudo qualitativo, realizado no Amparo Maternal, maternidade social do Município de São Paulo que oferece alojamento e atendimento à saúde para gestantes em situação de risco social. O objetivo foi compreender como as mulheres vivenciam o processo gravídico e o cuidado de saúde morando nessa instituição. O depoimento de dez mulheres foi obtido por meio de entrevista fenomenológica, com as seguintes questões: qual era sua expectativa ao vir para cá? Como é viver aqui neste período, estando grávida? Como está sendo o cuidado à saúde que você recebe? Foi como você esperava? O que você pretende fazer quando for embora? O referencial teórico da fenomenologia social de Alfred Schütz foi usado. A análise dos depoimentos resultou nas subcategorias que convergiram para quatro categorias concretas do vivido: buscando soluções, o dia-a-dia no Alojamento Social do Amparo, o cuidado à saúde no Amparo Maternal e retornando ao cotidiano com novos projetos. A análise das categorias concretas permitiu a compreensão do tipo vivido mulheres que vivenciaram o processo gravídico, morando em uma instituição social e de saúde, como aquele grupo social que, buscando soluções, procurou acolhimento e mudança na condição de vida, vivenciou o dia-a-dia no Alojamento Social do Amparo, conviveu positiva e negativamente com a experiência do outro, julgou-se em casa, mas também sentiu solidão, privação da liberdade e percebeu possibilidades de aprendizado. No que diz respeito à experiência do cuidado de saúde, vivenciou-a positivamente, considerou que a atenção recebida no parto foi de qualidade, superou as expectativas e pôde criticar o cuidado oferecido. Após vivenciarem o dia-a-dia na instituição, pretendem retornar ao cotidiano com novos projetos. Os resultados obtidos revelaram a importância do Amparo Maternal que atende mulheres grávidas em situação de risco social atenuando angústia, incerteza e medo que podem influenciar os indicadores biológicos de saúde e proporcionar condições reintegração social
Título em inglês
Pregnant women experience at a social and health institution
Palavras-chave em inglês
Nursing care
Pregnant woman
Qualitative research
Social assistance
Social conditions
Resumo em inglês
Qualitative study, carried through at the Amparo Maternal, a social maternity of the City of São Paulo that offers lodging and health assistance for pregnant women in social risk situation. The purpose was to understand how the women deeply live the pregnancy process and the health care when they live in this institution. The deposition of ten women was gotten using a phenomenological interview, with the following questions: what were your expectations when you came to this institution? How is to live in this institution, being pregnant? How is the health care that you are receiving? Was it what you expected? What do you intend to do when you leave the institution? The theoretical framework was Alfred Schütz social phenomenology. The depositions analysis resulted in the subcategories converged to four concrete categories of experienced: searching solutions, daily life in the Amparo Social in Amparo Maternal, health care in Amparo Maternal overcamed the espectations and coming back to the daily activities with new projects. The concrete categories analysis allowed to understand the experienced type women who lived the pregnancy process, living in a social and health institution, as the social group which, searching for solutions, looked for shelter and change in the life condition, lived the daily life at the Amparo Social in Amparo Maternal, coexisted negative and positively with the experience of other, judged itself at home, but also felt solitude, freedom privation and perceived learning possibilities. Concern to the experience of health care, the social group lived it positively, and they considered that the attention received during the childbirth was of quality and could criticize the offered care. The results disclosed the importance of Amparo Maternal institution for taking care of pregnant women in social risk situation, for attenuating affliction, and uncertain and fear that can influence the biological health indicators and to provide conditions for social reintegration
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Soraya_El_Hakin.pdf (1.30 Mbytes)
Data de Publicação
2008-01-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.