• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.7.2009.tde-14052009-111733
Documento
Autor
Nome completo
Livia Keismanas de Avila
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Chiesa, Anna Maria (Presidente)
Carvalho, Sergio Resende
Ferreira Junior, Mario
Fracolli, Lislaine Aparecida
Toriyama, Aurea Tamami Minagawa
Título em português
A promoção da saúde na organização das ações de enfermagem em saúde da criança no município de São Paulo
Palavras-chave em português
Atenção primária à saúde
Promoção da saúde
Saúde da criança
Resumo em português
Um dos desafios da Enfermagem em Saúde Coletiva, na realidade de atuação da atenção primária, é incorporar o conceito de geração como categoria para identificação de necessidades e organização das práticas em saúde, sobretudo as relacionadas a assistência da criança na perspectiva da integralidade e maior resolubilidade. A incorporação da Promoção da Saúde, no planejamento das práticas na atenção primária, pode contribuir para a melhoria das mesmas, na medida em que amplia o objeto da doença para as necessidades de saúde dos grupos, contribuindo na superação da ênfase curativista. Assim, torna-se necessário reconhecer as práticas e concepções dos enfermeiros inseridos na atenção primária à saúde sobre a Promoção da Saúde. Este estudo analisou a abordagem das intervenções preconizadas em documentos oficiais, por meio das principais ações e atividades normatizadas e identificou as ações em saúde da criança a partir da percepção dos profissionais enfermeiros dos programas assistenciais. Foi desenvolvida uma pesquisa qualitativa fundamentada no materialismo histórico-dialético a partir da análise documental das proposições em saúde da criança do município de São Paulo e entrevistas semiestruturadas com enfermeiros da Supervisão Técnica de Saúde do Butantã. A análise documental incidiu sobre três documentos, nos quais foi realizado um levantamento sobre os principais focos de ação a que se destina e analisados a partir do esquema referencial de Labonte (1996). As entrevistas semiestruturadas foram realizadas com onze enfermeiros, lotados em unidades básicas de saúde tradicionais, unidades de saúde da família e em unidade básica de saúde mista; sistematizadas a partir da técnica do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) e analisadas por meio do referencial da hermenêutica-dialética. Os resultados da análise documental indicam uma importância maior da dimensão física sobre outras dimensões e interfaces da Promoção da Saúde. A análise das entrevistas indica que o conceito de Promoção da Saúde é traduzido por ações preventivas direcionadas aos agravos específicos, aos grupos de risco e à transformação de estilos de vida. Esta indefinição acarreta outras dificuldades para avaliação e superação de problemas, restringindo o alcance da promoção da saúde na prática destes profissionais. As práticas relatadas são estruturadas a partir dos programas assistenciais preconizados pelo Estado, destacando-se as atividades de vigilância epidemiológica como eixo indissociável. No entanto, a estruturação de ações direcionadas ao conceito ampliado de Promoção da Saúde, deveria contemplar ações intersetoriais e ações voltadas para o comportamento individual, bem como para o fortalecimento do indivíduo como ator social. Conclui-se que a organização das ações em saúde da criança na atenção primária se aproxima da concepção do modelo tradicional-funcionalista de Caplan (1993), na qual a origem dos problemas de saúde são hábitos e estilos de vida incorretos. Porém, ao incorporarmos a categoria geração no planejamento das práticas de enfermagem, a assistência à saúde da criança poderia ter seu eixo modificado para a perspectiva promocional e preventiva, sem excluir a atenção individual e curativa, de modo que a criança seja vista inserida em um ambiente familiar e comunitário
Título em inglês
Health Promotion in organization the nursing practice at child health at São Paulo city
Palavras-chave em inglês
Child health
Health promotion
Primary care health
Resumo em inglês
Public Health Nursings challenge when working in primary health care is to incorporate the concept of generation as a category to identify needs and contribute to the organization of the health practices, mainly the ones in terms of child assistance on the perspective of integrality and bigger solvability. The incorporation of Health Promotion in the planning of practices in primary health care can contribute to health services improvement since it expands the object of the disease to the health needs of the groups. For this reason, it is necessary to recognize primary health care nursings practices and conceptions related to Health Promotion. This study analyzed the recommended intervention approaches in official documents through the main actions and normalized activities and identified the actions in child health from the perception of professional nurses from assistance programs. It was done a qualitative research based on historical and dialectical materialism from the documentary analysis of child care propositions in the city of São Paulo and semi-structured interviews with nurses from the Butantã Health Technical Supervision. The documentary analysis focused on three documents in which was carried out a survey about the main points of action that it is designated and analyzed according to Labontes (1996) referential scheme. The semi-structured interviews were performed with eleven nurses, from traditional primary care units, family health units and mixed primary care unit, organized according to the Collective Subject Discourse methodology and analyzed through the hermeneutic-dialectic reference. The documentary analysis results suggest a greater importance of the physical dimension compared to the other dimensions and interfaces of Health Promotion. The interviews analyses indicate that the Health Promotion concept is understood as preventive actions aiming at specific worsening and risk groups and the life style transformation. This vagueness leads to other difficulties in assessing and overcoming problems, restricting professionals to obtain Health Promotion in their practice. The primary health care mentioned practices rely on the assistance programs recommended by the State, standing out the epidemiological surveillance activities, which are an essential pivot. However, the structuring of the actions directed to the extended concept of Health Promotion should embrace actions between sections and directed at the individual behavior, as well as to strengthen the person as a social performer. We conclude that the organization of the actions in child health in primary health care is close to the conception of Caplans (1993) traditional-functionalist model, in which health problems´ sources are incorrect habits and life style. However, when the generation category is incorporated in the nursing practices planning, child health assistance can have its main point changed to the promotional and preventive perspective, without excluding individual and curative care, so the child would be seen inserted in a familiar and community environment
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Livia_Keismanas.pdf (2.42 Mbytes)
Data de Publicação
2009-05-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.