• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2005.tde-22112006-150334
Documento
Autor
Nome completo
Fanny Sarfati Kosminsky
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Kimura, Amélia Fumiko (Presidente)
Belli, Maria Aparecida de Jesus
Praça, Neide de Souza
Título em português
Aprendendo a lidar com a cólica do filho.
Palavras-chave em português
Choro excessivo
Cólica infantil
Enfermagem neonatal
Resumo em português
A cólica infantil, caracterizada por choro excessivo e inconsolável do bebê, é um problema comum no período inicial da vida, causando angústia e preocupação às mães. Apesar de ser uma manifestação comum, sua causa ainda é desconhecida. Assim, é necessário propor intervenções ao assistir as mães desses bebês, considerando as necessidades e dificuldades desta clientela no sentido de auxiliá-la a enfrentar e superar este problema. Este estudo teve como objetivo compreender a experiência materna de ter um filho com cólica no período precoce da vida. Optou-se por uma abordagem qualitativa, a Teoria Fundamentada nos Dados e como referencial teórico para análise e interpretação dos dados, o Interacionismo Simbólico. O método de análise de conteúdo baseou-se em 12 discursos de mães que tinham ou tiveram filhos que sofreram de cólica no período inicial da vida e que freqüentavam o seguimento de puericultura e pediatria de um Centro de Saúde Escola, situado na zona oeste da cidade de São Paulo. Os dados foram obtidos por meio de entrevista e observação do contexto, cuja análise permitiu compreender a experiência materna do fenômeno CONVIVENDO COM UM FILHO COM CÓLICA e a categoria central revelou-se como APRENDENDO A LIDAR COM A CÓLICA DO FILHO. O modelo teórico mostra que ter um filho com cólica é uma vivência angustiante e independe de ser mãe de primeiro filho. A compreensão da experiência materna de conviver com um filho acometido de cólica aponta para a necessidade dos profissionais reverem as práticas implementadas no manejo da cólica infantil. O acompanhamento do binômio mãe-filho por meio de atendimento de seguimento no mínimo até o terceiro mês de vida do bebê, incluindo atendimentos domiciliares e a promoção de estratégias de apoio implementadas pelos serviços de saúde podem contribuir para o estabelecimento saudável do vínculo mãe-filho.
Título em inglês
Learning on how to deal with the child´s colic.
Palavras-chave em inglês
Excessive cry
Infantile colic
Neonatal nursing
Resumo em inglês
The infantile colic, which is characterized by excessive and disconsolate baby’s cry, is a common problem during the initial period of life. It causes the mothers' distress and worry. Although it is a common manifestation, its cause is still unknown. Then, considering these babies’ mothers’ needs and difficulties, it is necessary to propose an intervention while assisting them, in order to help them to face and overcome the problem. The aim of this study was to understand the experience of the mothers who had a baby with colic during the early period of life. The Theory Based on the Data was the qualitative approach used and the Symbolic Interaction was used as the theoretical reference to analyze and interpret the data. The method used to analyze the content was based on 12 speeches given by mothers who have or had their babies with colic during the initial period of life. These mothers attended the puerile and pediatric segment of a School Health Center located in the west zone of São Paulo city. The data were collected by interviews and observation of the context. The data analysis allowed the understanding of the maternal experience and the phenomenon is LIVING WITH A CHILD WHO HAS COLIC and the central category is LEARNING TO DEAL WITH THE CHILD’S COLIC. The theoretical model shows that having a baby with colic is a distressful experience and it does not matter if it is the mother’s first child or not. The understanding of the mother’s experience who has a child with colic points out that the professionals need to check the practices used while dealing with a child who has colic. The process of following the binomial mother-son by giving them assistance at least until the baby’s third month of life, including homecare and the promotion of supporting strategies implemented by the health services and contributing to the healthy establishment of the mother-child bond.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Fanny_Sarfati.pdf (7.48 Mbytes)
Data de Publicação
2006-11-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.