• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.7.2008.tde-03092008-120146
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Carlos Bordin
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Fugulin, Fernanda Maria Togeiro (Presidente)
Castilho, Valeria
Lima, Antonio Fernandes Costa
Título em português
Distribuição do tempo das enfermeiras: identificação e análise em unidade médico-cirúrgica
Palavras-chave em português
Amostragem do trabalho
Atividade de enfermagem
Estudos do tempo e movimento
Gerenciamento do tempo
Intervenção da enfermagem
Resumo em português
Diante do impacto da distribuição do tempo de trabalho da profissional enfermeira na determinação de parâmetros adequados para a operacionalização do processo de dimensionar pessoal de enfermagem, este estudo teve por objetivo identificar e analisar a distribuição do tempo de trabalho das enfermeiras em uma unidade de internação médico-cirúrgica. Trata-se de uma pesquisa de campo, prospectiva, de abordagem quantitativa, do tipo exploratório-descritiva, realizada em um Hospital geral, privado, de grande porte da cidade de São Paulo. Para a consecução dos objetivos da pesquisa considerou-se, como população estatística, as atividades de enfermagem realizadas pelas enfermeiras durante os turnos de trabalho. O tamanho da amostra e o período amostral foram estabelecidos a partir da determinação de critérios relacionados à probabilidade mínima de ocorrência das atividades realizadas pelas enfermeiras, bem como do número de enfermeiras por turno e do intervalo estipulado para a realização das observações das atividades executadas pelas enfermeiras. A identificação das atividades de enfermagem realizadas pelas enfermeiras ocorreu mediante solicitação de que cada enfermeira relacionasse, por escrito, as atividades executadas no cotidiano de trabalho da Unidade, que foram, posteriormente, categorizadas de acordo com um sistema padronizado de linguagem (NIC) e classificadas em intervenções de cuidado direto, intervenções de cuidado indireto, atividades associadas e de tempo pessoal. Os dados foram coletados no período de 15 a 19 de outubro de 2007, por quatro observadoras de campo, contratadas e treinadas especificamente, para a realização deste procedimento. Obteve-se 1032 amostras das atividades realizadas pelas enfermeiras, verificando-se que as intervenções e atividades de enfermagem que mais utilizaram o tempo de trabalho das enfermeiras foram Documentação (18,4%), Tempo Pessoal (17,8%), Supervisão (11,4%), Atividades Associadas (9,7%), Delegação (9,3%), Passagem do Plantão (4,8%), Apoio ao Médico (3,9%) e Cuidados na Admissão (3,1%). Observou-se que 50% do tempo das enfermeiras foram dedicados às intervenções de cuidado indireto, 22% às intervenções de cuidado direto de enfermagem, 18% às atividades de tempo pessoal e 10% às atividades associadas. Estes dados corroboram a indicação de pesquisadores que apontam a necessidade de serem considerados o tempo pessoal dos trabalhadores de enfermagem e a realização das atividades associadas nos métodos de dimensionamento de pessoal preconizados pelos órgãos oficiais. Com este estudo evidenciam-se perspectivas para a realização de novas investigações no sentido de contribuir para o aperfeiçoamento dos parâmetros relacionados à temática dimensionamento de pessoal de enfermagem em instituições hospitalares
Título em inglês
Nursery time distribution: identification and analysis in a medical-surgical unit
Palavras-chave em inglês
Nursing activities
Nursing intervention
Time management
Time-motion study
Work sample
Resumo em inglês
The aim of this study was to identify and to analyze the work time distribution of nurses in a medical-surgical unit, considering the impact of the work time distribution of nurses to determine the adequate parameters for the process to measure nursery personnel .This is a prospective, quantitative, exploratory-descriptive type field research, conducted in a large, private, general hospital in the city of São Paulo. The activities performed by nursery personnel during work shifts were considered as statistical population to reach our objectives. Sample size and period were established after determining the criteria related to the minimum occurrence possibility of activities performed by the nurses, as well as the number of nursery personnel per shift and the specific interval to perform activities by the nurses. The identification of the nursing activities occurred by asking each nurse to write a report mentioning their daily activities at the Unit, which were later categorized in accordance with the standard language system (NIC) and classified as direct care and indirect care interventions, associated activities and personal time. Data were collected during the period from the 15th to the 19th of October, 2007, by four field observers, specifically hired and trained for this procedure. 1032 samples were obtained from the nurses' activities. The nursing activities and interventions that most used work time of the nurses were: Documents (18,4%), Personal Time (17,8%), Supervision (11,4%), Associated Activities (9,7%), Assignment (9,3%), Shift Change (4,8%), Doctor's Support (3,9%) and Admission Care (3,1%). It was observed that 50% of the nurses' time was dedicated to indirect care interventions, 22% to direct care nursing interventions, 18% to personal time activities and 10% to related activities. These data corroborated with the researcher's indication that showed the need to consider personal time of the nurse's work and the performance of associated activities within the methods of personnel measurement recommended by official institutions. New investigations are needed to contribute to the improvement of the parameters related to the nursing personnel measurement in hospital institutions
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Luiz_Bordin.pdf (2.27 Mbytes)
Data de Publicação
2008-09-12
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • BORDIN, Luiz Carlos, e FUGULIN, F. M. T. Distribuição do tempo de trabalho das enfermeiras: identificação e análise em unidade médico-cirúrgica. v43, n4 [doi:10.1590/S0080-62342009000400014]. Revista da Escola de Enfermagem da USP [online], 2009, vol. 43, p. 833-840.
  • GARCIA, Eliana, BORDIN, Luiz Carlos, e Fugulin, Fernanda Maria Togeiro. Distribuição do tempo das enfermeiras: identificação e análise em Unidade Médico Cirúrgica. Coimbra, 18 a 20 de novembro. In II Congresso de Investigação em Enfermagem Ibero-Americano e de Países de Língua Oficial Portuguesa, Coimbra, 2009. Referência (Coimbra)., 2009. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.