• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Maylen Gómez Pacheco
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2016
Orientador
Banca examinadora
Walder, Julio Marcos Melges (Presidente)
Almeida, Eduardo de
Fernandes, Odair Aparecido
Godoy, Wesley Augusto Conde
Mastrangelo, Thiago de Araújo
Título em português
Bioecologia e tratamento quarentenário de Ceratitis capitata (Wiedemann 1824) (Diptera: Tephritidae) com raios X em uvas de mesa do Submédio do Vale do São Francisco
Palavras-chave em português
Demografia
Desenvolvimento
Mosca-do-mediterrâneo
Raios X
Tratamento quarentenário
Vitis vinifera
Resumo em português
O Submédio do Vale do São Francisco (VSF), que compreende parte dos estados da Bahia e de Pernambuco, é considerado atualmente o principal polo de produção de uvas frescas para exportação do Brasil. Entre as principais pragas que afetam essa cultura na região destaca-se a mosca-das-frutas, Ceratitis capitata, conhecida como moscamed ou mosca-do-mediterrâneo. Para a viticultura do VSF, populações elevadas de C. capitata representam o principal problema quarentenário para as exportações de uvas in natura, e tratamento quarentenário a frio, na pós-colheita, é obrigatório para uvas que se destinam aos Estados Unidos, Japão e Mercosul, onerando o custo final de produção. Visando aperfeiçoar as estratégias de manejo de C. capitata nessa cultura, o presente trabalho teve como objetivos estudar a biologia e comportamento desse inseto em cultivares de uvas de mesa produzidas no VSF, assim como avaliar o uso da radiação X como tratamento pós-colheita de cachos de uvas. Dados de estudos de preferência de oviposição e biologia de C. capitata em quatro cultivares de uvas de mesa, duas vermelhas (?Benitaka' com semente e ?Crimson' sem semente) e duas brancas (?Itália' com semente e ?Festival' sem semente) mostraram que esse inseto manifesta preferência de oviposição por bagas de cultivares vermelhas (Benitaka e Crimson), em condições de livre escolha. A cultivar de uva utilizada pelas larvas de C. capitata como alimento influenciou no desenvolvimento e sobrevivência dos estágios imaturos biológico, bem como no comportamento reprodutivo, longevidade e parâmetros demográficos das coortes de C. capitata recuperadas. Os valores estimados de Ro, rm e ? para coortes estudadas reafirmam que C. capitata se caracteriza por ser uma espécie com um alto potencial de crescimento e que as cultivares avaliadas constituem hospedeiros favoráveis à multiplicação desse inseto. Além disso, os resultados obtidos mostraram que C. capitata manifesta preferência de oviposição em cachos de uva Itália com maturação fisiológica mais avançada, em condições de escolha. No entanto, as fêmeas podem iniciar o ataque nas bagas, em parreirais desta variedade, aos 60 dias após a poda das plantas, quando os frutos ainda apresentam características físico-químicas desfavoráveis para a oviposição e desenvolvimento das fases imaturas, tais como: elevada firmeza e acidez e baixo teor de SST. As doses letais, DL99,9968, para inibir a emergência de adultos, quando aplicadas sobre ovos de 48h e larvas jovens (L1) infestando bagas de uvas Itália, foram estimadas em 12,08 e 20,44 Gy, respectivamente. Parâmetros químicos e sensoriais não foram afetados pela exposição das uvas às diferentes doses de raios X testadas, após 72h de armazenamento. Os conhecimentos biológicos, comportamentais e demográficos obtidos na presente pesquisa contribuirão ao aperfeiçoamento das estratégias de manejo de C. capitata nesta cultura, nas condições do VSF
Título em inglês
Bioecology and quarantine treatment of Ceratitis capitata (Wiedemann 1824) (Diptera: Tephritidae), with x-rays on table grapes in the São Francisco Valley
Palavras-chave em inglês
Demography
Development
Medfly
Quarantine treatment
Vitis vinifera
X-rays
Resumo em inglês
The Lower Basin of the San Francisco Valley (VSF), which includes part of the states of Bahia and Pernambuco, is currently considered the major exporter and producer of table grapes in Brazil. Ceratitis capitata, also known as Moscamed or Mediterranean fly is among the main pests affecting fruit crops in the region. For the viticulture of the VSF, high populations of C. capitata are considered the main quarantine problem for exports of fresh table grapes, and for that reason post-harvest quarantine cold treatment is compulsory for grapes aimed to markets like the United States, Japan and Mercosur, adding additional charges to the final production cost. In order to improve the management strategies against C. capitata in this crop, this research aimed to study the biology and behavior of this insect in some table grape varieties grown in the VSF, as well as evaluate the use of Xrays as post-harvest treatment in table grape bunches. Studies on C. capitata oviposition preference and biology in four varieties of table grapes, two red ('Benitaka' seeded and 'Crimson' seedless) and two white ('Itália' seeded and 'Festival' seedless) showed that this insect expresses an oviposition preference for berries on red cultivars (Benitaka and Crimson), under free choice conditions. The table grape cultivar used for medfly larvae as food also influenced the development and survival of biologically immature stages as well as on reproductive performance, longevity and demographic parameters of C. capitata cohorts originating from the studied table grape varieties studied. The estimated values of Ro, rm and ? for the studied cohorts reaffirm that C. capitata is characterized by being a specie with a high growth potential and that the cultivars used in this research are favorable hosts for the multiplication of this insect. In addition, the results showed that C. capitata under choice conditions has clear preference of oviposition in 'Itália' bunches in advanced physiological maturity. However, females can start attacking berries of this variety in vineyards, only 60 days after pruning, when the fruits still have unfavorable physicochemical characteristics for oviposition and immature stages development, such as high firmness and acidity and low in SST. The lethal dose, DL99,9968 to inhibit the emergence of adults when applied on 48 hours eggs and young larvae (L1) infesting 'Itália' grape berries were estimated at 12,08 and 20,44 Gy, respectively. Chemical and sensory parameters were not affected by the exposure of table grapes to the different X-ray doses tested after 72 hours of storage. Biological, behavioral and demographic knowledge obtained in this study will contribute to the improvement of C. capitata management strategies in this crop under the VSF conditions
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-03-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.