• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Natália Inagaki de Albuquerque
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Piracicaba, 2006
Orientador
Banca examinadora
Meirelles, Cyro Ferreira (Presidente)
Alencar, Severino Matias de
Guimarães, Diva Anelie de Araujo
Packer, Irineu Umberto
Verdade, Luciano Martins
Título em português
Emprego do babaçu (Orbignya phalerata) como fonte energética para catetos (Tayassu tajacu).
Palavras-chave em português
Animais silvestres
Carcaça
Carne
Nutrição
Sustentabilidade
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi estudar o emprego de babaçu integral e do seu subproduto (torta de babaçu), como fontes energéticas alternativas substituindo parte do milho na alimentação do cateto em sistemas de produção em cativeiro. Na primeira fase do trabalho, experimento - I, avaliou-se o desempenho de 12 animais, testando-se o babaçu integral como fonte energética alternativa em substituição ao milho em rações para catetos em fase inicial de reprodução. No experimento - II avaliou-se o desempenho de 12 animais, testando-se a torta de babaçu, e após a fase de terminação os mesmos foram abatidos para análise de suas carcaças e carne. Avaliaram-se parâmetros de carcaça (rendimento, composição corporal, medidas da carcaça, órgãos e glândulas e cortes comerciais). As carnes dos pernis dos animais abatidos foram avaliadas quanto as suas propriedades (perda de peso ao cozimento, força de cisalhamento, pH e capacidade de retenção de água) e o conteúdo de ácidos graxos. O Ganho diário de peso (GDP) e o consumo diário de ração (CDR) dos animais que receberam níveis crescentes da amêndoa de babaçu integral, diminuiu a medida que a proporção do babaçu integral aumentava, mas até o nível de 25% de inclusão do mesmo os animais em fase inicial de reprodução conseguiram obter CDR satisfatório. Levando-se em conta a disponibilidade e o custo reduzido do babaçu integral na Amazônia em relação ao milho, sugere-se até o nível de 25% de babaçu integral em substituição ao milho em rações de catetos em fase inicial de reprodução. Embora não tenham sido observados efeitos significativos (P> 0,05) dos níveis de torta de babaçu sobre o ganho de peso e consumo diários, os resultados sugerem que, pode-se incluir até o nível de 40% de torta de babaçu na ração de catetos em fase de terminação, obtendo desempenho satisfatório dos animais. Não foram observados efeitos significativos (P> 0,05) dos níveis de torta de babaçu para as variáveis, peso vivo, peso em jejum, carcaça quente, carcaça fria, comprimento, sangue, couro, patas traseiras e patas dianteiras, rendimento de carcaça quente e fria e cortes comerciais. Quanto aos órgãos e glândulas houve efeito quadrático da torta de babaçu no pulmão (P=0,01) e no fígado (P=0,04). Não foram observados efeitos significativos (P> 0,05) dos níveis de torta de babaçu para as propriedades da carne, e os ácidos graxos (AG) insaturados (mono e poliinsaturados) foram encontrados em maior quantidade que os ácidos graxos saturados na carne de pernil de catetos. Houve uma tendência para um maior GDP, consumo, bons rendimentos de carcaça e peso de cortes comerciais no nível de inclusão da torta de babaçu até 40%, podendo-se sugerir a mesma como alternativa energética em substituição ao milho em rações para catetos na fase de terminação. Comparando-se a carne de catetos com as carnes de bovinos, ovinos e suínos nota-se que em catetos o teor de AG insaturados (mono e poliinsaturados), foi superior ao de AG saturados, baseando-se na teoria de que os AG poliinsaturados ingeridos na dieta humana são responsáveis por uma redução nos níveis séricos de colesterol, sugere-se.que a carne de catetos é uma fonte alternativa excelente de proteína
Título em inglês
Uses of babassu (Orbignya phalerata) to an energy source for peccaries (Tayassu tajacu).
Palavras-chave em inglês
Carcass
Meat. Nutrition
Sustainability
Wild Animals
Resumo em inglês
The objective of this work was to study the use of integral babassu and its sub product (babassu meal), as an alternative energy source substituting part of corn on feeding of peccaries in captivity production systems. At the first phase of the work, experiment - I, the performance of 12 animals was evaluated where the integral babassu was tested as an alternative energy source to substitute the corn in maintenance diets. In the experiment - II, the performance of 12 animals was evaluated and the babassu meal was tested as an alternative energy source to substitute the corn in finishing phase diets and after that, the animals were slaughtered to analyze their carcasses and meat. The carcass characteristics were evaluated (dressing percentage, corporal composition, carcass measurements, organs and glands and commercial cuts). The slaughtered animals? ham meats were evaluated on their properties (cooking losses, shear force, pH and water holding capacity) and the fatty acids contents. The average daily gain and the average daily feed intake of the animals that received crescent levels of the integral babassu, decreased when the proportion of the integral babassu increased, but until the level of 25% of inclusion of integral babassu the animals on maintenance obtained a satisfactory feed intake. Considering the availability and low costs of the integral babassu in Amazônia beside the corn, it can suggests until the level of 25% of inclusion of integral babassu in peccaries maintenance diets. Although there were observed no significant differences (P> 0.05) of the levels of babassu meal on the average daily gain and the average daily feed intake, the results suggested that the inclusion of 40% of babassu meal in the diet of peccaries in finishing phase obtaining satisfactory development of the animals. There were observed no significant differences (P> 0.05) of the babassu meal levels to the variables live weight, fasting weight, hot carcass, cold carcass, length, blood, leather, hind and front feet, hot and cold dressing percentage and commercial cuts. There were a quadratic effect of the babassu meal to the organs and glands on the lung (P=0.01) and on the liver (P=0.04). There were observed no significant differences (P> 0.05) of the babassu meal levels for the meat properties and the unsaturated fatty acids (mono and polyunsaturated) were found in more quantity than the saturated fatty acids on the ham meat of peccaries. It seems that there is a tendency for a larger daily weight gain, intake, good dressing percentage and weight of the commercial cuts at the diet until 40% of babassu meal, then it can recommend the same as an alternative energetic in substitution of corn in diets for peccaries in finishing phase. Comparing the peccary meat with the bovine one, ovine and swine meat, the unsaturated (mono and polyunsaturated) were higher than the saturated fatty acids on the peccary meat, based on the theory that the polyunsaturated fatty acids ingested on the human diet are responsible of one reduction of the seric levels of cholesterol, then it can suggest that the peccary meat is an excellent alternative source of protein.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Doutorado.pdf (637.29 Kbytes)
Data de Publicação
2007-05-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.