• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.61.2011.tde-15062011-141359
Documento
Autor
Nome completo
Rafael D'Aquino Tavano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2011
Orientador
Banca examinadora
Pinto, Joao Henrique Nogueira (Presidente)
Almeida, Ana Lúcia Pompéia Fraga de
Oliveira, Pedro Cesar Garcia de
Título em português
Avaliação da eficiência e capacidade mastigatória em pacientes com fissura labiopalatina reabilitados com prótese de recobrimento
Palavras-chave em português
Capacidade mastigatória
eficiência mastigatória
prótese parcial removível
Resumo em português
Objetivou-se com este trabalho avaliar a capacidade e eficiência mastigatória de 37 pacientes com fissuras labiopalatinas, matriculados no Hospital de Anomalias Craniofaciais, Universidade de São Paulo (HRAC-USP) e 20 indivíduos não fissurados. O grupo 1 foi composto por 20 pacientes com fissura labiopalatina e dentição natural até pelo menos o 1º molar nos dois arcos dentários. O grupo 2 foi de 17 pacientes com fissura labiopalatina envolvendo rebordo, arco superior atrésico e com prótese parcial removível de recobrimento. Este grupo foi dividido nas condições sem a prótese (grupo 2a) e com a prótese (grupo 2b). O grupo 3 considerado grupo controle, foi formado por 20 indivíduos sem fissura, com dentição natural até pelo menos o 1º molar nos dois arcos dentários. Para a avaliação da capacidade mastigatória utilizou-se questionário padronizado, baseado na literatura, onde um único examinador limitou-se a explica-lo o questionário e não induziu as respostas. Para análise da eficiência mastigatória foram utilizadas amêndoas como alimento teste e sistema de tamises com peneiras e orifícios diferentes. Os resultados para a avaliação da capacidade e eficiência mastigatória indicaram que não houve diferença estatisticamente significante entre os grupos com fissura e com dentição natural (grupo 1 ) e grupo controle, sem fissura e dentição natural (grupo 3 ). Todavia, estes dois grupos apresentaram resultados melhores que o grupo com fissura e prótese parcial removível de recobrimento. Para os indivíduos com fissura e com prótese (grupo 2), a eficiência mastigatória foi melhor na condição com a prótese (grupo 2b) do que na condição sem a prótese grupo 2a).
Título em inglês
Evaluation of chewing ability and efficiency of patients with cleft lip and palate rehabilitated with prosthesis overlay
Palavras-chave em inglês
Chewing ability
chewing efficiency
removable partial dental protesis
Resumo em inglês
This study aimed at evaluating the chewing ability and efficiency of 37 patients with cleft lip and palate attending the HRAC-USP and 20 individuals without clefts. Group1 comprised 20 patients with clefts presenting natural dentition at least up to the first molar in both dental arches. Group 2 was composed of 17 patients with clefts wearing removable partial dentures in at least one dental arch. This group was subdivided in group 2a comprised patients with clefts and without removable partial denture and group 2b, comprised patients with clefts and with removable partial denture. Group 3 (control) included 20 individuals without clefts presenting natural dentition at least up to the first molar in both dental arches. Evaluation of the chewing ability was performed by application of a literature-based standardized questionnaire in which only one examiner explained the questions and did not induce the responses. Analysis of chewing efficiency was conducted by utilization of almonds as test food and a system of sieves with different sizes and orifices. There was no statistically significant difference between groups 1 and 3 in relation to the chewing ability, but when compared groups 2b and 3, and groups 1 and 2b, there was statistically significant difference. Concerning evaluation of chewing efficiency, the individuals without clefts presented similar (statistically equal) outcomes compared to patients with clefts with natural dentition up to the first molar, with statistically better results when compared to those observed for patients with clefts wearing removable partial dentures, who were tested both with and without the prostheses. Patients with clefts with natural teeth presented better outcomes as patients wearing removable dentures either with or without their dentures in position. Comparison within the group of patients with clefts wearing removable partial dentures revealed that their chewing efficiency was statistically better when their dentures were in position.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DissRafaelTavanoC.pdf (1.47 Mbytes)
Data de Publicação
2011-06-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.