• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.61.2014.tde-14012015-092140
Documento
Autor
Nome completo
Amanda Sayuri Cardoso Ohashi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2014
Orientador
Banca examinadora
Ozawa, Terumi Okada (Presidente)
Lauris, Rita de Cássia Moura Carvalho
Valladares Neto, José
Título em português
Avaliação da inclinição da pré-maxila em paciente com fissura bilateral completa de lábio e palato por meio de modelos digitais e tomografia computadorizada
Palavras-chave em português
Fissura bilateral completa de lábio e palato
Incisivo central superior
Pré-maxila
Resumo em português
Introdução: A pré-maxila, em pacientes com fissura labiopalatina completa bilateral, possui morfologia, tamanho e mobilidade variáveis e, inicialmente, encontra-se projetada em direção anterior e com frequente desvio lateral, porém esse prognatismo é reduzido ao longo do processo reabilitador com as cirurgias primárias realizadas na infância, em especial a queiloplastia, revelando sua vulnerabilidade diante das cirurgias reparadoras. Objetivo: Este trabalho teve por objetivo avaliar e mensurar, em modelos digitais e tomografias computadorizadas, a inclinação da prémaxila e dos incisivos centrais superiores em pacientes com fissura completa bilateral de lábio e palato submetidos à queiloplastia e palatoplastia, no intuito de determinar características comuns a esses pacientes, verificar se existe correlação entre a inclinação da pré-maxila e dos incisivos centrais e comparar com um grupo controle. Material e Métodos: Foram analisados três grupos de pacientes. O grupo A foi composto por 79 pacientes com FBCLP sem tratamento ortodontico (idade média de 8.9 anos); O grupo B foi composto por 10 pacientes com FBCLP e tratamento ortodôntico finalizado (idade média de 23.1 anos); e o grupo C (controle) foi composto por 23 pacientes sem fissura e com equilíbrio das bases ósseas maxilar e mandibular. Nas imagens de tomografias computadorizadas foram mensuradas as inclinações dos incisivos centrais superiores e da pré-maxila por meio do Software Nemoscan (Nemotec, Madri, Espanha). Os modelos de gesso foram digitalizados pelo scanner 3Shape R700 3D e as inclinações dos incisivos centrais superiores foram mensuradas pelo Software OrthoAnalyserTM 3D. A análise estatística foi realizada de forma descritiva e por meio do teste Coeficiente de Correlação de Pearson. Para a comparação intergrupos foi utilizado a análise de variância (ANOVA) e o teste Tukey. Resultados: Foram encontradas diferenças estatísticamente significantes entre os grupos A e B e entre os grupos A e C quando avaliada a inclinação dos incisivos. Quando comparados os grupos B e C não observou-se diferença estatísticamente significante. Houve uma boa correlação entre as inclinações dos incisivos e da pré-maxila, com excessão para o grupo B. Os incisivos e a pré-maxila no grupo A apresentaram inclinações acentuadamente lingualizadas. Conclusões: A FBCLP causa uma grande interferência negativa na posição dos incisivos centrais superiores e na pré-maxila. E mesmo naqueles pacientes que foram tratados ortodônticamente as inclinações continuam sendo mais verticalizadas que as de indivíduos sem fissura. A pré-maxila não consegue acompanhar na totalidade a correção da inclinação dos incisivos após o tratamento ortodôntico.
Título em inglês
Evaluation of inclination premaxilla in patients with bilateral complete cleft lip and palate by computed tomography and digital models.
Palavras-chave em inglês
Bilateral complete cleft lip and palate
Premaxilla
Upper central incisor
Resumo em inglês
Introduction: The premaxilla in patients with complete bilateral cleft lip and palate, has a variable morphology, size and mobility and initially is projected anteriorly and with frequent lateral deviation, but this prognathism is reduced along with the rehabilitative process and with primary surgeries performed in childhood, especially the lip repair, revealing its vulnerability of reconstructive surgeries. Objective: This study aimed to evaluate and measure in digital models and CT scans, the inclination of the premaxilla and maxillary central incisors in patients with bilateral complete cleft lip and palate that underwent lip repair and palatoplasty in order to determine ordinary characteristics to these patients, check whether there is a correlation between the inclination of the pre-maxilla and the central incisors as compared with a control group. Material and Methods: Three groups of patients were analyzed. Group A comprised 79 patients with FCBLP without orthodontic treatment (mean age of 8.9 years); Group B comprised 10 patients with FBCLP and finished orthodontic treatment (mean age of 23.1 years); and group C (control) included 23 patients without cleft and balance of mandibular and maxillar bone bases. In the images of CT scans the inclinations of maxillary central incisor and premaxilla through Software Nemoscan (Nemotec, Madrid, Spain) were measured. The plaster models were scanned by 3Shape R700 3D scanner and the inclination of maxillary central incisors were measured by 3D Software OrthoAnalyserTM. Statistical analysis was performed descriptively and by means of Pearson's correlation coefficient test. For comparison between groups, it was used analysis of variance (ANOVA) and Tukey test. Results: Statistically significant differences were found between A and B groups and between A and C groups when the inclination of the incisors were measured. No statistically significant difference was found between B and C groups. There was a good correlation between the inclinations of the ncisors and the premaxilla, with exception for group B. The incisor and premaxilla in group A showed markedly lingual inclinations. Conclusions: The FBCLP cause a large negative interference in the position o f the maxillary central incisors and the premaxilla. And even in those patients treated orthodontically, the inclinations remained more verticalized than the ones of individuals without cleft. The premaxilla is unable to follow the full correction of the incisors inclination after orthodontic treatment.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.