• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.61.2014.tde-13012015-165417
Documento
Autor
Nome completo
Camila de Cássia Macedo Fontes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2014
Orientador
Banca examinadora
Feniman, Mariza Ribeiro (Presidente)
Agra, Sandra Elisa Rossetto
Antoneli, Melissa Zattoni
Duarte, Josilene Luciene
Lopes, Andréa Cintra
Título em português
Utilização de instrumento informatizado na avaliação da audição de lactentes com anomalias craniofaciais
Palavras-chave em português
Audição
Audiometria
Fissura labiopalatina
Timpanometria
Resumo em português
Objetivos: Verificar a aplicabilidade de um procedimento de avaliação comportamental da audição em crianças com fissura labiopalatina, no que se refere ao tempo de duração da avaliação; ao número total de estímulos; ao número de estímulo controle e ao número de interrupções e, verificar os níveis mínimos de resposta auditiva destas crianças. Modelo: Estudo transverso Local de execução: Setor de Fonoaudiologia, Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais, USP, Bauru. Participantes: Oitenta pacientes com fissura labiopalatina ou palatina, de ambos os gêneros, idade entre seis e vinte quatro meses, subdivididos em grupos etários: Grupo I 7 meses a 11 meses 29 dias (n= 12); Grupo II 12 meses a 17 meses 29 dias (n= 31); Grupo III 18 meses a 24 meses (n= 37). Intervenções: Entrevista audiológica, inspeção visual do meato acústico externo, avaliação eletroacústica (timpanometria nas frequências 226 Hz e 1000 Hz, emissões otoacústicas transientes) e audiometria de reforço visual informatizada em campo livre. Resultados: A média do nível mínimo de audição foi de 36 dB em todas as frequências para o Grupo I, 32 dB para o Grupo II e 31 dB para o Grupo III. Observou-se que os Grupos I e II tiveram maiores níveis mínimos de audição que o Grupo III. O Grupo I necessitou de maior número de estímulos totais, apresentando cansaço, agitação e tempo de atenção reduzido sendo necessário maior número de interrupções no exame, um tempo de duração do exame maior e uma menor porcentagem de controles corretos. Conclusão: A avaliação realizada por meio do ARVI permite estimar a audição de crianças na faixa etária de 7 a 24 meses em uma única sessão, em curto período de tempo, sem a necessidade de um segundo examinador durante a realização do exame.
Título em inglês
Use of computerized instrument in the assessment of hearing in infants with craniofacial anomalies.
Palavras-chave em inglês
Audiometry
Cleft lip and palate
Hearing
Tympanometry
Resumo em inglês
Aim: Verify the applicability of a procedure for behavioral auditory of hearing in children with cleft lip and palate, with regard to the duration of the evaluation; the total number of stimuli; the number of stimulus control and the number of interruptions and verify the minimum levels of auditory response of these children. Model: Cross-sectional Location: Department of Speech Pathology and Audiology, Hospital for Rehabilitation of Craniofacial Anomalies, USP, Bauru. Participants: Eighty subjects with cleft lip and palate or palate, both genders, aged between seven and twenty-four. Interventions: anamneses, otoscopy, multifrequency tympanometry, evoked otoacustic emissions and intelligent visual reinforcement audiometry. Results: The mean of the minimum hearing level was 36 dB at all frequencies for Group I, 32 dB to Group II and 31 dB to Group III. We observed that Groups I and II had higher "minimum levels" of hearing that the Group III. Group I needed a greater number of total trials, showing tiredness, restlessness and short attention span and need more breaks in the examination, duration of greater examination and a lower percentage of correct controls. Conclusion: The assessment carried out by the IVRA allows estimating the hearing of children aged 7-24 months in a single session, in short time, without the need of a second examiner during the examination.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.