• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.61.2014.tde-12012015-163211
Documento
Autor
Nome completo
Maria Eugênia Siemann
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2014
Orientador
Banca examinadora
Maximino, Luciana Paula (Presidente)
Ceide, Roseli Maria Zechi
Silva, Helena Cristina da
Título em português
Análise por imagem do sistema nervoso central e do fenótipo de indivíduos brasileiros com síndrome de Optiz G/BBB
Palavras-chave em português
Aconselhamento genético
Cerebelo
Ressonância magnética
Síndrome de Opitz G/BBB
Resumo em português
O presente estudo é focalizado na avaliação dos achados do sistema nervoso central através de imagens obtidas através de ressonância nuclear magnética (RNM) em pacientes com a Síndrome de Opitz G/BBB. A síndrome de Opitz G/BBB (OMIM; 145410; 300000) é uma síndrome de anomalias congênitas múltiplas que comprometem a linha média, clinica e geneticamente heterogênea, com uma forma ligada ao cromossomo X mapeada em Xp22.3 e uma outra forma supostamente autossômica dominante mapeada em 22q11 cujo gene nunca foi identificado; no entanto, ambas são reconhecidas como uma condição única. Esta síndrome de anomalias da linha média se caracteriza principalmente por hipertelorismo, bico de viúva, ponte nasal larga, hipospádia, fissura de lábio/palato, e anomalias laringo-traqueo-esofágicas. Neste estudo avaliamos 19 pacientes do sexo masculino, brasileiros, sem etnia específica, com idades variando entre 5 e 38 anos, diagnosticados previamente como portadores de síndrome de Opitz G/BBB, selecionados dos arquivos da Seção de Genética Clinica, Divisão de Sindromologia, HRAC-USP Bauru. Destes pacientes, 6 tinham avaliação prévia por estudos de genética molecular gentilmente realizados pelas Dras. Chiara Migliore (Institute for Maternal and Child Health - IRCCS "Burlo Garofolo", Trieste, Italy) e Germana Meroni (CBM - Cluster in Biomedicine, AREA Science Park, Trieste, Italy). Os estudos por imagem através de RNM foram realizados em todos os pacientes. Atenção especial foi dedicada a 3 pacientes que mostravam fenótipos clínicos distintos dos demais dentro do espectro da síndrome de Opitz G/BBB: dois pacientes apresentavam ptose, pescoço alado, e anomalias da cintura escapular, enquanto que o terceiro apresentava retardo mental grave e microcefalia associado a graves alterações encefálicas na avaliação por imagem, tais como atrofia cortical generalizada e grande anomalia de Dandy-Walker. Os principais achados por imagem da amostra total são representados por cisterna magna ampla (15 indivíduos = 78,95%), dilatação do 4º ventrículo (14 = 73,68%), hipoplasia do vermis cerebelar (8 = 42,10%), hemisférios cerebelares anômalos e cavum septum vergae (3 = 15,79% cada condição); atrofia de córtex cerebral, alargamento do III ventrículo, aumento da cisterna pré-pontina, hipoplasia de corpo caloso e persistência de septo pelúcido contam, cada um, com dois pacientes acometidos (10,53%). Aparentemente não havia correlação entre o fenótipo clínico e os achados por imagem, existindo grande variabilidade de paciente para paciente, que se estendiam desde discretas alterações da linha média até grave malformação de Dandy-Walker. As alterações comportamentais e cognitivas usualmente descritas na literatura como achados principais em pacientes com hipoplasia do vermis cerebelar e/ou hipoplasia cerebelar não foram reconhecidas como achados marcantes nos pacientes do presente trabalho. A alta frequência de anomalias cerebelares em pacientes com a síndrome de Opitz G/BBB nos leva a recomendação para a reformulação do aconselhamento genético, abordagem e manejo destes pacientes.
Título em inglês
Image analysis of the central nervous system and the phenotype of Brazilian individuals with Opitz G/BBB syndrome
Palavras-chave em inglês
Cerebellum
Genetic counseling
MRI imaging
OS/GBBB syndrome
Resumo em inglês
The present survey focused on the evaluation of the central nervous system images findings in patients with the Opitz G/BBB syndrome obtained through magnetic nuclear resonance imaging (MRI). The Opitz G/BBB syndrome (OMIM; 145410; 300000) is a midline congenital malformation syndrome, clinical and genetically heterogeneous with an X-linked form mapped on Xp22.3 and a not well defined autosomal dominant form purportedly on 22q11, however they are recognized as one entity. This multiple congenital midline malformation syndrome is mainly characterized by hypertelorism, widows peak, broad nasal bridge, hypospadias, cleft lip/palate, and laryngo-tracheo-esophageal abnormalities. In the present study we have evaluated nineteen male patients of Brazilian extraction, with no preferential ethnic background, with age span ranging from 5 to 38 years old and previously diagnosed with the OS were selected from the files of the Section of Clinical Genetics, Division of Syndromology, HRAC-USP Bauru. From these patients, six had previous evaluation through molecular analysis graciously performed by Chiara Migliore (Institute for Maternal and Child Health - IRCCS "Burlo Garofolo", Trieste, Italy) and Germana Meroni (CBM - Cluster in Biomedicine, AREA Science Park, Trieste, Italy). Imaging studies through MRI were performed in all patients. Special attention was given to 3 out the 19 patients who showed unique phenotypes within the OS spectrum: 2 of them presented ptosis, pterigium colli, and abnormal scapular girdle as deviant signs and they presented mild/moderate cerebellar anomalies, and the 3rd presented severe mental retardation and microcephaly associated to generalized severe imaging findings mainly represented by generalized cortical atrophy and huge Dandy-Walker anomaly. Main MRI findings of the whole sample included wide cisterna magna (15 = 78,95%), enlarged 4th ventricle (14 = 73,68%), cerebellar vermis hypoplasia (8 = 42,10%); abnormal cerebellar hemispheres and cavum septum vergae (3 = 15,79% each one); cerebral cortical atrophy, enlarged III ventricle, enlarged prepontine cisterna, calosal hypoplasia and cavum septum pellucidum counts, each one, two patients (10,53%). Apparently there is no correlation between the clinical phenotype and the imaging findings, and there is a wide variability from patients to patients, ranging from mild midline anomalies to severe Dandy Walker anomaly. Behavioral and severe cognitive deficits usually reported in the pertinent literature as main findings associated to cerebellar vermis hypoplasia and/or cerebellar hypoplasia were not recognized as a remarkable finding in the present series. The high frequency of cerebellar anomalies in the OS patients led us to recommend a reformulation in the genetic counseling approach to these patients.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.