• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Vivian Patricia Saldias Vargas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2015
Orientador
Banca examinadora
Dalben, Gisele da Silva (Presidente)
Costa, Beatriz
Kato, Melissa Thiemi
Peres, Sílvia Helena de Carvalho Sales
Soares, Simone
Título em português
Prevalência das fissuras labiopalatinas no município de Bauru: concordância de diagnóstico entre registros do HRAC/USP, DNV e SINASC
Palavras-chave em português
Epidemiologia
fissura labial
fissura palatina
notificação
prevalência.
Resumo em português
As fissuras labiopalatinas são as malformações mais comuns que atingem a face. Estudos epidemiológicos são importantes para o delineamento das ocorrências e alocação de recursos para tratamento. Objetivos: Determinar a prevalência das fissuras labiopalatinas no município de Bauru por sua notificação na Declaração de Nascido Vivo (DNV) e no Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC) e verificar a concordância de diagnóstico comparando com registros do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (HRAC/USP). Metodologia: Estudo observacional retrospectivo por avaliação de todas as DNV e identificação dos indivíduos com fissuras labiopalatinas nascidos e domiciliados em Bauru entre 01/01/2000 e 31/12/2010, comparados aos dados cadastrais do HRAC/USP. A prevalência foi calculada pela divisão do número de crianças com fissuras labiopalatinas pelo total de nascidos vivos registrados no período. A notificação dos diferentes tipos de fissuras foi comparada pelo teste qui-quadrado. Resultados: No período de estudo foram avaliadas 50898 DNV, entre as quais havia 232 notificações de anomalias congênitas (1:219 nascidos vivos), sendo 25 de fissuras labiopalatinas (1:2036 nascidos vivos). No mesmo período foram registrados no HRAC/USP 77 casos, revelando uma prevalência de 1:661 nascidos vivos, representando 67,5% de subnotificação das fissuras. A fissura palatina foi a mais prevalente (34,9%), seguida pela fissura labiopalatina (31,7%) e pela fissura labial (30,2%), afetando predominantemente o gênero masculino (58,5%). A notificação da fissura palatina isolada (16,12%) foi menor comparada às fissuras labial (43,75%) e labiopalatina (54,54%). Conclusão: O estudo revelou predominância de fissura palatina, com expressiva subnotificação das fissuras no sistema público de saúde, de forma mais acentuada para as fissuras palatinas comparadas às fissuras labial e labiopalatina. Esforços devem ser realizados para tornar confiáveis e fidedignos os dados do sistema público de saúde que usa como fonte de dados as DNV e o SINASC.
Título em inglês
Prevalence of cleft lip and palate in Bauru, SP: concordance of diagnosis among records of HRAC/USP, DNV and SINASC
Palavras-chave em inglês
Cleft lip
cleft palate
epidemiology
notification
prevalence.
Resumo em inglês
Cleft lip and palate are the most common congenital defects involving the face. Epidemiological studies are important for the delineation of cases and allocation of resources for treatment. Objectives: To determine the prevalence of cleft lip and palate in Bauru by notification in the Declaration of Live Birth (DNV) and Live Birth Information System (SINASC) as compared to records of the Hospital for Rehabilitation of Craniofacial Anomalies, University of São Paulo (HRAC/USP). Methodology: Retrospective observational study by evaluation of all DNV and identification of individuals with cleft lip and palate born and living in Bauru between 01/01/2000 and 31/12/2010, compared to the registries of HRAC/USP. The prevalence was calculated by dividing the number of children with cleft lip and palate by the total number of live births recorded during the study period. Notification of different types of clefts was compared by the chi-square test. Results: During the study period 50,898 DNV were analyzed, among which there were 232 notifications of congenital anomalies (1:219 livebirths), being 25 of cleft lip and palate (1:2,036 livebirths). In the same period, the HRAC/USP registered 77 cases, revealing a prevalence of 1:661 livebirths, representing 67.5% of subnotification of clefts. Cleft palate was the most prevalent (34.9%), followed by cleft lip and palate (31.7%) and cleft lip (30.2%), predominantly affecting the male gender (58.5%). The notification of cleft palate (16.12%) was smaller compared to cleft lip (43.75%) and cleft lip and palate (54.54%). Conclusion: The study revealed predominance of cleft palate, with significant subnotification of clefts in the public health system, especially for cleft palate as compared to cleft lip and cleft lip and palate. Efforts should be made to achieve trustable and reliable data from the public health system that uses the DNV and the SINASC as data source.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
VivianVargasTese.pdf (721.70 Kbytes)
Data de Publicação
2016-03-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.