• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.61.2006.tde-25102006-155947
Documento
Autor
Nome completo
Marileda Cattelan Tomé
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Bauru, 2006
Orientador
Banca examinadora
Trindade Junior, Alceu Sergio (Presidente)
Felicio, Claudia Maria de
Felix, Giedre Berretin
Genaro, Katia Flores
Zorzetto, Neivo Luiz
Título em português
Correlação entre achados de palpação e eletromiográficos do músculo orbicular superior da boca em indivíduos com fissura transforame incisivo unilateral reparada
Palavras-chave em português
eletromiografia
fissura palatina
tônus muscular
Resumo em português
Objetivo: Verificar se existe concordância entre examinadores ao avaliar o músculo orbicular superior da boca por meio de palpação, em indivíduos com e sem fissura labiopalatina e verificar se existe correlação dos níveis de atividade eletromiográfica obtidos durante a protrusão labial e durante a emissão da sílaba /pa/, com o grau de tonicidade muscular atribuído pelos examinadores. Modelo: Análise prospectiva comparando um grupo de indivíduos com fissura labiopalatina reparada (GF) e indivíduos sem fissura labiopalatina (GC), a um nível de significância de 5%. Local de Execução: Laboratório de Fisiologia, HRAC-USP. Participantes: 34 indivíduos com fissura labiopalatina transforame unilateral reparada, e 35 indivíduos não fissurados, todos com idade entre 18 a 30 anos. Resultados: os níveis de concordância entre os examinadores ao avaliarem por meio de palpação o músculo orbicular superior são próximos de zero, tanto no GF (E1xE2=0,19; E1xE3= -0,04; E2xE3=0,09) quanto no GC (E1xE2=-0,18; E1xE3=-0,05; E2xE3=-0,07). A correlação entre níveis de atividade eletromiográfica e palpação muscular pelos examinadores por meio de palpação do músculo orbicular superior obtidos durante a protrusão labial (R=-0,002; p=0,983) e durante a emissão da sílaba /pa/ (R=0,120; p=0,325), é negativa. Conclusões: Não houve concordância entre os examinadores ao avaliarem, por meio de palpação, o músculo orbicular superior, tanto para os indivíduos do grupo controle (GC) quanto para os indivíduos do grupo experimental (GF); Houve correlação negativa dos níveis de atividade eletromiográfica obtidos durante a protrusão labial e durante a emissão da sílaba /pa/, com o grau de tonicidade muscular atribuído pelos examinadores.
Título em inglês
Correlation between the findings of palpation and electromyographics from the superior orbicularis oris in individuals with unilateral cleft lip and surgically repaired palate.
Palavras-chave em inglês
cleft left palate
electromyography
muscular tonicity
Resumo em inglês
Objective: To verify if there is concordance between examinators when analyzing the superior orbicularis oris through palpation in individuals with and without cleft lip and palate, and verify if there is correlation of the electromyographic activity levels obtained during lips under protrusion and during /pa/ syllable emission, with muscle degree tonicity ascribed by the examinators. Model: A prospective analysis comparing a group of individuals with cleft lip and surgically repaired palate (FG) and individuals without cleft lip and palate (CG), at a significance level of 5%. Setting: Laboratory of Physiology, HRAC-USP. Participants: 34 individuals with unilateral cleft lip and surgically repaired palate and 35 normal individuals, between the ages of 18 and 30 years old. Results: The concordance levels between examinators when analyzing superior orbicularis oris through palpation are close to zero, for GF (E1xE2=0,19; E1xE3=-0,04; E2xE3=0,09) and for GC (E1xE2=-0,18; E1xE3=-0,05; E2xE3=-0,07). The correlation between electromyographic activity level and muscular palpation of the superior orbicularis oris by the examinators, obtained during lips under protrusion (R=-0,002; p=0,983) and during /pa/ syllable emission (R=0,120; p=0,325), is negative. Conclusion: There was no concordance between the examinators when analyzing, through palpation, the superior orbicular oris for both individuals from control group (GC) and from the experimental group (GF). There was negative correlation of the electromyographic activity levels obtained during lips under protrusion and during /pa/ syllable emission, with muscle degree tonicity ascribed by the examinators.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
teseLeda.pdf (554.80 Kbytes)
Data de Publicação
2006-10-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.