• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.60.2006.tde-16012007-161004
Documento
Autor
Nome completo
Renata Takeara
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2006
Orientador
Banca examinadora
Lopes, Joao Luis Callegari (Presidente)
Baruffi, Marcelo Dias
Moraes, Luiz Alberto Beraldo de
Navickiene, Hosana Maria Debonsi
Pereira, Ana Maria Soares
Título em português
Estudo químico e avaliação da atividade citotóxica das ascídias 'Didemnum psammatodes' (Sluiter, 1885) e 'Eudistoma vannamei' Millar, 1977 (Tunicata: Ascidiacea)
Palavras-chave em português
ascídias
atividade citotóxica
Didemnum psammatodes
Eudistoma vannamei
Resumo em português
Amostras de Didemnum psammatodes foram coletadas em Icapuí (CE) e Trairi (CE). O extrato metanólico de D. psammatodes, proveniente de Icapuí, foi submetido a processo de fracionamento e purificação por diversas técnicas cromatográficas, obtendo-se quatro nucleosídeos (2-deoxiuridina, 2-deoxiinosina, timidina e 2-deoxiguanosina), três esteróides em mistura (colestanol, colestanona e estigmasterol) e três derivados do glicerol éter em mistura (2,3-propanodiol, 1- heptadeciloxi; álcool batílico e 2,3-propanodiol, 1-nonadeciloxi). O extrato metanólico de D. psammatodes, proveniente de Trairi, foi inicialmente particionado, originando as fases aquosa, hexânica, clorofórmica, butanólica e hidroalcoólica. A fase hexânica inibiu o ciclo celular de ovos de ouriço do mar e exibiu toxicidade em células tumorais. Ela foi fracionada por técnicas cromatográficas e obtiveram-se três ácidos graxos metilados em mistura (miristato de metila, palmitato de metila e estearato de metila), dois esteróides em mistura (colestanol e colestanona), dois ácidos graxos em mistura (ácido palmítico e ácido esteárico) e três derivados do glicerol éter em mistura (2,3-propanodiol, 1-heptadeciloxi; álcool batílico e 2,3- propanodiol, 1-nonadeciloxi). A fase clorofórmica também inibiu o ciclo celular de ovos de ouriço do mar e exibiu toxicidade em células tumorais. Ela foi fracionada por técnicas cromatográficas e obtiveram-se seis ácidos graxos em mistura (ácido láurico, ácido mirístico, ácido pentadecanóico, ácido palmítico, ácido margárico e ácido esteárico). A fase aquosa foi submetida ao processo de fracionamento e purificação por diversas técnicas cromatográficas, obtendo-se dois nucleosídeos (uridina e timidina) e um núcleo purínico (hipoxantina). A fase butanólica resultou no isolamento e identificação de dois nucleosídeos (2-deoxiguanosina e timidina). Amostras de Eudistoma vannamei foram coletadas em São Gonçalo do Amarante (CE). O extrato metanólico de E. vannamei foi particionado, originando as fases hexânica e hidroalcoólica. A fase hexânica inibiu o ciclo celular de ovos de ouriço do xi mar e exibiu toxicidade em células de linhagem B-16. Ela foi fracionada por técnicas cromatográficas e obtiveram-se cinco ácidos graxos metilados (miristato de metila, palmitato de metila, estearato de metila, palmitoleato de metila e oleato de metila), dois esteróides (colestanona e colesterol) e cinco ácidos graxos (ácido mirístico, ácido pentadecanóico, ácido palmítico, ácido margárico e ácido esteárico). A fase hidroalcoólica resultou no isolamento e identificação de dois nucleosídeos (guanosina e adenosina). As substâncias foram identificadas por métodos espectroscópicos e cromatográficos, comparando-se os valores obtidos com aqueles da literatura e padrões. Os nucleosídeos 2-deoxiuridina e 2-deoxiguanosina inibiram o ciclo celular de ovos de ouriço do mar em ambas fases examinadas. Os ácidos graxos metilados de D. psammatodes, o ácido palmítico junto com ácido esteárico e os derivados do glicerol éter inibiram o ciclo celular de ovos de ouriço do mar durante a primeira divisão. Os ácidos graxos metilados de D. psammatodes apresentaram maior toxicidade nas linhagens tumorais analisadas, sendo que a mistura de ácidos graxos metilados de E. vannamei também mostrou toxicidade em células tumorais leucêmicas. Ambas amostras de ácidos graxos metilados mostraram efeitos antiproliferativos e citotóxicos e estas atividades envolveram a inibição da síntese de DNA e indução de apoptose e necrose.
Título em inglês
Chemical study and evaluation of cytotoxic activity from ascidians Didemnum psammatodes (Sluiter, 1895) and Eudistoma vannamei Millar, 1977 (Tunicata: Ascidiacea)
Palavras-chave em inglês
ascidians
citotoxic activity
Didemnum psammatodes
Eudistoma vannamei
Resumo em inglês
Samples of Didemnum psammatodes were collected in Icapui (Ceara State) and Trairi (Ceara State). The methanolic extract from D. psammatodes, acquired from Icapui, was submitted to fractionation and purification through several chromatographic techniques and were obtained four nucleosides (2?-deoxyuridine, 2- deoxyinosine, thyimidine, and 2?-deoxyguanosine), three steroids in mixture (cholestanol, cholestanone, and stigmasterol) and three glyceryl ethers in mixture (2,3-propanediol, 1-(heptadecyloxy), batyl alcohol, and 2,3-propanediol, 1- (nonadecyloxy)). The methanolic extract from D. psammatodes, acquired from Trairi, was initially partitionated, giving rise to aqueous, hexane, chloroform, and butanol phases. The hexane phase inhibited the sea urchin egg cell cycle and exhibited toxicity in tumor cell lines. It was fractionated by several chromatographic techniques and obtained three fatty acid methyl esters in mixture (methyl myristate, methyl palmitate, and methyl stearate), four steroids in mixture (cholestanol and cholestanone), two fatty acids in mixture (palmitic acid and stearic acid) and three glyceryl ethers in mixture (2,3-propanediol, 1-(heptadecyloxy), batyl alcohol, and 2,3- propanediol, 3-(nonadecyloxy)). The chloroform phase also inhibited the sea urchin egg cell cycle and exhibited toxicity in tumor cell lines. It was fractionated through several chromatographic techniques and obtained six fatty acids in mixture (lauric acid, myristic acid, pentadecanoic acid, palmitic acid, margaric acid, and stearic acid). The aqueous phase was submitted to fractionation and purification by several chromatographic techniques and obtained two nucleosides (uridine and thymidine) and one purinic nucleus (hypoxanthine). The butanol phase resulted in the isolation and identification of two nucleosides (2?-deoxyguanosine and thymidine). Samples of Eudistoma vannamei were collected in São Gonçalo do Amarante (Ceara State). The methanolic extract from E. vannamei was partitionated, giving rise to hexane and hydroalcoholic phases. The hexane phase inhibited the sea urchin egg cell cycle and xiii exhibited toxicity in cell line B-16. It was fractionated by chromatographic techniques and obtained five fatty acid methyl esters in mixture (methyl myristate, methyl palmitate, methyl stearate, methyl palmitoleate, and methyl oleate), two steroids (cholestanol and cholesterol), and five fatty acids (myristic acid, pentadecanoic acid, palmitic acid, margaric acid, and stearic acid). The hydroalcoholic phase resulted in the isolation and identification of two nucleosides (guanosine and adenosine). The substances were identified by spectroscopic and chromatographic methods comparing the obtained values with those of the literature and standards. The nucleosides 2?-deoxyuridine and 2?-deoxyguanosine inhibited the sea urchin egg cell cycle in both stages. The fatty acid methyl esters from D. psammatodes, the palmitic acid plus stearic acid and the glyceryl ethers inhibited the sea urchin egg cell during first cleavage. The fatty acid methyl esters from D. psammatodes presented the highest toxicity in the cell lines tested and the mixture of fatty acid methyl esters from E. vannamei showed toxicity to leukemia cell lines too. Both samples of fatty acid methyl esters showed antiproliferative and cytotoxic effects and these activities involved the inhibition of DNA synthesis and induction of both necrosis and apoptosis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RenataTakeara.pdf (16.34 Mbytes)
Data de Publicação
2008-09-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.