• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.60.2014.tde-09042014-084231
Documento
Autor
Nome completo
Erick Vicente da Silva Motta
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2014
Orientador
Banca examinadora
Bastos, Jairo Kenupp (Presidente)
Cavalheiro, Alberto Jose
Paschoal, Jonas Augusto Rizzato
Título em português
Desenvolvimento e validação de método analítico por CLAE-UV-DAD para quantificação e análise sazonal de derivados galoilquínicos nas folhas de Copaifera langsdorffii
Palavras-chave em português
CLAE-UV-DAD
Copaifera langsdorffii
galoilquínico
sazonalidade.
Resumo em português
Copaifera langsdorffii (Fabaceae, Caesalpinioideae), conhecida popularmente como "copaíba", "copaibeira" ou "pau d'óleo", é uma árvore de grande porte que se encontra amplamente distribuída pelo Brasil, desde a floresta amazônica até a vegetação do cerrado. A oleorresina, constituída principalmente por sesquiterpenos e diterpenos, é utilizada na medicina popular no tratamento de desordens infecciosas e inflamatórias. Por outro lado, estudos sobre suas folhas, as quais são constituídas majoritariamente por flavonoides e derivados galoilquínicos, são escassos. Assim, foi proposto o isolamento de marcadores químicos, desenvolvimento e validação de método analítico por CLAE-UV-DAD, bem como o estudo sazonal. O extrato bruto obtido das folhas foi particionado com solventes de polaridade crescente: diclorometano, acetato de etila e n-butanol. As frações em n-butanol e aquosa apresentaram, majoritariamente, compostos polares, dentre os quais se destacaram os derivados galoilquínicos. Para isolamento desses compostos utilizaram-se a cromatografia de permeação em gel de Sephadex LH-20 e a cromatografia líquida de alta eficiência preparativa. Nas análises por CLAE-UV-DAD empregou-se coluna analítica Synergi Polar-RP (100 mm x 3,0 mm, 2,5 ?m) e fase móvel composta por ácido fórmico-água (0,1:99,9, solvente A) e isopropanol- metanol-acetonitrila (0,5:4:6, solvente B). O gradiente de eluição foi A:B (90:10 para 85:15) em 8,33 minutos, seguido por A:B (85:15 para 64:36) até 29,17 minutos, utilizando vazão de 0,68 mL/min. Os estudos de sazonalidade foram realizados com 10 acessos de C. langsdorffii cultivados no Sítio Beija-Flor (Cajuru/SP). A partir da fração aquosa foram isolados e identificados 16 derivados galoilquínicos: ácido 5'-O-metil-3-Ogaloilquínico (AGQ-1), ácido 5''-O-metil-3,4-di-O-galoilquínico (AGQ-2), ácido 5',5''-di-Ometil- 3,4-di-O-galoilquínico (AGQ-3), ácido 3,4-di-O-galoilquínico (AGQ-4), ácido 5''-Ometil- 3,5-di-O-galoilquínico (AGQ-5), ácido 5'-O-metil-3,5-di-O-galoilquínico (AGQ-6), ácido 5'-O-metil-3,4-di-O-galoilquínico (AGQ-7), ácido 5',5''-di-O-metil-3,5-di-Ogaloilquínico (AGQ-8), ácido 5',5''-di-O-metil-4,5-di-O-galoilquínico (AGQ-9), ácido 3,5-di- O-galoilquínico (AGQ-10), ácido 4,5-di-O-galoilquínico (AGQ-11), ácido 5'-O-metil-4,5-di- O-galoilquínico (AGQ-12), ácido 5''-O-metil-4,5-di-O-galoilquínico (AGQ-13), ácido 3,4,5- tri-O-galoilquínico (AGQ-14), ácido 5''-O-metil-3,4,5-tri-O-galoilquínico (AGQ-15), ácido 5',5'',5'''-tri-O-metil-3,4,5-tri-O-galoilquínico (AGQ-16). Além disso, por meio das análises realizadas por CLAE-EM foi possível constatar a presença de outros 10 derivados galoilquínicos: ácido 3-O-galoilquínico, ácido 4-O-galoilquínico, ácido 5-O-galoilquínico, ácido 5'-O-metil-4-O-galoilquínico, ácido 5'-O-metil-5-O-galoilquínico, ácido 5'-O-metil- 3,4,5-tri-O-galoilquínico, ácido 5'''-O-metil-3,4,5-tri-O-galoilquínico, ácido 5',5''-di-Ometil- 3,4,5-tri-O-galoilquínico, ácido 5',5'''-di-O-metil-3,4,5-tri-O-galoilquínico, ácido 5'',5'''-di-O-metil-3,4,5-tri-O-galoilquínico. O método analítico mostrou-se adequado para quantificação de nove derivados galoilquínicos (AGQ-1, AGQ-5, AGQ-6, AGQ-7, AGQ-8, AGQ-9, AGQ-10, AGQ-15, AGQ-16) e dois flavonoides, quercitrina e afzelina, frente aos parâmetros seletividade, linearidade, sensibilidade, precisão e exatidão. Por meio de análise estatística multivariada dos estudos sazonais concluiu-se que os acessos apresentaram perfis químicos qualitativos e quantitativos semelhantes nas coletas isoladas e perfis quantitativos diferentes ao longo dos meses.
Título em inglês
Development and validation of analytical method by HPLC-UV-DAD for quantification and seasonal studies of galloylquinic compounds from Copaifera langsdorffii leaves.
Palavras-chave em inglês
Copaifera langsdorffii
galloylquinic
HPLC-UV-DAD
seasonality
Resumo em inglês
Copaifera langsdorffii (Fabaceae, Caesalpinioideae), popularly known as "copaíba", "copaibeira" or "pau d'oleo", is a large tree widely distributed in Brazil, from Amazon rainforest to savannah vegetation. Its oleoresin, composed mainly of sesquiterpenes and diterpenes, is widely used in folk medicine to treat inflammatory and infectious disorders. On the other hand, studies about its leaves, composed mainly of flavonoids and galloylquinic acid derivatives, are scarce. Therefore, it was proposed to isolate leaves major compounds, to develop and validate an analytical method by HPLC-UV-DAD, as well as to udertake seasonal studies. The crude extract of the leaves was partitioned with solvents of increasing polarity: dichloromethane, ethyl acetate and n-buthanol, in sequence. Chemical profiles of n-buthanol and aqueous fractions showed to be composed of polar compounds, especially galloylquinic acid derivatives. These compounds were isolated by gel permeation chromatography using Sephadex LH-20 and preparative high-performance liquid chromatography. The HPLC-UV-DAD analyses were carried out on a Synergi Polar-RP (100 x 3.0 mm, 2.5 ?m) column. The mobile phase was made up of formic acid-water (0.1:99.9, solvent A), and isopropanol-methanol-acetonitrile (0.5:4:6, solvent B). The elution gradient was A:B (90:10 to 85:15) in 8.33 minutes, followed by A:B (85:15 to 64:36) up to 29.17 minutes using a flow rate of 0.68 mL/ min. The seasonal studies were performed from 10 C. langsdorffii accesses grown on Beija-Flor farm (Cajuru/SP). From the aqueous fraction it was isolated and identified 16 galloylquinic acid derivatives: 5'-O-methyl-3-Ogalloylquinic acid (GQA-1), 5''-O-methyl-3,4-di-O-galloylquinic acid (GQA-2), 5',5''-di-Omethyl- 3,4-di-O-galloylquinic acid (GQA-3), 3,4-di-O-galloylquinic acid (GQA-4), 5''-Omethyl- 3,5-di-O-galloylquinic acid (AGQ-5), 5'-O-methyl-3,5-di-O-galloylquinic acid (GQA-6), 5'-O-methyl-3,4-di-O-galloylquinic acid (AGQ-7), 5',5''-di-O-methyl-3,5-di-Ogalloylquinic acid (GQA-8), 5',5''-di-O-methyl-4,5-di-O-galloylquinic acid (GQA-9), 3,5-di- O-galloylquinic acid (GQA-10), 4,5-di-O-galloylquinic acid (GQA-11), 5'-O-methyl-4,5-di- O-galloylquinic acid (GQA-12), 5''-O-methyl-4,5-di-O-galloylquinic acid (GQA-13), 3,4,5- tri-O-galloylquinic acid (GQA-14), 5''-O-methyl-3,4,5-tri-O-galloylquinic acid (GQA-15), 5',5'',5'''-tri-O-methyl-3,4,5-tri-O-galloylquinic acid (GQA-16). Furthermore, through HPLC-MS analysis it was identified additional 10 galloylquinic acid derivatives: 3-Ogalloylquinic acid, 4-O-galloylquinic acid, 5-O-galloylquinic acid, 5'-O-methyl-4-Ogalloylquinic acid, 5'-O-methyl-5-O-galloylquinic acid, 5'-O-methyl-3,4,5-tri-Ogalloylquinic acid, 5'''-O-methyl-3,4,5-tri-O-galloylquinic acid, 5',5''-di-O-methyl-3,4,5-tri- O-galloylquinic acid, 5',5'''-di-O-methyl-3,4,5-tri-O-galloylquinic acid, 5'',5'''-di-O-methyl- 3,4,5-tri-O- galloylquinic acid. The HPLC developed method was suitable to quantify nine galloylquinic derivatives (GQA-1, GQA-5, GQA-6, GQA-7, GQA-8, GQA-9, GQA-10, GQA-15, GQA-16) and two flavonoids, quercitrin and afzelin, related to the selectivity, linearity, sensitivity, precision and accuracy parameters. Through multivariate statistical analysis, it was possible to conclude that all ten diferrent populations of C. langsdorffii cultivated displayed similar qualitative and quantitative chemical profiles among isolated months and different quantitative profiles among different months.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-04-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.