• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.60.2007.tde-11052007-091737
Documento
Autor
Nome completo
Yris Maria Fonseca
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Fonseca, Maria Jose Vieira (Presidente)
Furtado, Niege Araçari Jacometti Cardoso
Rocha Filho, Pedro Alves da
Título em português
Desenvolvimento de formulções tópicas contendo extrato de própolis verde: estudos de estabilidade, liberação, permeação e retenção cutânea
Palavras-chave em português
antioxidante
estabilidade
formulação
liberação
permeação e retenção
própolis
Resumo em português
Tem sido reportado que os danos UV induzidos são devidos principalmente pela geração de EROs. Assim, compostos capazes de inibir a ação e a formação destas EROs, serão capazes de proteger a pele dos danos UV induzidos. Devido suas propriedades, a própolis pode ser aplicada como antioxidante tópico para prevenir e/ou tratar os danos UV induzidos. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar o conteúdo de flavonóides e polifenóis e a atividade antioxidante, em diferentes sistemas ?in vitro?, dos extratos fluido e seco de própolis brasileira verde. Em adição, formulações tópicas adicionadas com extrato fluido de própolis verde foram desenvolvidas e sua estabilidade física e funcional foi avaliada. Foram também avaliadas a capacidade de liberação, permeação e retenção dos compostos antioxidantes destas formulações. O conteúdo de flavonóides e polifenóis encontrado para ambos extratos foi de 2,29 mg/g e 18 mg/g, respectivamente. Foi observado que o extrato de própolis verde apresentou a mesma quantidade de polifenóis que outros extratos de própolis já estudados, entretanto apresentou menor quantidade de flavonóides. Este extrato demonstrou ainda, atividade antioxidante de forma dose dependente contra diferentes radicais, tais como DPPH?, superóxido (O2-), hidroxila (OH?), peroxila (LOO?) e alkoxila (LO?). E ainda, as formulações desenvolvidas foram estáveis fisicamente e funcionalmente. A F 01 foi capaz de liberar seus compostos antioxidantes mais eficazmente que as outras formulações desenvolvidas. Entretanto, somente a F 03 reteve seus compostos antioxidantes na epiderme viável. Estes resultados dão boas perspectivas para aplicar o extrato de própolis verde topicamente para prevenir e/ou tratar os danos UV induzidos na pele. Em adição, pode ser sugerido que F 03 pode ser aplicada topicamente para prevenir e/ou tratar o estresse oxidativo UV induzido na pele com probabilidade de sucesso.
Título em inglês
Development of topical formulations containing green propolis extract: stability, release, permeation and retention studies
Palavras-chave em inglês
antioxidant
formulation
permeation e retention
propolis
release
stability
Resumo em inglês
It has been reported that UV- induced damage is due mainly to the generation of ROS. Then, compounds able to inhibit the action and the formation of these ROS, will be able to protect the skin from UV-induced damage. Due to their properties, propolis can be applied as topical antioxidants to prevent and/or treat UV-induced damages. Thus, the purpose of this work was to evaluate the polyphenol and flavonoid contents and the antioxidant activity, in different ?in vitro? systems, of the Brazilian green propolis fluid and dry extracts. In addition, topical formulations added with green propolis fluid extract were developed and their physicalchemical and functional stabilities were assessed. It was also evaluated the release, permeation and skin retention capacity of the antioxidant compounds from these formulations. The flavonoid and polyphenols contents found for both extracts were 2.29 mg/g and 18 mg/g, respectively. It was observed that green propolis extract showed the same amount of polyphenols as other propolis extracts which has already been studied, however showed lower amounts of flavonoids. This extract also showed antioxidant activity in a dose dependent manner against different radicals, such as DPPH?, superoxide (O2-), hydroxyl (OH?), alkoxyl (LO?) and peroxyl radicals. Furthermore, the formulations developed were physically and functionally stable. F 01 was able to release its antioxidant compounds in more efficient way than the other developed formulations. However, only F 03 retained its antioxidant compounds on viable epidermis. These results give good perspectives to apply green propolis extract topically in order to prevent and/or treat UV-damaged skin. In addition, it may be suggested that F 03 could be topically applied to prevent and/or treat UV- induced oxidative stress on skin with probability of success.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-05-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.