• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.60.2007.tde-27032009-152740
Documento
Autor
Nome completo
Adriana Monte Cassiano Canavaci
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2007
Orientador
Banca examinadora
Nomizo, Auro (Presidente)
Cunha, Fernando de Queiroz
Valim, Yara Maria Lucisano
Título em português
Papel dos leucotrienos durante a infecção experimental de camundongos com 'Trypanosoma cruzi'
Palavras-chave em português
Imunorregulação
Leucotrienos
Trypanosoma cruz
Resumo em português
No presente trabalho verificamos o papel dos Leucotrienos na modulação da resposta imune durante a fase aguda da infecção experimental pelo Trypanosoma cruzi, usando como modelo camundongos deficientes da enzima 5-lipoxigenase (5-LOko). Os nossos dados demonstram que camundongos infectados pelo T. cruzi produzem metabólitos do ácido aracdônico como PGE2, LTB4 e LTC4. Comparados aos animais controles, os animais 5-LOko apresenta parasitemia mais tardia e menor, tem menor parasitismo tissular, menor infiltrado de células inflamatórias no coração e musculatura esquelética e apresenta menor taxa de mortalidade durante a fase aguda, indicando que animais deficientes de leucotrienos são mais resistentes a infecção pelo parasito. Animais 5-LOko está relacionado com a manutenção de números elevados de células F4/80+ e redução de células CD11b+ durante a infecção e menor número de células T ativadas expressando os marcadores CD4+CD69+, CD4+CD25+, CD4+CD44+ e CD8+CD69+, números inalterados de células T regulatórias CD4+CD25+GITR+ e menor produção de anticorpos parasito-específicos do isotipo IgG2a. O controle eficiente de parasitas por animais 5-LOko está associado ao aumento de células Gr-1+ e CD11c+GR-1+, produção aumentada IL-12, IFN-g, e produzirem menos PGE2, IL-10, ao contrario, animais controles, incapazes de controlar parasitas circulantes, produzem mais PGE2 e IL-10 e menos IL-12 e IFN-g. A baixa mortalidade de animais 5-LOko correlaciona com a produção de PGE2 e IL-10, produzir muita IL-12 e menos IFN-g e NO e baixíssima parasitemia. A mortalidade maior de animais controles envolve a produção IFN-g e altos níveis de LTB4, LTC4, NO e ausência de IL-10, IL-1b, PGE2 e números elevados de parasitas circulantes. Ainda macrófagos de animais 5-LOko apresentam maior capacidade de adesão/internalização de tripomastigotas e alta atividade tripanocida por mecanismo independente da geração de NO. Estes dados em conjunto demonstram que mediadores lipídicos produzidos pela enzima 5-lipoxigenase como LTB4 e LTC4 modulam negativamente a capacidade dos camundongos para geração de uma resposta imune capaz de controlar os parasitos durante a fase aguda da infecção pelo T. cruzi.
Título em inglês
The role of 5-lipoxygenase-derived lipid mediators during the experimental Trypanosoma cruzi infection in mice
Palavras-chave em inglês
leukotrienes
Trypanosoma cruzi
Resumo em inglês
Accumulating studies have indicated that 5-lipoxigenase (5-LO) converted lipid mediators as leukotrienes acts modulating the host immune response against infectious diseases. The precise role of leukotrienes during the protozoan infection is unknown. In this work we evaluate the role of leukotrienes during the acute phase of Trypanosoma cruzi infection using as model the 5-lypoxigenase deficient mice (5-LOko). Our results show that PGE2, LTB4 and LTC4 are produced during the Trypanosoma cruzi infection. 5-LOko infected mice are more resistant than control mice as judge by the lower parasitemia, decreased number of parasite nest and inflammatory cells in the heart and skeletal muscle and low rate of mortality. The resistance of 5-LOko mice is associated with the increased capacity of spleen cells to produce cytokines as IL-12 and IFN-g; sustained capacity to produce detectable levels of IL-10 and PGEe and low NO serum levels than control mice. In contrast, the wild type mice are extremely susceptible and are unable to control parasites efficiently. The susceptibility is associated with increased levels of IL-10 and PGE2 and low IL-12 and IFN-g production. The high mortality rate in wild type mice is related with high LTB4, LTC4 and NO levels and bias to produce only type 1 cytokines. Also we shown that resistant 5-LOko mice present increased number of spleen cells expressing GR-1+, GR-1+CD11c+, F4/80+ and lower numbers o spleen cells expressing CD4+CD69+, CD4+CD25+, CD4+CD44+, CD8+CD69+ and CD11b+ and low serum levels of parasite-specific IgG2a than wild type mice and do not present alteration in TREG expressing CD4+CD25+GITR+. Importantly, IFN-g and- LPS activated macrophage from 5-LOko mice but not from wild type mice, present high capacity to recognize typomastigotes, internalize them and strong capacity to kill intracellular parasite as NO independent pathway. The results implicate that high levels leukotrienes, NO and pure type 1 cytokines production is associated to susceptibility to parasite. In contrast, leukotrienes deficiency led to an balanced immune response with relative high levels of type 1 cytokines and relative low levels of NO, type 2 cytokines and PGE2 that efficiently control the parasites. Also indicate that 5-lipoxigenase converted lipid mediators contribute negatively to generation of an effective immune response during the acute phase of T. cruzi infection.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
dissertacao.pdf (3.14 Mbytes)
Data de Publicação
2009-03-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.