• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Helena Proni Fonseca
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Aldrighi, José Mendes (Presidente)
Campos, Helena Hachul de
Nahás, Eliana Aguiar Petri
Paiva, Lúcia Helena Simões da Costa
Título em português
Prevalência de ondas de calor e fatores de risco associados em mulheres no climatério
Palavras-chave em português
Climatério
Fogachos
Ondas de calor
Síndrome Metabólica
Resumo em português
As ondas de calor relatadas no climatério apresentam alta prevalência e afetam de forma significativa a qualidade de vida das mulheres acometidas. O climatério pode cursar com obesidade, hipertensao, diabetes mellitus tipo II e outros fatores de risco cardiovascular, que, em conjunto, compõem a síndrome metabólica, e que pode estar relacionada à maior ocorrência de ondas de calor. O presente estudo tem por objetivo estimar a prevalência de ondas de calor, bem como verificar sua relacao com a síndrome metabólica, em mulheres no climatério residentes em Pindamonhangaba, SP. Assim, em estudo transversal realizado à partir de um banco de dados de um projeto denominado PROSAPIN (PROjeto de SAúde de PINdamonhangaba) foram analisadas 900 mulheres de 35 a 65 anos - período conceituado como climatério (Notelovitz 1988). Todas as participantes foram avaliadas por meio da escala de Kupperman para quantificar os sintomas climatéricos e pelos critérios do ATPIII, para firmar o diagnóstico de síndrome metabólica. A prevalência de ondas de calor foi de 53,89% (IC95%: 50,62% - 57,15%). Por meio de um modelo de Regressao de Poisson múltipla, ainda se constatou nítida associacao da presenca de ondas de calor com síndrome metabólica, insonia, depressao, estresse e raca negra e parda. Em conclusao, as ondas de calor apresentaram alta prevalência na populacao estudada e se associaram a distúrbios emocionais, à raca e à síndrome metabólica.
Título em inglês
Prevalence of hot flashes in women and associated risk factors in the climacteric period
Palavras-chave em inglês
Climacteric
Hot flashes
Metabolic Syndrome
Resumo em inglês
Vasomotor symptoms or hot flushes are very prevalent in the climacteric period and significantly worsen the quality of life of the women affected. Climacteric can occur with obesity, hypertension, type II diabetes mellitus and other cardiovascular risk factors, which, together, represents the metabolic syndrome, that appear to be related to a higher occurrence of hot flushes. The present study aims to estimate the prevalence of hot flashes, as well as to verify its relationship with the metabolic syndrome, among climacteric women resident in Pindamonhangaba, SP. Thus, a cross-sectional study from a database of a project called PROSAPIN (PINdamonhangaba`s Health Project) analyzed 900 women from 35 to 65 years-old - a period known as climacteric (Notelovitz 1988). All participants were evaluated through the Kupperman scale to quantify the climacteric symptoms and through the ATPIII criteria, to establish the diagnosis of metabolic syndrome. The prevalence of hot flushes was 53,89% (CI95%: 50,62% - 57,15%), and, by a multiple Poisson regression model, it was observed a clear association between the presence of hot flushes and metabolic syndrome, insomnia, depression, anxiety and afrodescendence. In conclusion, the hot flushes presented high prevalence in the study population and were associated with emotional disorders, ethnicity and to the metabolic syndrome.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-11-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.