• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.6.2018.tde-15052018-092501
Documento
Autor
Nome completo
Ananda Cerqueira Aleluia dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Cabral, Cristiane da Silva (Presidente)
Brandão, Elaine Reis
Manica, Daniela Tonelli
Nascimento, Erica Peçanha do
Título em português
"'Adeus, hormônios': concepções sobre corpo e contracepção na perspectiva de mulheres jovens"
Palavras-chave em português
Anticoncepção
Hormônios Sexuais
Medicalização
Mulheres
Redes Sociais
Resumo em português
A pílula anticoncepcional, no momento de sua criação, foi considerada como uma grande invenção do século XX, desencadeando transformações na vida sexual e contraceptiva de mulheres, sendo ainda hoje um dos contraceptivos mais utilizados no Brasil. Essa dissertação versa sobre o processo de suspensão do uso da pílula anticoncepcional pelas participantes do grupo de Facebook "Adeus, Hormônios: contracepção não-hormonal". O exame dos significados construídos em torno da pílula anticoncepcional são parte constituinte e fundamental para a compreensão deste processo, que se dá a partir da Etnografia do Ciberespaço, da observação e análise do grupo virtual, de entrevistas com as administradoras e moderadoras do mesmo, e das publicações das participantes realizadas nesse espaço. O grupo é formado majoritariamente por mulheres de 18 a 34 anos, residentes de estados do sul e do sudeste brasileiro. Em seus discursos, constam preocupações com os efeitos colaterais da pílula anticoncepcional e demais contraceptivos hormonais, com a escolha do método contraceptivo não-hormonal mais adequado considerando as especificidades de cada sujeito, com debates em torno da ideia de "corpo natural" e de produção de estilos de vida. Há um conjunto de fatores que contribuem para a ampliação e fortalecimento deste movimento de "suspensão do hormônio e construção de um corpo natural", dentre elas: mulheres incomodadas com intervenções médicas, mulheres questionando determinadas concepções sobre padrões corporais, um incentivo ao "viver saudável" nas redes sociais, discussões sobre humanização na assistência à saúde, releitura de determinados ideais feministas, disseminação de notícias de mulheres doentes em função de efeitos adversos da anticoncepção oral, divulgação de tudo isso em uma plataforma de amplo alcance como o Facebook. A mulher que recusa o uso da pílula anticoncepcional exprime a díade liberdade-controle: por um lado, guarda a perspectiva da liberdade de ter um corpo destituído de hormônios, por outro lado, tem a busca pelo domínio sobre seus processos corporais e pelo método contraceptivo que mais se adequa a ele. Pode-se falar também numa díade natural-artificial: enquanto a pílula anticoncepcional promove um controle artificial de determinados processos corporais, os métodos naturais possibilitam uma "gestão consciente" do corpo, baseada numa interpretação e respeito a seus "processos naturais". Todavia, não se escapa à busca pelo controle sobre este "corpo natural", ainda que a observação e vigilância constantes da própria mulher sobre o corpo ensejam a liberdade de poder "compreendê-lo".
Título em inglês
"Goodbye, hormones": conceptions about body and contraception from the perspective of young women
Palavras-chave em inglês
Contraception
Medicalization
Social Networks
Women
Resumo em inglês
The contraceptive pill, at the time of its creation, was considered as a great invention of the twentieth century, triggering transformations in the sexual and contraceptive life of women, being still today one of the most used contraceptives in Brazil. This dissertation is about the process of suspending the use of the contraceptive pill by the participants of the Facebook group "Goodbye, Hormones: non-hormonal contraception". The examination of the meanings built around the contraceptive pill are a constituent and fundamental part of the understanding of this process, which is based on the Ethnography of Cyberspace, the observation and analysis of the virtual group, interviews with the administrators and moderators of the same, and of the publications of the participants in this space. The group is formed mostly by women between 18 and 34 years old, living in the states of southern and southeastern Brazil. In their speeches, there are concerns about the side effects of the contraceptive pill and other hormonal contraceptives, with the choice of the most appropriate non-hormonal contraceptive method considering the specificities of each subject, with debates around the idea of "natural body" and production of life styles. There is a set of factors that contribute to the expansion and strengthening of this movement of "hormone suspension and the construction of a natural body", among them: women who are inconvenienced with medical interventions, women questioning certain conceptions about body patterns, an incentive to "live healthy" on social networks, discussions on humanization in health care, re-reading of certain feminist ideals, dissemination of news of sick women as a result of the adverse effects of oral contraception, dissemination of all of this on a broad-based platform such as Facebook. The woman who refuses to use the contraceptive pill expresses the freedom-control dyad: a control according to her individual needs based on the interpretation and respect for her "natural processes", and the freedom to have a body devoid of hormones, exerting the woman's search by the mastery over his bodily processes and the contraceptive method that best suits him. While the contraceptive pill promotes an artificial control of certain bodily processes, natural methods enable a "conscious management" of the body, also kept under control through the constant observation and vigilance of the woman herself, providing the freedom to "understand" it.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-06-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.